Nove votos. Pequenez de um governo

0

É simplória culpar a derrota do governo ontem, 30, na Assembleia, com a indicação do novo conselheiro do Tribunal de Contas, apenas à força política e os métodos utilizados pelo empresário Edvan Amorim. A discussão deve ser mais profunda,  analisando principalmente as causas que levaram ao atual momento político em Sergipe.

Ao invés de procurar quem “traiu” quem, é preciso lembrar que a votação de ontem é mais um reflexo da falta de ação e relacionamento do governador Marcelo Déda com os deputados estaduais. Déda teve muito tempo, até o início deste ano, para formar uma base não apenas aliada, mas comprometida com o projeto que comanda, mas não fez por onde.  Não com troca de favores e cargos, mas algo bem maior. O relacionamento ficou apenas no nível de troca de poder, de liderança e liderado, sem gestos de amizade, cumplicidade, gratidão e reciprocidade fraterna.

O resultado de ontem, com a base governo Déda tendo apenas nove votos e deixando em duvida qual dos deputados governistas optou pela abstenção, queiram ou não os mais ardorosos partidários do governo, foi uma aula de como fazer política pela disputa do poder.

Foi um ensinamento político que merece uma reflexão profunda das lideranças governistas.

Poder e desenvolvimento
E anote: os deputados aprovarão nos próximos dias o projeto do Proinveste. O episódio de ontem foi uma votação pela disputa do poder. E o projeto de empréstimo envolve o desenvolvimento do Estado e benefícios para todos os sergipanos. O bom senso prevalecerá.

Na Justiça
Susana Azevedo foi eleita conselheira obtendo 13 votos. Belivaldo teve 9 votos e um deputado se absteve. Além da ausência do deputado Adelson Barreto.  Os governistas vão ingressar na Justiça alegando que Gilmar Carvalho, que entrou no lugar de Susana ontem, não poderia participar da votação porque seria beneficiado, conforme o regimento interno e a decisão da votação ser secreta e não aberta.

Posição de Déda
Pelo twitter, logo após a votação o governador escreveu: “O TCE acaba de perder um grande Conselheiro, mas o Governo continuará contando com um excepcional Secretário de Educação: Abração,Belivaldo!”.  E logo após: “À Conselheira Eleita, Deputada Suzana Azevedo, meus cumprimentos e votos de uma feliz presença no TCE”.

Gualberto e a “cara para bater”
De toda a colcha de retalho que sobrou da bancada governista um nome se destaca: Francisco Gualberto. Gostem ou não do estilo dele, Gualberto não tem duvidas de suas convicções e coloca “a cara para bater” em todos os temas. Talvez, por isso muitos critiquem sua atuação, mas os grandes homens não aceitam “meia sola” nem “meio termo”.

Voto quase certo
Até a última quinta-feira à noite o bloco governista contava com o voto da deputada Goretti Reis. Segundo um parlamentar da situação ela tinha se comprometido com dois principais apoiadores da campanha dela: o irmão e ex-deputado Jerônimo Reis e o empresário Zezé Rocha. Agora o caldo entornou de vez no bloco dos Reis em Lagarto.

Museu da Gente Sergipana: 1º lugar "Melhor da Arquitetura 2012", na categoria restauro
O Museu da Gente Sergipana ficou em 1º lugar na premiação do "Melhor da Arquitetura 2012", na categoria restauro. A divulgação dos ganhadores aconteceu ontem 30, à noite, em uma cerimônia realizada no memorial da América Latina. Receberam  o prêmio em nome do povo sergipano  a Presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira, a Diretora Administrativa, Maria Avilete e Ézio Déda, Superintendente do Instituto Banese.

Vitória
Para a Presidente do Banese, essa é uma vitória de todo o povo sergipano. "Ficar em primeiro lugar é uma vitória para Sergipe. Deixar nosso Museu como referência no Brasil e no cenário internacional era a nossa meta", destaca Vera. A escolha dos finalistas foi feita por uma equipe técnica de curadores que analisaram diversos itens e resultados práticos obtidos pelas obras. O público também participou da escolha através do site da premiação.

Atração do ano do Guia Brasil 2013
Para completar a fase reconhecimentos nacionais do Museu da Gente Sergipana, o Guia Quatro Rodas, do site Viajeaqui, divulgou nos últimos dias uma matéria respeito do Museu da Gente Sergipana, localizado em Aracaju. A publicação destaca os diversos recursos interativos e de multimídia que são utilizados pelo Museu para mostrar as origens, cultura, culinária, hábitos, natureza e folclore do Estado de Sergipe.

Matéria
“Museu da Gente Sergipana, em Aracaju, é a atração do ano do Guia Brasil 2013”, diz o titulo da reportagem publicada no site, no último domingo, 28. Além disto, a publicação traz diversas fotos do Museu e fala sobre a vitória do “maior e mais moderno museu do Nordeste” no ‘Prêmio O Melhor do Guia Brasil 2013’.

Mendonça volta a defender Proinveste
Pelo twitter o deputado federal Mendonça Prado, do DEM, voltou a defender a aprovação do projeto do Proinveste. Ele escreveu: “Impedir que Sergipe receba recursos para aquecer a economia e melhorar a infraestrutura em função de uma disputa política é mediocridade. Faço oposição ao governo, mas não sou contra o estado. Recursos para investimentos são dificílimos e Sergipe não pode perder oportunidades”.

Mendonça também votação do Plano Diretor de Aracaju
Ainda pelo twitter Mendonça Prado fez questão de deixar marcada a posição dele sobre a votação do Plano Diretor pela Câmara de Aracaju: “O plano diretor deve apresentar normas que organizem o crescimento da cidade, e não regras de proteção aos interesses dos empreiteiros”.

Importância do Proinveste
O empresário e presidente da Associação Sergipana de Obras Públicas e Privadas (Asseopp), Luciano Barreto, afirmou, durante almoço do governador em exercício, Jackson Barreto com a classe empresarial para que o Governo de Sergipe explicasse a aplicação dos  recursos dos empréstimos do Proinveste, ontem,30, não ter dúvida da importância vital de se investir em infraestrutura.

Importância
“Nós torcemos muito para que este projeto seja aprovado e as referidas obras tocadas nos prazos previstos. Nós também não temos dúvidas da importância que este investimento representará para todo o conjunto da economia sergipana. Como atuamos na construção civil, que é um dos segmentos mais atingidos quando há crescimento econômico, acreditamos que esse impulso trará benefícios significativos na geração de empregos, aumento de renda e, consequentemente, maior demanda por imóveis promovendo um aquecimento no setor”, opinou o empresário.

Gilson torce pela aprovação
Já o coordenador do Fórum Empresarial e presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Sergipe (FCDL), Gilson Figueiredo, afirmou que os empresários ficaram contentes com a exposição dos investimentos previstos por esse programa e estão somados na expectativa de sua aprovação.

CTB/SE também defende aprovação
O  presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB/SE), Edival Góes entende o debate entre os parlamentares é salutar e democrático, mas é preciso chegar a um acordo para que o Estado não seja penalizado. "É natural que os deputados queiram analisar todos os detalhes do projeto e obter todas as informações sobre como esses recursos serão aplicados antes de aprovar o projeto. O que não se pode é perder o prazo limite e impedir o Estado de contrair o empréstimo", afirma.

Transição em Aracaju
Ontem, 30, aconteceu mais uma reunião do prefeito eleito João Alves com o prefeito Edvaldo Nogueira sobre a transição em Aracaju. A equipe do novo prefeito será coordenada pelo vice, José Carlos Machado. A equipe de transição se reunirá em instalações públicas da Prefeitura e paralelamente num escritório particular, na rua Pacatuba, no Centro da cidade.

Encontro proveitoso
Segundo João, esse novo encontro com Edvaldo foi proveitoso porque o prefeito se mostrou proativo, cooperativo, e tomou a iniciativa de passar informações capitais sobre o funcionamento do Poder Público municipal. O coordenador da equipe de transição do prefeito eleito João Alves Filho, o seu vice José Carlos Machado, deixou a reunião animado com as informações passadas por Edvaldo Nogueira.

Plano de Mobilidade
Na reunião, o prefeito Edvaldo informou que o Plano de Mobilidade Urbana, com o elenco de obras na ordem de R$ 110 milhões, estão  assegurados pelo Ministério da Cidade. Outra novidade garantida por Edvaldo a João Alves foi a de que os recursos para a construção da maternidade municipal, orçada em R$ 18 milhões, já estão reservados para o futuro prefeito.

Marcélio Bonfim reafirma denúncia e é testemunha dos estudantes
O ex-vereador de Aracaju, Marcélio Bonfim, que foi um dos perseguidos e torturados em Sergipe, durante a ditadura militar, disse ontem que será testemunha dos estudantes que estão sendo processados pelo médico José Carlos Pinheiro por conta da denúncia (com base numa declaração de Marcélio na Câmara) de que o profissional de medicina torturou presos políticos naquele período.

Açougue da ditadura
Marcélio Bonfim disse que só poderia pedir desculpas ao médico por não ter  criado este constrangimento mais cedo e o episódio já estaria esquecido hoje. “Do açougue da ditadura militar em Sergipe tinham três oficiais médicos, um do exército, outro da PM e outro da marinha. E um deles era Pinheiro”, lembrou, afirmando que jamais pedirá desculpas a um torturador.

Missa do sétimo dia – Juciara Menezes
Será  celebrada hoje, 31, a missa do sétimo dia do falecimento da dentista Juciara Menezes, na igreja do Conjunto Santa Lúcia, às vinte horas e  trinta minutos. Ela foi vítima de acidente automobilístico na BR-235 e era cunhada do vereador por Aracaju, Juvêncio Oliveira.

Senador sugere encontro anual para fortalecer cultura do país
Durante audiência pública com a Ministra da Cultura, Marta Suplicy ontem, 30, na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), o senador Valadares (PSB) sugeriu a criação de um encontro anual para fortalecer a cultura do País. "Como governador de Sergipe participei de vários eventos culturais, que existem em todo o Brasil não só para divulgar as ações dos governos, mas para evidenciar as manifestações regionais. Por isso, seria importante a criação de um encontro, coordenado pelo Ministério da Cultura, realizado anualmente em um estado, para valorizar e contribuir para o enriquecimento da cultura do País", reforçou o senador.

Virada Cultural em Sergipe
A ministra Marta Suplicy recebeu muito bem a sugestão. "Trata-se de uma ideia maravilhosa, senador Valadares, que podemos chamar de "Semana da Virada Cultural", e em homenagem a Vossa Excelência começará em Sergipe", declarou. A ministra enfatizou que a ação pode marcar, inclusive, o início dos eventos do Ministério da Cultura por ocasião da Copa das Confederações em 2013.

Em Brasília
A prefeita eleita de Itaporanga D’ajuda, Maria das Graças, “Gracinha” (PSDB), está em Brasília. Ela viajou em busca de recursos para o município através de emendas parlamentar ao Orçamento da União de 2013. Gracinha estará visitando o gabinete dos deputados federais e senadores sergipanos apresentando suas principais reivindicações. Entre as prioridades da prefeita eleita estão a revitalização da Orla da Caueira, calçamento de diversos povoados e dos conjuntos Santo Antônio e José Sobral Garcez, ambos na sede. Com relação à transição, Gracinha já encaminhou ofício ao prefeito César Mandarino (PSC), e aguarda seu retorno para iniciar os trabalhos.

Encontro dos Banesianos
A Associação dos Aposentados e Pensionistas do Banese (AFABANESE), AABanese eo Sindicato dos Bancários, convidam todos os banesianos aposentados eativos para iniciaro debate sobre o Novo Plano Sergus, hoje, 31, às 19hs na Associação Atlética Banese, na Coroa do Meio.Logo após uma boa música na voz de Carlos Moreno.

Sebrae e BB assinam acordo de cooperação técnica
Empreendedores individuais e proprietários de micro empresas podem ter acesso a uma nova linha de crédito disponibilizada pelo Banco do Brasil, o MPO – Microcrédito Produtivo Orientado. E foi com o objetivo de divulgar ainda mais para a classe empresarial essa novidade que o Sebrae e o BB assinaram um acordo de cooperação técnica.

Dificuldade
Segundo Antonio Carlos Araujo, presidente do Conselho Deliberativo Estadual, o Sebrae vai cumprir o papel de disseminar e facilitar o acesso ao microcrédito orientado, especialmente para os empreendedores de pequeno porte que muitas vezes têm dificuldade de acesso as informações e não aproveitam muitos benefícios que são disponibilizados pelas instituições. “É uma excelente oportunidade para aquele empreendedor que necessita melhorar a estrutura do seu negócio, trocar equipamentos, ou simplesmente capital de giro”, destaca Antonio Carlos.

Negócio
Para Lucia Helena Cuevas, superintendente do Banco do Brasil em Sergipe, a grande diferença dessa nova linha de crédito é o fato de ser orientada para empreendedores individuais e micro empreendedores, pessoas que muitas vezes não têm acesso ao sistema financeiro. “A proposta é alavancar o negócio do artesão, do dono de lanchonete, do vendedor ambulante, da cozinheira que vende comida para fora, da cabeleireira, vendedora de cosméticos. A taxa de juros é bem pequena e dependendo do valor não é necessário garantia, vai de caso a caso, mas o empreendedor necessita ter conta no Banco do Brasil”, explica Lucia Helena.

Alfamaweb lança site com novidaedes
Nesta próxima quinta-feira, dia 1º, o Grupo Alfama colocará no ar o novo site da Alfamaweb, uma das empresas da organização. O lançamento faz parte das comemorações pelos 10 anos da empresa no mercado sergipano e marca a consolidação do grupo fora do Estado.

Inovação
Desenvolvido pela equipe da Alfamaweb, o novo site preza pela fidelidade ao estilo já conhecido no mercado web de Sergipe, além de disponibilizar diversos depoimentos em vídeo de clientes da empresa. "Sempre procuramos inovar nos nossos produtos. Trabalhamos com o mesmo afinco todos os dias para oferecer o que há de melhor aos nossos clientes. Desenvolver um site nessa maneira para a empresa, também faz parte dessa postura da Alfama. O site que será apresentado tem um estilo simples e funcional, além de algumas novidades", ressalta Toninho Garcez, diretor de Tecnologia do Grupo.

Novidade
Além de conhecer os trabalhos desenvolvidos pela Alfamaweb, os internautas terão acesso ao AlfamaUsuarômetro, um sistema que contabiliza o número de acessos não só ao novo site, mas a todos as páginas desenvolvidas pelo Grupo.

Dinamismo
"Nossa intenção é oferecer algo bem dinâmico e interessante para os internautas. Com o AlfamaUsuarômetro  todos que acessarem o site saberão quais os produtos da Alfamaweb estão sendo conectados naquele exato momento. Algo inédito aqui no Brasil", explica. O site estará no ar às 15 horas do dia 1º de novembro.  Acesse alfamaweb.com e acompanhe a contagem regressiva.

Flagrantes esportivos
Reunião do Conselho Arbitral acontece hoje à tarde, na FSF. /// Presidente Carivaldo voltou atrás e garante trânsito livre à imprensa. /// Novo projeto para o campeonato neutralizou algumas posições contrárias. /// Atlético Mineiro enfrentará o Flamengo, esta noite, no Estádio Independência, em Belo Horizonte. /// Galo precisa vencer para continuar aspirando ao título brasileiro de 2012. ///José Maria Marin disse que não quer ver o Palmeiras prejudicado. /// Recurso do verdão ainda não tem data para julgamento. /// Até o mundial de clubes, o Chelsea terá 11 jogos, entre clássicos e decisões. /// Enquanto isso, o Corinthians treina e cumpre tabela no campeonato brasileiro. /// 850 milhões de reais. Este é o montante dos empréstimos que serão concedidos pelo BNDES às empresas de energia elétrica localizadas nos 12 estados que serão sedes da Copa do Mundo de 2014. 

Curtas
Suzana Azevedo vence eleição para a vaga no TCE – Tribunal de Contas do Estado. /// Belivaldo Chagas apela da decisão, apontando irregularidade na condição de voto a Gilmar Carvalho. /// Assunto será decidido pelo poder judiciário. /// Resultado de ontem preocupa as hostes do governo estadual. /// Votação do empréstimo ainda não tem data marcada. /// Pleito municipal de 2012: candidatos da situação perderam na maioria dos 85 municípios mais importantes. /// Furacão/tempestade SANDY prejudica a vida de 60 milhões de americanos. /// Atos de campanha são suspensos nos EUA. /// Últimas pesquisas registram empate entre Obama e Romney. /// Eleições americanas serão realizadas no próximo dia 6 de novembro. /// Jorge Carvalho fará palestra na Semana do Aposentado do Banco do Brasil. /// Kassab afirma que dará apoio incondicional ao novo prefeito de São Paulo. /// Michael Phelps passa um dia no Rio de Janeiro valorizando a prática desportiva.

PELO TWITTER

www.twitter.com/edivarjunior A vida está cheia de desafios que, se aproveitados de forma criativa, transformam-se em oportunidades.

www.twitter.com/mendoncaprado São alarmantes os índices de criminalidade constatados em Sergipe. A evidente falta de planejamento é o principal motivo. Que vergonha!

www.twitter.com/georgelemos1986 Redes sociais podem trazer problemas? Óbvio. Mas trazem gente boa também, que nunca encontraríamos sem elas. Aos amigos virtuais, saudações!

www.twitter.com/laysmillena  É melhor se entristecer com a verdade do que vibrar de alegria com a ilusão.

www.twitter.com/NadjaPiauitinga  Quando um excelente profissional vira um político conservador, manipulador e calculista. Sergipe podia fazer essa análise.

www.twitter.com/henriclay Eleição p/ Conselheiro do TCE e o Proinvest são temas emblemáticos da Assembleia Legislativa de Sergipe pela disputa fraticida do poder.

www.twitter.com/marcosaurelio23 A eleição da Mesa da ALESE foi em fev. Até hoje, quem votou contra o Governo mantém os CC´s. Como é que queria ganhar, se não construiu?

www.twitter.com/FalaSergipe  Continuarei emitindo minha opinião sobre diversos assunto, mas sem atacar pessoas.

ARTIGO

Empréstimo ou não empréstimo: Eis a questão.O PROINVEST e os trabalhadores sergipanos    por Alexis Pedrão*

     O governo Déda propõe para a sociedade sergipana a aquisição de um empréstimo financiado pelo PROINVEST e CPAC – operações de crédito criadas pelo governo federal – no valor de R$727 milhões. O argumento, obviamente é o de "trazer melhorias para o estado". O governo enviou o projeto para a aprovação na assembleia legislativa e os deputados de oposição tem protelado o assunto, com o argumento de "estudar e entender o projeto para não endividar o estado". Os blocos políticos no estado tem acirrado a disputa por meio dessa discussão. Mas, há questões não ditas que estão por trás, e que envolvem diretamente o cotidiano de nossas vidas e nossas lutas. Quais os motivos do projeto? Em que contexto se insere? Como fica a situação dos funcionários públicos e dos trabalhadores?
     Em primeiro lugar, este empréstimo é resultado da crise do capitalismo em escala mundial. Este foi um dos esclarecimentos do próprio secretário da fazenda, João Andrade. Aquela mesma crise tratada por Lula como uma "marolinha" em 2008 e que hoje leva milhares de trabalhadores a se movimentar contra os planos de austeridade na Europa, realizando diversas greves gerais. A crise é extremamente atual. E nesse momento, o governo Déda tem caminhado no sentido de prejudicar a maioria da população, pois faz a opção política pela prioridade de pagamento de amortizações da dívida do estado, em detrimento do aumento de investimentos em saúde, educação e segurança pública.
Num momento de crise dos bancos e grandes empresários o governo quer transferir a conta para os trabalhadores. Não podemos aceitar essa lógica. Entre pagar a dívida do estado ou resolver o caos na saúde e pagar o piso dos professores nós ficamos com as últimas opções. Contudo, o governo Déda honra os compromissos com os ricos e passa por cima do povo. Os valores e objetivos do projeto apresentado pelo governo são categóricos: R$145 milhões para amortizações da dívida do estado; R$45,4 milhões para a saúde; R$44,1 milhões para a educação; R$27,6 milhões para segurança pública e R$5 milhões para habitação. Prioriza nitidamente a maior parte das verbas do empréstimo para pagamento da dívida.
Em Sergipe, de acordo com o secretário da fazenda: "Em três anos pagamos perto de R$ 800 milhões de dívidas de governos anteriores. Em 2010 pagamos R$ 210 milhões, em 2011 foram R$ 193 milhões e em 2012 foram pagos R$ 148 milhões", lembrando que em seis anos foram pagos R$ 1,5 bilhão da dívida do Estado. Ainda de acordo com o secretário, com o novo crédito não haverá problemas futuros para os cofres: "Em 2013 serão pagos R$308 milhões da dívida, e em 2014 serão pagos R$322 milhões".
O pagamento da dívida hoje é um dos maiores problemas do país. Sergipe segue no mesmo ritmo. De acordo com dados oficiais, o Brasil comprometeu 45,05% do orçamento em 2011 e 47,19% em 2012 com o pagamento de juros e amortizações da dívida enquanto com educação os gastos ficaram em 2,99% e 3,18% do orçamento nos mesmos anos. Por isso os nossos direitos básicos estão falidos. Em tempos de crise, sofremos ainda mais os impactos desse modelo econômico. Nacionalmente existe uma proposta de auditoria da dívida e foi criada no congresso nacional, por iniciativa do PSOL, a CPI da dívida pública. Essa sangria dos recursos públicos precisa ter um fim.
Os trabalhadores devem discutir a fundo a questão do empréstimo, bem como a situação financeira do estado. O governo tem avançado forte, com cartas e apelos dos seus parlamentares, publicidade em jornais e até mesmo com participação ativa do governador, mesmo em situação delicada de saúde. Por outro lado, a oposição de direita, conservadora, não tem moral para questionar o empréstimo por diversas razões. Quando eram governo sequer poderiam pedir empréstimos dessa natureza em razão da situação das contas do estado. No restante do Brasil, os mesmos partidos dessa oposição em Sergipe, já aprovaram o empréstimo nas assembleias, uma vez que o programa é para diversos estados. E por último, alguns dos partidos da oposição em Sergipe, na verdade são da base aliada do governo federal. Ou seja, fazem na assembleia meros discursos de conveniência política, que nada tem a ver com coerência ou defesa do povo sergipano.
Por isso não podemos ficar reféns apenas dessa disputa entre governo e oposição de direita. Precisamos nos posicionar e ampliar o debate. Alguns setores da classe trabalhadora sergipana expressaram opinião recentemente. Achamos que esse é o caminho. Entretanto, como era de se esperar, alguns grupos se resumiram ao apelo de dizer que o projeto é bom para gerar empregos, sem fazer as necessárias ponderações, com o intuito de não desgastar o governo, como é o caso da CTB.
A nossa posição perpassa pelo entendimento de que a crise é extremamente atual e tende a se intensificar. Essa política econômica do governo federal envolvendo o estado de Sergipe se caracteriza pela remuneração do capital financeiro e pelo estrangulamento dos direitos sociais. Empréstimo para priorizar pagamento da dívida pública não é o caminho correto. Deveríamos discutir não somente questões técnicas de capacidade de endividamento do estado, mas prioritariamente para onde vai esse dinheiro. Senão, o que estamos vendo acontecer é mais um ano sem aumento real para os trabalhadores, não cumprimento da lei do piso para os professores, completa falência da saúde e segurança pública e a não concretização do plano de carreira dos servidores da administração geral e da educação, para citar alguns exemplos.
Os sindicatos, entidades estudantis, associações, partidos de esquerda, movimentos sociais precisam se manifestar sobre o tema. E de forma crítica. Parece-nos que a situação do estado é ruim e sem o empréstimo ficará ainda pior. E a pergunta é justamente como chegamos a esse ponto? Enquanto o governo mantiver essa política econômica de ficar preso ao pagamento da dívida, não conseguiremos avançar em nossos direitos. Seremos como cachorro correndo atrás do rabo. Ou se invertem as prioridades ou não se governa para a maioria da população.
É por isso que com empréstimo ou sem empréstimo precisamos manter e unificar a luta em defesa dos nossos direitos, através de uma agenda de debates e ações, firmando uma posição contra o governo e os oportunistas de direita. Outras batalhas importantes vêm pela frente, a exemplo do planejamento orçamentário, e precisamos construir novos rumos para a classe trabalhadora sergipana.

*Alexis Pedrão é servidor público estadual da educação, oposição ao SINTRASE, militante do Mov. Não Pago e presidente do PSOL em Aracaju.

ARTIGO

Governo está colhendo o que plantou!  Por Marcos Aurélio*

Governou com adversários, desprezando aliados. Esse é o resultado: derrotas!
Quando os sergipanos, em 2006, foram às ruas do Estado comemorar a vitória do Povo, sim, poucas eram as lideranças políticas que abraçaram o "menino" naquela campanha eleitoral marcante e histórica. Após a festa da Vitória, algo que se repete em todas as eleições, os perdedores arrumam, ou tentam arrumar as gavetas e os vencedores passam a administrar uma infinidade de pedidos de CC´s, de Espaços e outras vantagens atraentes do Estado. E com Marcelo Déda isso não foi diferente. Onde ele ia, estava lá uma procissão de figuras, figurinhas, e figurões a lhe bajular, se posicionando em lugares por onde ele passaria para lhe acenar e dizer, "olhando nos seus olhos", Governador, eu estou aqui viu!

Com o passar dos primeiros meses de 2007, aqueles que foram às ruas sonhando em construir um novo Estado, começou a perceber que o Novo, estava vestido de "velho". O Vermelho da campanha, deu lugar ao Verde do Adversário. Tem até o ato histórico de uma Diretora de Escola que reassumiu o Cargo, vestida de Verde, afrontando os que foram às ruas pedir votos para Déda. Ela havia feito campanha para o Adversário João Alves.
Final de 2008, Nilson Lima é retirado da Sefaz, por querer ser Deputado Federal. Que mau faria Nilson numa Câmara Federal, o que Sergipe perderia com esse sergipano honesto, ético e competente no Congresso Nacional? Saiu, mas deixou em Caixa R$ 1 bilhão.
Chegamos a 2010. Pra derrotar o Verde, agora vestido de Azul, Déda, minado por dentro, já que muitos assessores, ou eram aliados de João, ou eram semi-deuses, sem cheiro de povo. Ganhou a eleição, mas pra isso teve que vender a alma aos Amorins (já escrevi sobre isso). O segundo governo, uma colcha de retalhos mal amanhada, sem liga forte, não poderia ter durado muito tempo. Não durou! O racha foi oficializado em fevereiro de 2012, na eleição da Mesa Diretora. Primeira Derrota imposta pelos Amorins, num ato Político. As eleições municipais foram outra demonstração de força dos Amorins. Só vacilaram em Aracaju. Atuaram como coadjuvantes, ou quase figurantes, apenas para compor, sem direito a falas.
No interior do Estado, nas principais cidades, o que vimos foi um massacre. Itabaiana, Capela, Simão Dias (a casa do Governador e do Senador Valadares), Umbaúba, derrotando o próprio PT. Os Amorins deram o show de habilidade política. Alguns questionam os modos, falam pelos cantos, mas ninguém, ou quase ninguém faz o enfrentamento público com o Grupo dos "Amoras".
Agora, a eleição do TCE-SE. Dois candidatos, Suzana Azevedo e Belivaldo Chagas. Ficou claro que a Casa Legislativa não escolheu o melhor entre ambos. Os dois possuem qualidades para o Cargo. A disputa, mais uma vez, foi entre Déda x Amorim e Déda, perdeu de novo e perderá todas as próximas disputas políticas que entrar! Por que? Simples, Déda aplicou, em demasia, a regra ensinada pelo Príncipe Maquiavel, que ensina não valorizar tanto os amigos, pois esses já estão ao seu lado e atrair os inimigos, valorizando-os.
Isso tudo sem contar que após seis anos no Comando do Governo Estadual, ninguém consegue identificar, dentro dos Assessores do Governo, uma só alma devidamente autorizada e capacitada para ARTICULAR as questões de interesse do Governo. Do outro lado, dos Amorins, enquanto o Senador desenvolve as Ações administrativas, junto ao governo Federal, de quem são aliados, o irmão, Edivan Amorim é o próprio ARTICULADOR. Sem contar que aqueles que lhes cercam, têm acesso fácil, rápido e confiável para construir suas bases.

E por fim, os Governistas não sabem o que querem! Os Amorins já traçaram seu objetivo (Governador) desde 2006, quando Eduardo foi eleito Deputado Federal. Como já disse ao próprio Eduardo, o seu projeto parece um Boeing em pleno voo, todo revisado, tripulação satisfeita, suprimentos garantidos, há 800km/h. Do lado do Governo, ainda não definiram sequer, o nome do candidato. O avião, está no solo, precisando de peças importantes, mas não tem dinheiro pra compra-las. Combustíveis? O crédito acabou no Posto! Até mesmo a tripulação, com exceção de poucos, estão dispostos a entrar na aeronave.
Não sabem eles que 2014 já é logo ali!

*Consultor de Administração, Marketing e Comunicação Social/Tesoureiro do PPS – Sergipe.marcosaurelio23pps@hotmail.com  – @marcosaurelio23  – Facebook: Marcos Aurélio ADM SE

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun  

Frases do Dia
“Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade”.

“Tenho apenas duas mãos e o sentimento do mundo”.

Carlos Drummond de Andrade, poeta, contista e cronista brasileiro, nasceu em 31 de Outubro de 1902 (110 anos do nascimento) e morreu em 1987.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários