Partida…e Chegada

0

  “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Quando observamos, da praia, um veleiro a afastar-se da costa navegando mar adentro, impelido pela brisa matinal, estamos diante de um espetáculo de beleza rara. O barco, impulsionado pela força dos ventos, vai ganhando o mar azul e nos parece cada vez menor. Não demora muito e só podemos contemplar um pequeno ponto branco na linha remota e indecisa, onde o mar e o céu se encontram.

Quem observa o veleiro sumir da linha do horizonte, certamente exclamará: “já se foi”. Terá sumido? Evaporado? Não, apenas o perdemos de vista. O barco continua do mesmo tamanho e com a mesma capacidade que tinha quando estava próximo de nós. Continua tão capaz quanto antes de levar ao porto de destino as cargas recebidas. O veleiro não evaporou, apenas não o podemos mais ver.

Mas ele continua o mesmo. E talvez, no exato instante em que alguém diz “já se foi”, haverá outras vozes, mais além, a afirmar: “lá vem o veleiro”. Assim é a morte.

Quando o veleiro parte, levando a preciosa carga de um amor que nos foi caro, e o vemos sumir na linha que separa o visível do invisível. O ser que amamos continua o mesmo, suas conquistas persistem dentro do mistério divino. Nada se perde, a não ser o corpo físico de que não mais necessita. E é assim que, no mesmo instante em que dizemos: “já se foi”, no além, outro alguém dirá: “já está chegando”. Chegou ao destino levando consigo as aquisições feitas durante a vida.

Na vida, cada um leva sua carga de vícios e virtudes, de afetos e desafetos, até que se resolva por desfazer-se do que julgar necessário. A vida é feita de partidas e chegadas. De idas e vindas. Assim, o que para uns parece ser a partida, para outros é a chegada.

(Parábola contada pelo rabino Henry Sobel por  ocasião da morte do governador Mário Covas.)

13 de Agosto
A parábola acima foi a melhor forma que o blog encontrou para  prestar solidariedade aos familiares e amigos de todos que morreram no trágico acidente de avião ontem, 13, que todos já sabem. O titular deste blog, quando recebeu a notícia, estava saindo do cemitério, onde tinha acabado de deixar flores no túmulo do pai, Célio Nunes, que ontem completou cinco anos de falecido. Obs: para deixar claro: o titular deste blog não era fã da linha política de Eduardo Campos e sim do avô dele, Miguel Arraes, um das maiores lideranças sociais que o Brasil já teve.

1965. Ano de nascimento de Eduardo Campos e Pedrinho Valadares
O ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos completou 49 anos no último dia 10 de Agosto. Já o ex-deputado Pedrinho Valadares, completaria 49 anos em 4 de setembro.

Nos braços do povo
Deu na FSP de hoje:”Eduardo Campos adorava fazer campanha de rua. Em visita a Campina Grande, o ex-deputado Pedro Valadares, que também morreu no trágico acidente de ontem, chamou atenção para sua desenvoltura ao ser assediado por populares.

–Esse cabra é o cão chupando manga. Viu como o povo ama ele? –observou, a uma repórter da revista "Piauí" que registrou a cena em perfil do candidato.
–Não tem palestra para intelectual, não tem encontro com empresário, não tem é nada. O negócio dele é o povo!”

Corpo
No início da noite de ontem, 13, o deputado federal Valadares Filho viajou para São Paulo acompanhado do irmão e do cunhado de Pedrinho Valadares para buscar o corpo do ex-deputado federal.

Familiares
O senador Valadares, que foi o responsável pelo início da carreira política de Pedrinho Valadares, apesar das divergências políticas atual, ficou muito abatido e não quis gravar entrevista para os telejornais. O tio, o ex-prefeito de Simão Dias, Zé Valadares falou a imprensa ontem.

Campanha cancelada
O candidato à reeleição, governador Jackson Barreto (PMDB), além de publicar nota oficial do governo de Sergipe cancelou todas as atividades de campanha.

Cancelamento
Pelo que o blog foi informado todos os políticos de Sergipe cancelaram suas atividades de campanha no dia de ontem, 13, por conta do falecimento de Eduardo Campos e Pedrinho Valadares.

Jackson assinou três decretos 
E ontem, 13, o governador Jackson Barreto assinou três decretos separadamente por conta das mortes de Eduardo Campos, Pedrinho Valadares e o cantor Rogério.

Luto Oficial ALESE
Um ato da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Sergipe declara luto oficial de três dias em sinal de pesar pelo falecimento do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e do ex-deputado federal Pedrinho Valadares.

Pleno do TRE indefere registro candidatura de André Moura
E ontem, 13, a maioria dos membros do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe, julgou procedentes os pedidos de impugnações do registro da candidatura à reeleição do deputado federal André Moura. A assessoria jurídica do candidato informou que vai recorrer.

Falta de respeito com família de professor
Ontem, 13, o programa da Ilha FM do meio dia informou que o professor atingido por tiros de um aluno tinha morrido. Colocou ouvintes para criticarem o governo estadual sem o menor respeito a família do professor.  Precisou o assessor do governo, Givaldo Ricardo ir pessoalmente a emissora (os telefones “não atendia”) desmentir a morte. O professor encontra-se internado na urgência do HU.

Nota Eduardo Abril
Em nota enviada a imprensa o radialista Eduardo Abril informou ontem, 13, que em nenhum momento ofendeu o prefeito de Estância, Carlos Magno, apenas fez um questionamento por conta de um fake criado na rede social Facebook que vem ofendendo diariamente ele, inclusive com xingamentos. Abril informou que já deu queixa na Delegacia de Crimes Cibernéticos para que o responsável pelas publicações seja punido de acordo com a lei.

Homenageado
A direção do Sindicato dos Bancários de Sergipe (Seeb-SE) lançou  ontem, 13, durante um Café da Manhã o Selo Personalizado e Comemorativo aos 80 Anos do Seeb-SE. O café também teve o objetivo de reunir os ex-presidentes da entidade. Essas atividades fazem parte da programação alusiva aos 80 anos do sindicato, completados no dia 14 de julho.No flash, o ex-presidente por 15 anos do Sindicato dos Bancários, Abrahão Crispim.

Nota oficial. Falecimento cantor Rogério
O Governador Jackson Barreto presta suas condolências aos familiares, amigos e fãs do cantor Rogério que faleceu na manhã desta quarta-feira, 13."Rogério foi um expoente do talento sergipano, levando por meio da sua música o nome de Sergipe além fronteiras, ajudando assim na divulgação das riquezas culturais do nosso estado. O país do forró está de luto. Para ele, rendemos todos nossos agradecimentos e homenagens, desejando conforto para seus familiares e amigos".

Despejo em Rosário
Famílias que moram na chamada Vila Garção, em Rosário do Catete, estão sendo ameaçadas por seu proprietário de despejo. Segundo o vereador Delson Leão, que esteve nesta noite no local, os moradores disseram que o proprietário da vila deu até  hoje, 14,para que eles deixassem as casas por falta de pagamento do aluguel. Esse recurso era pago, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, pela prefeitura, mas, segundo o parlamentar, o prefeito Laércio Passos não tem repassado o valor dos alugueis. Para piorar, o proprietário já cortou o fornecimento de água e luz, como forma de pressionar a saída das famílias, que alegam não ter para onde ir.

CUT conversa  com o Coren/SE sobre demissão de empregado público
O Conselho Regional de Enfermagem de Sergipe – Coren/SE, na presença dos conselheiros presidente Gabryella Garibalde, vice-presidente José Flávio Pereira e tesoureira Denise Correia e, ainda do diretor administrativo do órgão Phillip Pereira e da procuradora Alini Figueiredo recebeu na manhã de quarta-feira, dia 13, os dirigentes sindicais da Central Única dos Trabalhadores – CUT, Jairo de Jesus e Rubens Marques, bem como o presidente do Sindicose – Sindicato dos Servidores dos Conselhos e Ordens de Fiscalização Profissional nas Entidades Coligadas e Afins do Estado de Sergipe, Jefferson da Silva Santos para esclarecer o processo que vem sendo divulgado sobre a demissão do ex-empregado público, que passou por processo administrativo e teve a conclusão considerada falta grave, que culminou em seu desligamento da instituição onde exercia a função de fiscal.Durante a reunião, a CUT informou que recebeu cópias do processo e que cronologicamente não conseguia entender alguns fatos. Porém, diante da presidência do Sindiscose, o Coren se dispôs a enviar todas as vias do processo, desde que tenha a autorização do ex-empregado, citado em questão, já que se faz necessária essa autorização por ser um processo de cunho sigiloso interno administrativo.

Compreensão
Para compreender que todo o procedimento deu-se de forma legal, seguindo os preceitos do que determina a legislação vigente para tal ação, os representantes da CUT devem ler todas as páginas e de acordo com um dos dirigentes sindicais, Jairo de Jesus, “eles não estão com a totalidade dos autos, o que não dá para entender o processo”.

Conselho
O Conselho disponibilizará, até mesmo digitalizado os documentos, de maneira que eles possam fazer o comparativo com a cópia original, a fim de entender que tudo foi feito dentro do prazo e de maneira legal e, que o ex-empregado teve todos os seus direitos respeitados. “Em alguns meios de comunicação o ex-funcionário está informando que não teve seu direito de defesa, o que não foi verdade, já que todo o procedimento investigativo foi realizado em quatro meses”, afirmou a presidente do Coren/SE, Gabryella Garibalde e, sendo acompanhado em todas as oitivas, pelo próprio advogado e pelo presidente do Sindiscose, Jefferson Santos.

Informação errada
Outra informação que está sendo veiculada erroneamente é a relação do ex-empregado com a sua participação como dirigente de sindicato. Enquanto funcionário do Conselho o mesmo exercia a função de fiscal e sua atuação na área sindical não está ligada a essa atividade, mas sim à outra profissão, que não era a de empregado público do Coren/SE.

Museu de Arte Sacra de Laranjeiras recebe exposição até o dia 31
O Museu de Arte Sacra de Laranjeiras recebe até o dia 31 de agosto, a exposição “Grupos folclóricos e seus santos de louvação”. A mostra reúne imagens e vestimentas usadas pelos grupos folclóricos de Laranjeiras e oriundas das experiências de trocas culturais causadas pelo sincretismo religioso entre a Igreja Católica e as religiões afro. O museu está localizado em Laranjeiras e a visitação acontece de terça a domingo, das 9h às 13h.

Social
E o líder comunitário de Aracaju, Carlinhos Ladeira comemorou ontem com muita felicidade o casamento do amigo Roberto da RS e Ana.

Agenda
14 de agosto, quinta-feira. Dia do controle da poluição industrial. Dia da unidade humana.
Exposição celebra os 100 anos do primeiro voo entre o Rio e São Paulo, realizado por Eduardo Pacheco Chaves. Sua duração foi de 6 horas e meia. Redação terá peso maior no vestibular 2015 da UNICAMP. Analistas preveem para os próximos quatro anos avanço inferior do PIB ao da última década e inflação acima da meta de 4,5 por cento. Banco Central aumenta intervenções no câmbio e dólar recua. Exportação de carne para a Rússia subiu 113 por cento em julho. Começa no próximo dia 19, terça-feira, a propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

Curtas
ACIDENTE AÉREO MATA EDUARDO CAMPOS, CANDIDATO DO PSB À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. /// AERONÁUTICA CONFIRMA NOMES DAS SETE VÍTIMAS DE ACIDENTE. /// O SERGIPANO PEDRINHO VALADARES, EX-DEPUTADO FEDERAL E ASSESSOR DE CAMPOS, É UMA DAS VÍTIMAS DO ACIDENTE OCORRIDO ONTEM. /// MARINA CHORA AO CHEGAR NA PREFEITURA DE SANTOS. /// DEZ DIAS É O PRAZO PARA A INDICAÇÃO DE NOVO CANDIDATO PELA COLIGAÇÃO LIDERADA PELO PSB. /// RICARDO LEWANDOWSKI É ELEITO PARA A PRESIDÊNCIA DO STF. /// MORTE DE EDUARDO CAMPOS COMOVE O BRASIL E MUDA OS RUMOS DA SUCESSÃO PRESIDENCIAL.

ESPORTE  – O  ESPAÇO DO ALCEU –  por Alceu Monteiro

Sucessão no futebol
De acordo com informação recebida por esta coluna através de fonte inteiramente confiável, o presidente José Carivaldo de Souza, da Federação Sergipana de Futebol, já comunicou ao seu vice Milton Dantas, sua decisão de, ao final do atual mandato, não mais concorrer à presidência da entidade que comanda o futebol em nosso Estado. Quando for concluída sua gestão, que está em curso, devendo ser concluída no segundo semestre de 2015, o desportista Carivaldo de Souza deverá assumir um importante cargo na CBF – Confederação Brasileira de Futebol. Presidente desde 1989, ano em que conseguiu derrotar a chamada “oligarquia”, Carivaldo chegou à conclusão de que sua missão está devidamente cumprida, após análise meticulosa dessa hipótese – seu afastamento do comando do futebol sergipano. Confirmada sua ida para a CBF, Carivaldo poderá continuar sua atividade no futebol, agora em nível nacional, integrando o staff diretivo da CBF. Quanto a Milton Dantas, trata-se de jovem dirigente que já presidiu o Confiança e que, no momento, é vice-presidente da FSF e também ocupa um cargo de direção na Liga do Nordeste. Já há algum tempo seu nome é citado como o mais provável sucessor de Carivaldo. A própria decisão do atual presidente da federação de convidá-lo para ser seu vice pode ser traduzida como um primeiro passo para indicá-lo à sua sucessão. Como o pleito só vai acontecer no final de 2015, alguém poderá alegar que ainda é muito cedo. Pela experiência que já acumulou, parece que o nome de Miltinho é, salvo melhor juízo, o mais credenciado para substituir Carivaldo de Souza na FSF. O fato de ser ligado ao Confiança não se nos afigura como uma restrição ao seu nome. Afinal de contas, qual o desportista que não tem predileção por algum clube? – O que vale, mesmo, é a capacidade e a vontade de trabalhar pelo esporte. Estes predicados, aliados à dedicação, Milton Dantas possui. E já demonstrou isso.

MP critica projeto
O projeto da CBF que produz a redução de 14 para 12 anos para efeito de registro de garotos em formação na base dos clubes foi criticado severamente pelo promotor Rafael Dias Marques, do Ministério Público Federal. Ele é o titular do Coordinfância, programa que é responsável pela proteção à criança. Antes disso, a OAB nacional também já tinha se manifestado contra o referido projeto.

Kleina no Bahia
O ex-técnico do Palmeiras, Gilson Kleina, foi contratado pelo Esporte Clube Bahia.

Supercopa da Alemanha
O Borussia Dortmund derrotou o Bayern Munich por 2 X 0 e sagrou-se bicampeão da Supercopa da Alemanha.

Globosat
Neymar poderá estar presente na grade dos canais globais. A Globosat pretende adquirir os direitos de transmissão dos jogos do Barcelona válidos pela Copa do Rei.

PM nos estádios
O custo da Polícia Militar nos estádios de São Paulo aumentou 520 por cento. Os clubes paulistas dizem que o lucro com a bilheteria dos jogos caiu após a cobrança de novos valores.

Neymar
Deverá voltar a atuar no próximo dia 18, contra o León, do México, em partida válida pelo troféu Joan Gamper.

Confiança
Prossegue intensificando seus treinamentos visando ao importante compromisso de domingo próximo, às 16 horas, no Estádio Presidente Médici, em Itabaiana, contra o Betim de Minas Gerais, pelo grupo A-4 da série D.

Klose
O maior artilheiro da história das Copas, Miroslav Klose, aposentou-se da seleção alemã, na última segunda-feira. O atacante bateu o recorde de Ronaldo na Copa disputada recentemente no Brasil.

PELO TWITTER

www.twitter.com/tiagohelcias  agora q me dei conta, o Nordeste e o Brasil estão mais pobres politicamente. Primeiro foi Déda e agora Eduardo, duas grandes lideranças!!

www.twitter.com/thiagodhatt  Como a vida é imprevisível!

www.twitter.com/FABIO__REIS  O Brasil perdeu hoje dois grandes homens. Que sigam em paz Eduardo Campos e Pedrinho Valadares.

www.twitter.com/AlberthoJorge1  Inapelavelmente, todos nós caminhamos para um mesmo destino……

www.twitter.com/AnderChrisSouza Buscar sentido na morte até tentamos. E invariavelmente falhamos. Busquemos sentido no que fazemos em vida. Assim sentiremos Deus operando.

www.twitter.com/braynerr     Um sonho terminou em um vôo. O País está muito triste com a morte de Eduardo Campos.

www.twitter.com/Robsonsantana73   A insensibilidade de alguns "seres humanos" não tem limites. Após luto, veremos uma monstruosa politização dessa tragédia. A politização já começou mas, após os três dias de luto, ficará pior, infelizmente.

NOTAS DE PESAR

O blog recebeu ontem dezenas de notas de pesar pelos falecimentos de Eduardo Campos e Pedrinho Valadares, optou por publicar dos presidentes dos partidos,  familiares, poderes e candidatos majoritários.

PV (Partido de Pedrinho Valadares)
Foi com muita tristeza que recebi a informação da morte do candidato a presidente da República, Eduardo Campos, e do ex-deputado federal, Pedrinho Valadares, filiado ao PV. Pedrinho era da Executiva Estadual do PV e meu amigo pessoal. Meus sentimentos à esposa Simone Valadares e filhos. Hoje é um dia triste pela perda de dois grandes homens.  Reynaldo Nunes.

PSB Sergipe
É com muito pesar e profunda tristeza que o PSB de Sergipe se solidariza com a família, amigos e todos os admiradores do presidente nacional do PSB, ex-governador de Pernambuco, nosso companheiro e candidato à Presidência Eduardo Campos, falecido de forma tão trágica, ainda tão jovem, quando tinha tantos anos pela frente em sua promissora carreira que o fazia credor da admiração e do respeito dos pernambucanos e dos brasileiros. 
A morte do nosso líder representa uma perda irreparável não só para o PSB, como para todos os brasileiros, pois se tratava de um homem público exemplar pela coragem e dinamismo revelados durante sua brilhante vida pública.
Que sua vontade de construir um Brasil mais digno para os brasileiros continue sendo a inspiração para o surgimento de novos projetos que visem o bem-estar de nossa gente. Que os seus ideais e sonhos de renovação permaneçam vivos em nosso partido, para a continuidade da luta pela justiça social e pelo fortalecimento da democracia.   Ao tempo em que estendemos nossa solidariedade à família do ex-deputado federal por Sergipe,  Pedrinho Valadares, também vítima deste trágico acidente, cuja atuação como parlamentar muito honrou o nosso Estado. 
Comissão Executiva Estadual do PSB em Sergipe

Deputado federal Valadares Filho (PSB e primo de Pedrinho Valadares)
Estou muito triste porque hoje perdi meu primo Pedrinho Valadares, um homem público talentoso e determinado. Nossa família está de luto por essa perda, que Deus conforte todos os meus tios, tias, primos e familiares.
Perdi ainda nosso líder maior, Eduardo Campos, candidato à presidência da República.
Lamentável a maneira como ele partiu, mas em nossos corações devem permanecer as lembranças boas. Ele sempre foi amigo, ético, responsável, voltado a família e dedicou-se a apresentar a proposta de uma nova política para o país.
Todas as agendas estão canceladas por tempo indeterminado.

Jackson Barreto (governador) – Luto oficial por três dias
O governador do Estado de Sergipe, Jackson Barreto, lamenta profundamente a morte do ex-deputado federal e ex-governador do Estado de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), como também, dos seus assessores, entre eles, o ex-deputado federal sergipano Pedrinho Valadares.
"Eduardo Campos era um jovem talento da política brasileira com uma trajetória marcada pela competência e pelo compromisso da busca de um país melhor e mais justo, honrando a memória do seu avô, o ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes. O ex-governador Eduardo Campos deixa um legado a ser seguido pelos políticos brasileiros e pelas futuras gerações que buscam na política um instrumento de fortalecimento da democracia, da cidadania e de uma sociedade mais justa e igualitária. Que Deus possa dar o conforto necessário aos familiares e amigos de Eduardo Campos, seus assessores e de Pedrinho Valadares".
O Governo do Estado decreta luto oficial de três dias.

João Alves Filho (prefeito de Aracaju) Luto oficial por três dias
O Prefeito de Aracaju João Alves Filho lamenta  a tragédia ocorrida hoje, 13 de agosto, na cidade de Santos em São Paulo, o que abala profundamente o Brasil, em especial o Nordeste. O falecimento do candidato à presidência da República Eduardo Campos e do Assessor Pedro Valadares Neto consternou a todos os brasileiros, principalmente a nós sergipanos que perdemos uma figura política importante. Pedrinho Valadares foi uma pessoa política de grande importância e influência em todo o Estado de Sergipe. Ele exerceu um trabalho muito importante no turismo do estado no período em que atuou como secretário durante o terceiro mandato do atual prefeito de Aracaju, transformando e revolucionando o turismo sergipano, principalmente o turismo receptivo, vendendo de forma excepcional o nosso Estado além fronteiras.
Eduardo Campos era uma das maiores revelações políticas do Brasil nas últimas décadas. Um dos maiores homens públicos do país, fez uma transformação impressionante em seu Estado, inclusive de forma inédita, regionalizando o seu desenvolvimento, maximizando os investimentos por vocação de cada região. Começando sua vida política em 1999 como deputado estadual em Pernambuco, ele foi galgando cargos velozmente, chegando nas eleições seguintes ao Congresso Nacional como deputado federal. Logo depois foi convidado por Lula para ocupar o Ministério de Ciência e Tecnologia tendo sido eleito logo depois Governador de Pernambuco onde por dois mandatos realizou um trabalho extraordinário transformando a imagem do importante estado nordestino. Era agora um forte candidato à Presidência da República e tinha muito a dar ao nosso país. Deixa uma grande lacuna.
Pedro Almeida Valadares Neto, mais conhecido como Pedrinho Valadares, tinha 48 anos e uma extensa vida política. Natural de Simão Dias, no Estado de Sergipe, ele era casado com Simone e tinha dois filhos, Rodrigo e Fábio, e uma neta, Luísa. Ele era advogado e pós-graduado em Direito Penal e foi Secretário de Estado de Cultura e Turismo em Sergipe em 2003 durante o mandato de João Alves.
O prefeito João Alves Filho decreta luto oficial por três dias em Aracaju, pelos falecimentos de Eduardo Campos, Pedro Valadares Neto e pelo Cantor Rogério.

Câmara Municipal de Aracaju
O presidente da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Vinicius Porto (DEM), lamenta profundamente a trágica morte do candidato à presidência da República, Eduardo Campos (PSB), e a do ex-deputado federal sergipano Pedrinho Valadares, ocorridas na manha desta quarta-feira, 13/8, em acidente aéreo na cidade de Santos, em São Paulo.
De acordo com o presidente do Legislativo Municipal, os dois jovens políticos tinham um longo e brilhante caminho a percorrer na política. “Pedrinho Valadares sempre exerceu seu mandato de forma competente e em defesa do povo Sergipano. Quero me solidarizar com as famílias em nome de todos os parlamentares da Câmara Municipal de Aracaju e da sociedade aracajuana”, afirmou.

Eduardo Amorim (senador licenciado e candidato ao governo)
Com imensa tristeza recebi a notícia da morte do candidato a presidente da República, Eduardo Campos, e do meu amigo e ex-deputado federal por Sergipe Pedrinho Valadares, além de outros assessores. Lamentável que dois homens jovens, inteligentes, honestos e com futuros promissores tenham partido tão cedo.
Na última segunda-feira, encontrei com Pedrinho Valadares e, como sempre, ele demonstrava entusiasmo, alegria e seriedade oferecendo apoio a nossa campanha. Dono de um sorriso estonteante, foi um dos deputados federais mais atuantes que Sergipe já teve, foi secretário de Estado do Turismo, além de outros cargos. Meus sentimentos à esposa Simone Valadares e a seus filhos.
Eduardo Campos, neto do saudoso Miguel Arraes, foi governador de Pernambuco, ministro e deputado federal. Vivia agora o seu maior momento na política brasileira e era um homem educado, exemplo da correta atuação política. Meus sentimentos à esposa Renata e a seus filhos.
Sergipe e o Brasil perderam grandes homens. Estou chocado.

Rogério Carvalho (candidato ao Senado, dep. federal e presidente PT/SE)
"Lamento profundamente a morte do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, do ex deputado federal e nosso conterrâneo Pedrinho Valadares, sobrinho do senador Antônio Carlos Valadares. Envio minhas sinceras condolências aos familiares e amigos de todos os que, por infelicidade, que se encontravam na aeronave que sofreu um acidente hoje pela manhã. O Brasil, Pernambuco, Sergipe e a política brasileira estão de luto pela morte trágica desses jovens políticos. Em respeito ao momento de dor, nossa agenda de campanha está suspensa."

Maria do Carmo Alves (Senadora  e candidata à reeleição)
É com profunda dor que recebo a triste notícia da morte do nosso querido sergipano, Pedrinho Valadares, do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, bem como de outros dois assessores que o acompanhava na manhã desta quarta-feira (13), onde cumpriria agenda de campanha no litoral paulista.
Não há palavras que possa traduzir esse sentimento de tão brusca perda. Resta-nos pedir a Deus que os receba de braços abertos, reservando-lhes um bom lugar. Ás famílias enlutadas, a nossa solidariedade e o desejo sincero que Deus, por sua misericórdia e amor possa acolhê-los sob o Seu Manto Sagrado.
Pedrinho, assim como Eduardo, era um jovem entusiasta que militou na política com maestria, deixando a sua contribuição para Sergipe e para o País.
Simone Valadares e os seus filhos recebam o meu abraço, por tão irreparável e repentina perda.

PSDB Sergipe
Extremamente consternado, o diretório estadual do PSDB de Sergipe se solidariza com todos os familiares dos tripulantes da aeronave que caiu na manhã desta quarta-feira (13) e que deixou entre os mortos, o ex-deputado federal por Sergipe, Pedro Almeida Valadares, o “Pedrinho”, como era conhecido e chamado por todos, além do presidenciável Eduardo Campos (PSB).
Neste momento de profunda dor, cabe-nos manifestar o nosso pesar às famílias enlutadas e lamentar que fato tão drástico tenha retirado do nosso convívio, pessoas tão jovens, tão cheias de planos e que sonhavam com um país melhor e menos desigual. Aproveitamos para desejar que o Bom Deus possa acolher a todos, sobretudo, aos seus familiares que continuam entre nós.
Roberto Fontes de Goes, presidente e José Carlos Machado, secretário-geral.

Ex-governador Albano Franco
Ao lamentar o trágico acidente que vitimou fatalmente Eduardo Campos, o ex-governador Albano Franco disse que o Brasil perdeu um homem público que representava a esperança concreta de renovação da política nacional. Para ele, como parlamentar e administrador público, o ex-governador pernambucano demonstrou dignidade, competência e compromisso com a modernização e a eficiência da gestão pública.
Albano ressaltou ainda a amizade pessoal com Eduardo Campos e lembrou sua presença em Sergipe, em 2012, quando das comemorações do centenário de nascimento de Augusto Franco, sendo inclusive um dos palestrantes do evento. Ele lamentou também a morte do ex-deputado federal, Pedrinho Valadares, integrante de tradicional família de políticos com relevantes serviços prestados a Sergipe.

ARTIGO

A doença do político é falar sem ler. E Eduardo Amorim está acometido dessa doença por Waldir do Sintrase

Políticos perdem a credibilidade ao falar daquilo que desconhecem ou quando não se dão ao trabalho de ler os conteúdos que são postos a sua mesa, e ai começa a ouvir os famosos assessores, mais conhecidos como puxa sacos, que na maioria das vezes também não ler nada e busca informações nos meios de comunicações favoráveis ao grupo do chefe, passando assim, informações desprovidas de analise técnicas.

Em tempo de eleições, vivemos sempre pisando em ovos para não sermos chatos com certas figuras e depois respondermos na justiça o óbvio, mas não da para engolir em seco o despropósito do Senador Eduardo Amorim, candidato a governador do meu estado, que declarou que o nosso Plano de Carreira foi feito as pressas, de forma acelerada para enganar servidor, e que nos primeiros meses e nos primeiros dias do seu governo, se eleito for, o PLANO será revisto.

1 – Considerando que o Senador Eduardo Amorim não sabe que milhares de servidores foram beneficiados com o descongelamento e incorporação das gratificações que nem iam para aposentadoria e agora vai, e que também não sabe que foram os amigos dele Albano Franco e João Alves Filho que fizeram essa maldade só agora corrigida. 2 – Que nenhum servidor tem em seus contracheques salários inferiores ao mínimo, e que em breve terá os ganhos aprovados e sancionados, porque esse direito independe de quem seja eleito, está na Lei. 3 – parando por aqui senador Eduardo Amorim enquanto o Senhor estava perambulando pelos ministérios sendo bem recebido e atendido, mesmo porque sempre foi governista, e conseguir liberar suas tão  famosas emendas, nós estávamos na rua protestando em prol do PCCV, portanto, meu querido faz o favor de prometer que vai melhorar o que está feito, tentar desmoralizar o que conquistamos com muita luta só para angariar votos é falta de respeito com quem sempre lhes respeitou.              

Políticos perdem a credibilidade ao falar daquilo que não se da o trabalho de ler e ai no afã de  ser governador a todo custo passar a usar as armas mais baixas para enganar o servidor, aconselho ao cidadão Eduardo Amorim a ler a Lei que criou o PCCV, e sair do estado proposital de letargia, e parar de ouvir os puxas sacos, e olhe que o cara tem muitos e tentar enxergar os benefícios que já foram produzidos pelo PCCV e os vários que virão no tempo preciso. E lembre-se Senador Eduardo Amorim foi o Senhor que começou!

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun 

Frase do Dia
“As tragédias são um lembrete da nossa fragilidade; de que a nossa vida é como vapor; de que devemos nos arrepender dos nossos pecados; de que devemos viver para dar frutos.“ Solano Portela.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários