Os analistas de sistemas

0

Muitas pessoas têm a visão errada que os analistas de sistemas são os programadores que “evoluíram” dentro da profissão. Embora esta seja uma trajetória relativamente comum, ela não é necessariamente verdadeira, até porque os artefatos produzidos por estes profissionais são bastante diferentes.

Como falamos na semana passada, os programadores produzem programas de computador, escritas em uma linguagem de programação. Os analistas produzem documentos que servem como base para que os programadores possam escrever os programas.

Os analistas de sistemas precisam traduzir as necessidades do usuário (requisitos dos sistemas) para modelos que possam ser interpretados pelos programadores. Isto exige que os analistas tenham boa desenvoltura nestes dois mundos. Portanto, precisam saber ouvir e também se expressar.

Ao contrário do que muitos acreditam, os analistas de sistemas não precisam conhecer linguagens de programação. É importante conhecer lógica de programação, já que em algumas situações o analista precisa escrever programas em “alto” nível, chamado de pseudo-código, para mostrar ao programador como deseja que seja feita uma determinada funcionalidade. Por outro lado, precisam conhecer disciplinas ligadas a Engenharia de Software, como análise orientada a objetos, modelagem de dados e qualidade de software.

Acredito que muita gente da área vai dizer “isso é tudo bobagem, na minha empresa eu faço tudo”. Isto é uma realidade de várias empresas, mas não quer dizer que seja a prática mais correta. Fazendo uma analogia com a Engenharia Civil, é como se o papel do Engenheiro, mestre de obras e pedreiro fosse executado pela mesma pessoa. É possível? Claro! Mas as habilidades e requisitos de cada perfil são diferentes.

 

Reclamações

 

Como já era de se esperar, as empresas de Telecom lideram o ranking das reclamações no Procon. A Oi foi a grande campeã, mas as outras três (TIM, Claro e Vivo) também aparecem na lista das dez primeiras. Onde também aparecem várias marcas de celulares, mostrando que a área de telefonia móvel é disparada a área mais problemática do Brasil. Quando será que o governo vai ser mais rigoroso com elas? Segue a lista.

 

 

 

No furação do DF tem empresa de informática

 

No depoimento do ex-secretário Durval Barbosa, envolvendo o escândalo dos panetones, ele afirma que o dinheiro que Arruda recebe está vindo do grupo TBA, uma holding que presta serviços da área de informática. Conforme o inquérito, a TBA conseguiu um contrato de prestação de serviços (sem licitação) por ter feito uma doação de 1 milhão de reais para a campanha do governador do DF. Com tanto serviço honesto para se fazer no Brasil, ainda existem muitas empresas que continuam querendo ganhar dinheiro ilicitamente ou através de conchavos políticos.

 

Mundo esquisito

 

A orangotango Nonja está na Facebook. O zoológico de Viena criou uma engenhoca que em caso de Nonja apertar um botão, ela tira uma foto e recebe como prêmio um uva passa. Foi assim que o zoológico fez para chamar a atenção do mundo. Depois disso criou o perfil de Nonja no Facebook e agora ela já conta com mais de 500 fãs. Enquanto isso, eu nem tenho 100 seguidores no Twitter. Mundo esquisito este o nosso!

 

 

Jogo emocionante

 

Não acreditar no título não significa deixar de torcer. Passei o ano campeonato inteiro achando que o Flamengo estaria no máximo na copa sul-americana. Mesmo depois da arrancada sensacional no comando de Andrade, me recusava a acreditar que poderia ser possível. Acabei deixando de ver os jogos pouco antes de Andrade assumir o comando do time. O time começou a ganhar e como no futebol não existe razão (só emoção), eu acreditava que ficar sem ver os jogos estava dando sorte ao time. Tanto que ontem, após o gol do Grêmio deixei de ver o jogo. E não é que deu certo mesmo? Flamengo venceu de virada e se tornou hexa-campeão brasileiro. Segue este link com imagens e narração dos gols do título e como esta é uma coluna de informática veja também este outro vídeo.

 

 

Não deixe de comentar ou enviar um email sobre a coluna para andresmenendez@infonet.com.br.

 

 

Até a próxima semana!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários