Previna-se contra gafes e reconheça as espertezas do “cara de pau”

0

Deslizes involuntários como as gafes e atitudes espertas para ganhar vantagens e sair sempre ganhando, são comportamentos inadequados de desrespeito e falta de bom senso. Reconhecer algumas dessas atitudes irão melhorar as relações humanas.

 

ALGUMAS GAFES

Sair mastigando de algum ambiente de refeição, ou seja, andar na rua ou sair da sua sala de trabalho comendo;

Jogar lixo na rua quando está dirigindo, mesmo que seja um papel de bala. Ou em festas, deixar cair da mão a forminha do salgadinho e ainda pensar que ninguém viu;

Homens que não cortam os cabelos excessivos do nariz, sobrancelhas, ouvidos e bigode e conversam normalmente sem notar que as pessoas sentem náuseas quando olham;

 Homem que vai coçar as partes genitais em público e coloca a mão dentro da calça ou quando coça demasiadamente;

 Estresse no trânsito. Ficar buzinando para o carro a sua frente,  mesmo sabendo que o semáforo acabou de ficar verde;

 Não reconhecer a pessoa que veio cumprimentar você. Relembre com ela a ultima vez que se encontraram ou admita que deu branco. Outra opção é perguntar qual o nome completo dela para anotar o telefone ou endereço.

Pessoas que vão coçar o nariz e acabam colocando o dedo dentro da narina para fazer uma limpeza completa.

 

ESPERTEZAS DO “CARA DE PAU”

 

Ligar a cobrar ou dar um toquinho para que você retorne a ligação, deixando o pagamento da conta telefônica para você;

“Xepar” o lanche, a cerveja, o churrasco;

Na escola, quando faz parte de um grupo de trabalho, desaparece e não participa na divisão de tarefas, mas no dia da apresentação retorna pedindo a participação;

Nas festas, sempre tem uma desculpa para levar salgados e doces para casa;

Na hora de pagar a conta se faz de desentendido e demora a pegar o dinheiro;

No barzinho junto com amigos, pede vários tira-gostos e não pergunta se todos desejam compartilhar a comida e o pagamento;

Dar uma de coitado para receber auxílio ou conta histórias mirabolantes para mendigar;

Aparenta desesperado e pede dinheiro emprestado, mas não paga e ainda  vira o rosto quando te encontra;

Dar sempre a desculpa de imaturidade para a falta de educação dos filhos, deixando-os agir com grosserias, agoniações, maldades e rebeldias;

Tentar induzir você no que acredita, mas com comportamento esnobe e pernóstico;

Achar que todos têm dever de servir você;

Viver pedindo carona;

Furam a fila, principalmente pedindo a conhecidos para pagar suas contas;

Ultrapassar  pelo acostamento para chegar mais rápido;

Pegar livros, CD’s e DV’s emprestados e não devolver ou demorar na devolução e ou entregar todo estragado;

Ter conversas “gasturentas” e rendidas tentando vender algo;

Pedir roupas íntimas emprestadas;

Comportar-se ofensivamente ou de forma deplorável ao se esfregar atrás das mulheres em ônibus lotado.

 

ESCREVA SUAS EXPERIÊNCIAS PARA MIM !!!!!!!

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários