O bom atendente

0

O bom profissional no atendimento ao consumidor tem de ter alguns atributos para saber se relacionar bem com o cliente.
Umas das qualidades pessoais que devem ter:

Gostar de servir e de atender as pessoas;
Saber ouvir e ter interesse em resolver os problemas ( profissionais que colocam objeções em tudo são descartados);
Ter capacidade de se comunicar (utilizando os diversos meios) e ser claro e objetivo;
Ser educado, prestativo/atencioso e simpático (sem subserviência);
Ser ético e responsável nas relações;
Saber atuar sob pressão.

Profissionais com apatia no atendimento, frieza nas relações e falta de conhecimento da empresa ou sobre os produtos e serviços, afastam os clientes da empresa. 
Esses profissionais do front-office também precisam ser motivados pela empresa tendo bons salários, premiações, incentivos, benefícios e reconhecimento para estarem motivados em atender bem.
O compromisso com o bom atendimento irá trazer satisfação e desenvolvimento para ambos.

Existem alguns comportamentos que o bom atendente deve saber:

Sempre visualizar os clientes, principalmente àqueles que ainda não estão sendo atendidos. Cumprimentar e informar que logo estarão sendo atendidos.

Quando ouvir chamada telefônica, dar prioridade a quem estiver pessoalmente na empresa.

Atenda elegantemente. Ouvir com atenção e responder com solicitude. (muitos profissionais não falam explicados e ainda não olham para os clientes)

Mantenha a eficiência conhecendo o trabalho que corresponde para você.

Não deixe transparecer os efeitos causados por aborrecimentos, a famosa “cara feia”.

Não fique balbuciando e reclamando sobre algo que você desaprova. Tome alguma atitude posterior à saída do cliente.

Discreto e sem intimidades. Não relate a sua vida pessoal e nem dê opinião nos problemas do cliente.

Conversas pessoais paralelas com o desenvolvimento dos afazeres profissionais denotam desaprovação e falta de atenção.
Não divida as responsabilidades de seus deveres com outro colega de trabalho.

Não ache graça do tipo ou expressão regional dos clientes.

Cuidados especiais ao tratar de crianças, inválidos, doentes e urgências.

Respeitar o próximo como gostaria de ser respeitado.

Atender como gostaríamos de ser atendido.

Providenciar os meios necessários para o bem estar de todos.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais