Natal de muita saúde e paz

0

 

Este jornalista aproveita o período natalino para fazer um agradecimento especial a meia dúzia, ou melhor, uma dúzia, de leitores que desde 15 de maio de 2006 acompanham este espaço. De lá para cá foram várias lutas, muitas vitórias, poucas derrotas, diversas incompreensões, até mesmo de amigos, que ficaram pelo caminho por não entenderem que o dever primordial do jornalista é informar a verdade, mesmo que ela possa prejudicar alguém do seu convívio pessoal.

Em 2009 este espaço continuou crescendo no número de acessos. É um crescimento constante e firme. A inclusão digital é uma realidade no Brasil e Sergipe não é diferente. Pelo contrário, cresce em todos os municípios. Quem não tem ainda computador em casa tem a sua disposição centenas de lan houses espalhadas pelos municípios. Este espaço recebe e-mails de todos os 75 municípios. A internet é uma realidade crescente e as grandes redes de televisão já estão interagindo para este meio para fortalecerem seus espaços.

A coluna continua cumprindo seu papel principal de ser uma válvula de escape para denúncias e reivindicações de vários segmentos da sociedade sergipana, principalmente daqueles que não encontram espaço em outros meios de comunicação. Neste período uma das mudanças sentidas foi o relacionamento do atual governo com a imprensa. Acabaram-se os recados e as ameaças intimidadoras. Os governantes precisam respeitar a imprensa e não desejarem que ela seja apenas um canal de subserviência e cumplicidade.

Este blog nunca teve e nunca terá a pretensão de ser o dono da verdade. Mas luta para continuar sendo um espaço democrático, principalmente de discussão de temas importantes. Como bem escreveu John Kennedy: “o conformismo é o carcereiro da liberdade e o inimigo do crescimento”. E este jornalista nunca se conformará com as injustiças.

Por fim este jornalista agradece a todos que enviaram mensagens de Feliz Natal. Feliz Natal para todos, com muita saúde e paz. O blog retorna na segunda-feira, 28.

 

Aeroporto de Aracaju

Para esclarecer a boataria em torno do fechamento do Aeroporto Santa Maria, o secretário Jorge Santana (Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Turismo) informa que de fato a ANAC proibiu a venda de passagens aéreas de/para o aeroporto de Aracaju com prazo de utilização superior a 15 dias e também pousos/decolagens com a pista molhada.

 

Obrigação da Infraero

 O motivo é a necessidade de intervenção no pavimento para aumentar o coeficiente de atrito (desemborrachamento), obrigação da Infraero. Desde ontem, o secretário e o presidente da Emsetur, José Roberto Lima, estão atuando e já obtiveram a garantia da Infraero de que a operação será feita nesta quinta-feira. Eles também estão agindo junto à ANAC para que haja a suspensão da medida, tendo em vista as garantias dadas pela Infraero.

 

Recuperação

O governador Marcelo Déda demonstrou no almoço com a imprensa que está em franca recuperação. Passou uma hora e meia apresentando o balanço dos três anos de governo e respondendo a pergunta da imprensa. Falou de tudo e até brincou quando disse que não vê a hora de tomar uma cervejinha.  Déda, mais uma vez agradeceu a Belivaldo Chagas a atenção dispensada durante todo este tempo e deu como exemplo o próprio almoço com a imprensa cuja data foi mudada para que ele participasse.

 

Chapa majoritária

Déda voltou a deixar claro que vem trabalhando para encontrar um consenso para a chapa majoritária e destacou a importância de todos os aliados.  Ele disse que o diálogo estava evoluindo “maravilhosamente” quando boatos sobre a chapa proporcional desencadearam uma série de especulações. Ele disse que a viabilização do consenso será base através de uma conversa madura e não pautado por boatos.

 

Coração não é ouricuri

Déda alertou que seu coração não é ouricuri (o coquinho conhecido também como licuri) que precisa ser quebrado com pedra para chegar a sua amêndoa. Ele disse que é preciso um debate franco e transparente.

 

R$ 1,2 bilhão

Ao falar sobre as ações do governo, Marcelo Déda disse que tem R$ 1,2 bilhão em carteira de investimentos. Apresentou números em todas as áreas. Na área da agricultura lembrou que as sementes estão sendo entregues sem a necessidade de ficarem embaixo do travesseiro de prefeito ou de vereador. Por isso o número de trabalhadores rurais beneficiados passou de 15 mil para 35 mil e Sergipe chegou a 780 mil toneladas de grãos.

 

Turismo e emprego

Na área turística Déda disse que os hotéis estão com uma grande ocupação e que o empresariado está investindo em Sergipe porque acabou o pedágio. “É uma política séria sem corrupção e malandragem”, disse, para depois desafiar a oposição a debater com dados técnicos a geração de empregos em Sergipe.

 

Campus de Lagarto

Déda disse que o governo estadual está realizando ações para viabilizar que o vestibular para o Campus de Lagarto seja realizado o mais rápido possível. Para isso vai ceder uma escola para que o curso seja iniciado com as aulas teóricas.

 

2010: lixo passado a limpo

O leitor pode anotar para cobrar. 2010 terá seu início marcado por uma lavagem literal no lixo de algumas prefeituras. Podem esperar até fevereiro. Tem uma, que deveria estar gastando em torno de R$ 300 mil com a limpeza urbana, mas mensalmente chega a R$ 870 mil. Tem gente que vai tomar não só chá, mas também um bom suco de laranja. E haja laranja.

 

Natal das Crianças, um ato de responsabilidade social

O espírito de solidariedade e responsabilidade social, motiva ha vinte e cinco anos a realização de uma das maiores festas natalinas de nossa cidade, trata-se do 25º Natal das Crianças, desde 2006 sob a coordenação do Ceinfa – Centro de Integração da Família, o evento se realizará na sexta-feira, 25 de dezembro, na Chácara São Judas Tadeu, na zona norte de Aracaju, a partir das 14 horas. O evento foi criado e idealizado pelo empresário Miro Santos. Este amo serão mais de quatro mil itens de roupas novas distribuídas gratuitamente.

 

BNB de Jornalismo: inscrições continuam abertas I

De caráter anual e aberto a estudantes e profissionais de jornalismo de todo o País, o Prêmio BNB de Jornalismo foi lançado na década de 1980, tendo sido editado até 1999, contemplando apenas trabalhos publicados na mídia impressa. Retomado há cinco anos pela atual gestão, o Prêmio tem como objetivo estimular o debate e sensibilizar a sociedade sobre a importância de ações inovadoras na área do desenvolvimento regional, com ênfase na democratização do crédito, capazes de gerar negócios mais estruturados e promover o crescimento econômico com inclusão social no Nordeste. O Desenvolvimento Regional é o tema do Prêmio BNB de Jornalismo desse ano. O total da premiação está estimado em R$ 126 mil reais.

 

BNB de Jornalismo: inscrições continuam abertas II

Podem concorrer aos prêmios profissionais, trabalhos jornalísticos veiculados no território nacional no período de 01/01/2009 a 31/12/2009, por veículos de comunicação sediados no País. E aos prêmios especiais para universitários, podem concorrer estudantes de cursos universitários de Comunicação Social ou de Jornalismo com trabalhos de sua autoria que tenham sido veiculados no mesmo período indicado, em mídias-laboratório vinculadas aos respectivos cursos. A Comissão Julgadora será composta por profissionais de Jornalismo, sob a presidência de um profissional do BNB. Desta comissão, participarão profissionais de diversos Estados, que não tenham vinculação com nenhum dos veículos empregadores dos profissionais concorrentes e as inscrições estão abertas até 08 de janeiro de 2010.

 

DO LEITOR

 

Os carmas de João Alves e José Serra

Do leitor Messias Gonçalves: “No próximo ano, será fundamental, para os futuros políticos do ex-governador João Alves (DEM-SE) e do governador de São Paulo, José Serra (PSDB) Para o primeiro, deverá que decidir se enfrenta mais uma vez Marcelo Déda, ao governo de Sergipe, colocando em risco definitivamente a sua permanência no meio político, como um dos grandes na história deste estado, ou se disputa uma vaga para o senado. Como já anunciei por várias vezes, acredito, e continuo apostando uma moqueca de Sirigado ao molho de camarão, no restaurante do Sapatão, na Orlinha do Bairro Industrial, que ele, João Alves Filho, ficará com a segunda opção. Ou seja. Disputa o senado. A única chance que ele acredita numa possível vitória, seria um racha no grupo liderado pelo governador Marcelo Déda. Só que esse suposto e esperado racha, está entre as lideranças que apoiaram o governador em 2006, e não os que chegaram após o pleito. Déda o venceu com os Amorins e toda a bancada de deputados federal e de estaduais. Candidatos proporcionais, geralmente esforçam-se primeiro nas suas próprias candidaturas. Depois é que pensam nos candidatos majoritários. E se, ele venceu João na condição de ex-prefeito de Aracaju, sem o poder e a máquina, quanto mais agora em 2010, quando está e ainda apresentará mais, essa imensa quantidade de obras espalhadas pelos quatros cantos deste estado. Quanto a José Serra, que parecia praticamente imbatível, começa a colocar os restos de cabelos de molho. Dilma Roussef está crescendo cada vez mais. Na medida em que se aproximar a campanha, a sua tendência é crescer ainda mais. Um outro fator favorável pra ela, foi o programa eleitoral, apresentado pelo Partido dos Trabalhadores, há duas semanas atrás. Mostrou o tom de como será a próxima campanha. De comparações entre os governos de FHC e de Lula. A esperança concreta que o PSDB apos ta, é que Lula poderá ter dificuldades para transferir a sua gigantesca popularidade para Dilma. Quem bem conhece o Lula, sabe que ele está escaldado em derrotas. Não duvidem que na reta final, ele venha a se afastar do cargo, para não incorrer em inúmeros processos eleitorais, assumindo o carismático Jose Alencar, seu vice, e, vá ele Lula, percorrer o país, junto com Dilma Roussef. Portanto, não é fácil, tanto para João Alves Filho e José Serra, assumirem as suas condições de candidatos, aqui para o governo e lá para presidente. Para os dois um conselho: Muita reza nessa hora”.Messias Gonçalves.

 

Sobre Pirambu I

Do leitor Rafael Marinho: Nesta ultima sexta-feira, dia 18 de dezembro, ao escutar o programa do renomado George Magalhães na OURO NEGRO FM de Carmópolis, acompanhei declarações exaltadas do Deputado André Moura, que constantemente fala em nome da prefeita Lara Moura sem sequer ocupar função no organograma administrativo da instituição atualmente comandada por sua esposa. Como é de costume escutar, chamou mais uma vez o prefeito de Pirambu de incompetente, mais uma vez o fez, sem ser provocado a isso.Tentei ligar por várias vezes para o programa no momento em que o Deputado dava a entrevista,  mas o telefone da rádio chamava e depois caía. Na segunda-feira, dia 21 de dezembro, consegui o telefone do radialista George Magalhães. Falei com ele. Muito atencioso e educado me disse que a agenda do programa estava lotada e que amanhã a Prefeita de Carmópolis estaria no ar e na quarta-feira, o Prefeito Sukita. Só que na terça-feira, ao acompanhar o referido programa o mesmo radialista cedeu um espaço de quinze minutos para que o assessor de comunicação de Japaratuba falasse sobre a chegada do Papai Noel naquela cidade. Não sou mais importante que o velhinho, mas esta noticia poderia esperar, pois o direito de resposta está garantido na nossa Carta Magna. Além do mais todos nós sabemos que Papai Noel prefere chegar escondido, sem ninguém ficar sabendo, ao contrário das minhas declarações, que os ouvintes precisavam tomar conhecimento”.

 

Sobre Pirambu II

Continua Rafael Marinho: “Desde o inicio do mandato do Prefeito Dr. Nilton não se ouviu na mídia ou da boca do próprio Prefeito palavras que atacassem a administração do ex-prefeito André Moura, apesar de serem incontestavelmente adversários políticos. Procuramos sempre fazer o nosso trabalho sem olhar para o passado, identificando problemas e tentando encontrar soluções através de prioridades e metas. Mas este que hoje é Deputado desde o começo do ano usa a rádio Ouro Negro de Carmopolis para deferir injustiças contra o atual Prefeito de Pirambu. Nesta onda de agressões unilaterais, estou sendo forçado a refrescar o povo deste Estado sobre a aberração que há em Sergipe onde o Presidente do Tribunal de Contas tem uma família inteira envolvida com crime eleitoral e improbidade administrativa. Realmente não gostaria de fazer estes comentários, pois tenho respeito pela pessoa de Reinaldo, que não tem culpa ou nome envolvido em nenhuma das denúncias feitas pelo Ministério Público. Mas seu filho, o inconsequente André, não nos deixa outra saída. O respeito pelo patriarca da família não se confunde com nosso posicionamento político, pois nós e ele não nos cumprimentamos desde 2002. Ano em que  nosso grupo político começava a se formar e que a partir de então não cultivamos amizade ou afinidade política. André deveria agir com razoabilidade pois ano que vem é ano eleitoral.  Pensaria mais antes de usar o prefeito Dr. Nilton como bode expiatório de uma cidade que ele mesmo destruiu. Quando se fala em Pirambu, o Deputado tem telhado de vidro, pois todos os indícios levam a ele. E o Prefeito de Pirambu tem bastante subsídios contra o Deputado André.  Como Zé Nilton é incompetente se o mesmo trabalhou quarenta anos na iniciativa privada em cargos de diretoria e presidência de grandes empresas? Será que o capitalismo e a concorrência do mercado de trabalho não o teria expulsado já no primeiro ano? Como Zé Nilton é incompetente se apesar de ter assumido uma prefeitura que passou pelo maior escândalo político-administrativo deste Estado, conseguiu em 2009 empenhar obras, pagar folha de funcionários em dia, décimo terceiro e prestar serviços públicos a cidade? Incompetente é quem consegue administrar problemas e conflitos com discrição, puxando o problema para se sem fazer estardalhaço sem ao menos culpar seus antecessores? Não, Zé Nilton não é incompetente. Covarde, burro e incompetente é André e a família Moura, que construíram problemas nos anos em que geriram a máquina de Pirambu, servindo como uma imoral indústria de aberrações, disparidades, imoralidades, perseguições e corrupção”.

 

Sobre Pirambu III

Prossegue Rafael Marinho: “Vamos aos fatos:  Até hoje André Moura sai na imprensa com algum processo de improbidade administrativa; O deputado está sendo processado criminalmente por compra de votos podendo inclusive ser preso; Sua esposa, Lara Moura, foi acusada recentemente de improbidade administrativa por desviar mais de 150 toneladas de carne que serviria para merenda escolar, a época em que André era o Prefeito; Processados também estão sendo Elinho, Claudinho, Nara dentre outros parentes próximos, por improbidade administrativa; Quando era prefeito de Pirambu fechou o ano de 2004 gastando quase R$5 milhões de reais somente em combustível. Com reajuste de preço e tudo, em 2009 gastamos menos de R$350 mil reais. Como ele conseguiu gastar tanto?·;  Quando era Prefeito de Pirambu o deputado André Moura, construiu um conjunto que batizou de Reinaldo Moura, a obra foi embargada pela Caixa Econômica por falta de certidões, pois construiu o conjunto em área de preservação ambiental permanente, sinônimo claro que incompetência, da mesma forma fez com um grande conjunto chamado Loteamento praia do Sol, que sob sua gestão autorizou que fossem comercializados lotes sem licença. Até hoje não houve solução e temos as casas do conjunto Reinaldo Moura embargadas, e perdemos uma grande área de expansão, que seria o loteamento Praia do Sol, pois começaram a errar já do começo (o loteamento praia do sol é onde está localizado o famoso restaurante Pirambeleza); Apesar de na sua administração a prefeitura tivesse milhões todos os meses, André criou uma dívida de oito milhões de reais no INSS, recolhia do funcionário e não repassava. Então o prefeito atual recebeu quase nada de FPM até Julho, mesmo assim conseguiu pagar a folha em dia e prestar serviços públicos à população. Para completar, semana passada recebemos a visita de um auditor. De 2004 a 2007 Pirambu tem mais uma dívida de R$4 milhões, então somados tem R$12 milhões. Só que por causa desta ultima divida perdemos a certidão do INSS novamente. Já temos um Mercado, um ginásio, uma praça, duas ambulâncias e um ônibus escolar empenhados e corremos risco de não poder contratar pois temos pendências;  André Moura plantou para que Pirambu hoje ficasse insustentável, pois distribuiu salários para centenas de pessoas ao redor do Estado com intuito de eleger sua mãe Lila Moura (em 1998 o verdadeiro ser político da família Reinaldo Moura se elegeu com pouco mais de 12 mil votos, em 2002 com royalties, Lila teve mais do que o dobro, será que ela gozava de mais prestigio que ele?) e se eleger deputado estadual com 38 mil votos, em 2006. O problema é com essa farra de salários, tinha-se que paga mensalmente ao INSS 20% do valor total da folha de funcionários, que não era pago, então a divida foi acumulando;Para fazer o aterro do povoado aguilhadas, local onde recebe todo os resíduos sólidos do município, gastamos em média R$8 mil reais por ano. Contratamos um trator para fazer a manutenção e uma retro para escavar. O grupo Moura licitava a cada dois meses o valor aproximado de setenta mil reais para realizar o mesmo serviço. quanto isto dá em um ano? Em sua a administração e na administração de Juarez Batista (todo mundo sabe que Juarez até para colocar combustível no carro tinha que pedir ao chefe de transportes indicado por André) gastava-se mensalmente mais de 450 mil reais na “recuperação de estrada primária vicinal” que ligava um povoado a outro, vale frisar que os trechos nas cartas convites eram de R$147.000,00 reais cada, numa área de apenas cinco quilômetros. Foram milhões só nisso, em licitações irregulares sem fiscalização. Quem é prefeito sabe que esse serviço é feito pela equipe do DER que o faz com competência a um custo quase zero para o município.

 

Sobre Pirambu IV

Conclui Rafael Marinho: “Estradas vicinais sempre foram um problema para Pirambu, tanto é que o Governador Marcelo Déda está lutando para asfaltar a SE-100. Na época dos Mouras as estradas eram tão ruins quanto hoje devido a extensão e trechos realmente precários.  Então para onde ia esse dinheiro, já que nada era feito?;  Enquanto o grupo Moura sabia que Pirambu agonizava necessitando de obras de infra-estruturas urgentes, como por exemplo o saneamento básico da cidade, reestruturamento do setor pesqueiro, calçamento de povoados, licitava obras de pavimentação e calçamento de ruas onde até hoje são meras estradas de terra, como é o caso da rua que liga o povoado aguilhadas ao Alto da Boa Vista. Para onde foi esse dinheiro?; Ainda, para gerar dividendo político para a esposa Lara, fazia calçamento em  Japaratuba com recursos de Pirambu. Tendo sido inclusive alvo de processo por isso. Pirambu foi condenado a pagar a Japaratuba mais de R$2 milhões de reais. Com tanta gente empregada naquela época o Ministério Público, com razão, determinou que fosse feito concurso público, então hoje a folha de efetivos praticamente triplicou! São mais de 350 mil reais só de efetivos gerado despesas fixas enormes para uma pequena cidade que hoje não goza mais de tudo aquilo que tinha;  Sergipe sabe que as obras realizadas na primeira administração de André foram feitas pelo ex-governador Albano Franco. Naquela época recebíamos o então deputado Reinaldo Moura em nossa casa (quando André era prefeito) que pedia a Dr.Nilton (que era executivo das empresas de Albano, tendo muita aproximação) para que o Governador despachasse para Pirambu. Tenho inclusive um depoimento do visionário Albano que comprova isso. Prova disso é a pergunta que deixo no ar. No Governo de João, o que os Mouras construíram em Pirambu com verba estadual?;  André Moura em 2007 foi ao ar chacotear o ouvinte sergipano com mentiras. Dizia que Juarez Batista comandava a prefeitura de Pirambu, mas contra fatos não há argumentos, pois na gestão de Juarez tínhamos o seu cunhado como Secretário de Finanças e Planejamento Elinho (que assinavam todos os cheques, inclusive esses de recuperação de estradas e calçamentos fantasmas),  a Secretária de ação social, Nara, cunhada de André, Secretário especial de Governo, Claudinho, primo de André, que alternava também como Secretário de Obras. Fora Antonio Carlos que alternava com Elinho a Secretaria de Finanças (este Carlos é o atual Secretário de Finanças de Japaratuba). Tenho todos os decretos em mãos; O prejuízo com distribuições de salários ao redor do Estado, licitações irregulares, desvios e outros é da ordem de R$62 milhões de reais, que simplesmente sumiram! Então André Moura é competente, um mágico competente”.

 

Participe ou indique este blog para um amigo:

claudionunes@infonet.com.br

 

Frase do Dia

“É preciso que surjam rebeldes. Sem eles, esses “malditos”, a pasmaceira sergipana jamais seria perturbada pela coisa inusitada entre nós, que é a contestação do poder”. Luiz Eduardo Costa, no prefácio do livro do titular deste espaço.

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários