Mr. Noventa quer chegar a Governador em 2022

0

Certamente você já ouviu falar em Waltewan Noventa, o sergipano que é presidente do Sindicato dos Rodoviários de São Paulo. Ele está trocando a terra da garoa pelas praias de Sergipe para ser candidato a deputado federal por nosso Estado. Na cartilha dele, essa candidatura será plenamente vitoriosa porque “o seu modo de fazer política é diferente, dando toda ênfase para o eleitor e não para os chefes políticos”. Ele ontem viajou a São Paulo porque tem dois eventos, anteriormente agendados, embora tivesse convites para dois eventos em Sergipe que ele teve de abrir mão. Volta na próxima terça-feira. Nos próximos dias sua campanha para o parlamento federal receberá o reforço de nada menos que vinte carros. Ele ainda não tem partido definido – tem recebido convites de todos os partidos, dos grandes aos pequenos – mas não tomará uma decisão sem ouvir o deputado André Moura, que foi praticamente quem o trouxe de volta a sua terra natal, Sergipe, e seu município querido, Estância. Ele pretende fazer um evento, nos próximos dias, no município de Arauá reunindo em torno de 40 mil evangélicos (ele é protestante). Por que Arauá? Porque ele tem um cunhado que é vice-prefeito do município. Essa eleição de agora ele julga importante e imprescindível porque em 2022 pretende ser candidato… a governador. Já vai assentar a base para este candidatura a partir de agora. No momento, o Sr. Noventa conversa com pessoas ligadas a todos os partidos.

Médico pode vir para a Assembleia

No almoço da Sociedade Médica de Sergipe (Somese), que ocorre todas as quintas-feiras, um grupo de renomados profissionais consultou um colega, também muito querido entre a classe, sondando-o para uma candidatura a deputado estadual. O famoso endocrinologista ficou de pensar e dar uma resposta. Sabe que não será uma tarefafácil se eleger, mas contando com a ajuda dos profissionais da medicina, e dos seus pacientes, a tarefa fica mais fácil. Ele ainda não escolheu o partido, mas tem em vista o PSB, sigla comandada pelo Senador Valadares já há algum tempo. Se tudo correr bem, o médico convidado lança o seu nome em janeiro, começos de fevereiro e entra na campanha prá valer em março do próximo ano.

Homenagem ao dr. José Rosa

O Tribunal de Contas do Estado de Sergipe faz solenidade, no próximo dia 21, uma quinta-feira, para entregar ao uso do público a Sala de Imprensa Dr. José Rosa de Oliveira Neto. A solenidade está marcada para as 11h. Se ainda estivesse vivo, o Dr. José Rosa teria completado 90 anos de idade, de uma vida bem vivida cheia de histórias. Foi sub-chefe da Casa Civil do Governo Seixas Dória e saiu quando ele foi impedido pelo Governo Militar de 1964. Jornalista com um teto primoroso, o dr. José Rosa foi um guru de todos os jornalistas dos anos 60 e 70, quando emprestou sua colaboração à “Gazeta de Sergipe”. A partir daí dedicou sua vida profissional à fiscalização da Previdência Social. Foi também presidente de um embrionário Sindicato dos Jornalistas na época. O Dr. José Rosa foi uma figura ímpar e recebe agora, embora tardiamente, uma homenagem merecida.

Dedução do Imposto de Renda

A Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados aprovou proposta da autoria do deputado Laercio Oliveira, que autoriza que maiores de 60 anos deduzirrem da declaração de Imposto de Renda as despesas com compra de medicamentos de uso contínuo. A dedução de gastos com remédios não é permitida hoje para nenhuma faixa etária. A proposta ainda será analisada pelas Comissões de Seguridade Social e Família, de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça. O texto original previa que a dedução desse gasto poderia ser feita por contribuintes com 50 anos ou mais.  Mas o relator, o deputado Gilberto Nascimento, considerou o espectro da proposta muito grande e preferiu adaptar o texto à idade prevista pelo Estatuto do Idoso.

Reforma da Previdência só no próximo ano

Fica para o próximo ano o projeto de lei que institui uma draconiana reforma da Previdência Social. Embora usasse todas as artimanhas possíveis, o governo Temer não conseguiu o número de votos necessário para pôr em votação o projeto ainda este ano na Câmara dos Deputados. Ficou, portanto, para o próximo ano, talvez em fevereiro, um mês complicado – tem poucos dias e no meio dele ocorre o Carnaval.  Bem que Temer tentou mas faltou articulação do governo para aprovação do projeto.

    …e para encerrar…

COTA MINIMA – Tramita na Assembleia, e pode ser que seja votado hoje,  projeto de lei do deputado Garibaldi Mendonça, que estabelece uma  cota mínima e critérios para contratação de artistas, cantadores, grupos, bandas, músicos e afins no Estado de Sergipe.

COMENDA – O ex-governadorAlbano Franco  recebeu a Comenda Julio Prado Vasconcelos em reconhecimento a contribuição para o fortalecimento e desenvolvimento do Setor Atacadista Distribuidor no Estado de Sergipe, que ocorreu no último dia 13, quarta-feira, 13.01.

VESTI AZUL – A deputada Ana Lúcia apareceu esta semana na Assembleia Legislativa vestindo uma blusa de cor azul. Encostou o tradicional vermelho do PT.
                           

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários