O presente de Natal ideal para os políticos

0

Fosse possível, os políticos aprovariam uma lei obrigando Papai Noel encher o saco de votos em número suficiente para elegê-los pelo resto de suas vidas. Como não podem, vão colocar os sapatos nas janelas pedindo como presente a garantia da eleição em 2022. O ex-governador Jackson Barreto (MDB) sonha em se eleger senador, mesmo desejo do médico Eduardo Amorim (PSDB). Se escrevesse uma carta ao bom velhinho, o senador Rogério Carvalho (PT) pediria a sua eleição para o governo de Sergipe. Também aceitariam esse mimo o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), o conselheiro do Tribunal de Contas, Ulices Andrade e outros menos votados. Modesto, o senador Alessandro Vieira (Cidadania) espera que Papai Noel coloque em seu sapatinho a Presidência da República. Enquanto a maioria dos políticos quer uma eleição de presente, a vice-prefeita de Aracaju, Katarina Feitoza (PSD), se contentaria em ver Edvaldo eleito governador, para herdar a Prefeitura da capital. Como Papai Noel não existe, todos vão continuar acalentando os sonhos até a abertura das urnas, em outubro de 2022. Um aviso: os derrotados poderão reclamar com Papai Noel no Natal do próximo ano. Crendeuspai!

Caiu no bisturi

O ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB) está convalescendo no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, após uma bem sucedida cirurgia cardíaca. Vavá descobriu que estava com quatro artérias coronárias entupidas, durante exames clínicos de rotina feitos em Aracaju. Após a cirurgia, o ex-senador pediu ao filho Vavazinho (PSB) para agradecer aos amigos pelas orações por seu pronto restabelecimento. Melhoras!

Desigualdade

O sistema tributário brasileiro provoca um tipo mais profundo de injustiça, pois onera proporcionalmente os mais pobres em relação aos mais ricos. Pesquisa feita pelo Instituto de Estudos Socioeconômicos revela que os 10% mais pobres da população comprometem 32% da renda com o pagamento de tributos. Para os 10% mais ricos, o peso dos tributos cai para 21%. Nos 10% mais pobres da população, 68,06% são negros e 31,94%, brancos. A faixa mais desfavorecida é composta por 45,66% de homens e 54,34% de mulheres. Marminino!

Nove a zero

Da última quarta-feira pra cá a Polícia de Sergipe mandou para a terra dos pés juntos nove acusados por vários crimes. Todos teriam reagido à voz de prisão, sendo mortos durante confrontos a tiros. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, os nove infelizes eram suspeitos por tráfico de drogas e roubos em Aracaju e na região Centro-Sul do estado. Graças à Divina Providência e à péssima pontaria dos criminosos abatidos, nenhum policial saiu ferido nestes confrontos à bala. Deus é mais!

Orai por nós

O governo de Sergipe encomendou uma missa para agradeceu a Deus pelas conquistas deste ano. O ato religioso foi celebrado pelo padre Marcelo Conceição. O governador Belivaldo Chagas (PSD) aproveitou a missa para se confraternizar com os servidores e servidoras estaduais, “que fazem o melhor diariamente para o desenvolvimento do nosso estado”. Ah, bom!

Se ligue!

Com a proximidade da campanha eleitoral, o cidadão deve ter muito cuidado com os pré-candidatos tagarelas que já andam por aí prometendo transformar a terra num paraíso. É preciso analisar o passado dos suplicantes, as propostas apresentadas e denunciar quem tentar se eleger comprando voto, afrontando a consciência popular. Não esqueça que a qualidade da Assembleia, do Congresso e dos governos estadual e federal depende da boa escolha feita pelo eleitorado. Portanto, abra o olho, camarada. Aff, Maria!

Luta difícil

O suplente Carlão Vigilante (Pode) está se virando nos 30 para assumir o mandato de deputado estadual. A Justiça Eleitoral já negou dois recursos do Podemos e de Carlão para afastar a deputada Gracinha Sobral (PSD). Na tentativa de provar infidelidade partidária, a legenda e o suplente alegaram que a pessedista feriu a legislação ao trocar de sigla fora do prazo estabelecido legalmente. Até agora, no entanto, a parlamentar conseguiu provar que houve justa causa na desfiliação do Podemos, pois sofreu discriminação política e pessoal. Home vôte!

Natal da fome

Milhões de brasileiros não sabem se terão alguma coisa para comer neste festivo 24 de dezembro. Ao falar sobre a grave crise econômica que assola o país, o senador Rogério Carvalho (PT) disse que os presentes de Natal distribuídos pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) “são filas de brasileiros procurando ossos nos açougues e comida nos lixões, uma inflação acima de 10%, desemprego de 14 milhões de brasileiros, 19 milhões na miséria extrema e crianças morrendo pela Covid-19 sem vacina”. E o petista concluiu o raciocínio afirmando ser este “um governo criminoso”. Misericórdia!

Big brother

Cuidado com o que você faz nas ruas, praças e avenidas de Aracaju. Para flagrar os mal feitos, a Secretaria de Segurança Pública conta com câmeras instaladas em vários pontos estratégicos da capital. O objetivo é prevenir delitos e prender criminosos em tempo real. Desde que esse verdadeiro big brother foi implantado em Aracaju, muita gente já foi em cana por ser flagrada fazendo o que não deve em via pública. Portanto, quem avisa, amigo é!

Vidas secas

De olho nos votos dos miseráveis, políticos sergipanos têm batido com frequência à porta do Ministério da Cidadania para mendigar cestas básicas. Visando conseguir comida para matar a fome dos deserdados, deputados, senadores e até políticos sem mandato já deram com os costados no luxuoso gabinete do ministro João Roma. É terrível viver no país onde, antes de matar a fome dos pobres, os políticos usam cestas básicas como moeda de troca eleitoral. Desconjuro!

Feriado meia boca

O feriado desta sexta-feira é meia boca. Tirando os órgãos públicos, que amanheceram fechados por conta do ponto facultativo no governo de Sergipe e na Prefeitura de Aracaju, os bancos, supermercados, quitandas, etcetera e tal funcional hoje normalmente. O comércio da capital aposta num grande movimento de pessoas em busca de presentes e dos ingredientes para a ceia de Natal. Claro que as praias também serão procuradas por grande público, particularmente pelos turistas que se deleitam com a tranquilidade de Sergipe. Feliz Natal!

Recorte de jornal

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 17 de janeiro de 1909.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais