Samu fiscalizado – Cláudio Nunes

0

  O Samu do município de Aracaju passou recentemente por duas fiscalizações: uma da vigilância sanitária, que encontrou muitas irregularidades e outra do Estado, que foi ainda mais criteriosa e provavelmente reafirmará o laudo da municipal. O Samu de Aracaju passa por alguns problemas por conta da deteriorização normal dos equipamentos e dos veículos, que uso constante tem uma durabilidade bem menor, do que o normal.

  Estes problemas são fáceis de resolver, mas são necessários recursos e boa parte deles está destinada para outros setores vitais da área da saúde. Porém  o Ministério Público já está fazendo a cobrança e a solução dos problemas não pode esperar.

   Um exemplo simples: os pneus de várias viaturas estão em péssimas condições e estão aguardando que os novos cheguem ainda esta semana. A situação é tão delicada que muitos condutores de ambulâncias já não querem mais se arriscar. O responsável pela frota sabe que não pode punir os motoristas porque eles não querem sair com os veículos que estão com pneus em situação difícil.

  Por outro lado às macas novas das viaturas já chegaram e as antigas, que estavam danificadas já foram substituídas, dando segurança para as equipes médicas e toda população que é atendida pela população.

  Justiça seja feita. A nova coordenação tem boa vontade e disposição para resolver os problemas. Uma prova é que as reformas necessárias no prédio onde funciona o Samu já foram iniciadas.

  Um outro detalhe: na audiência realizada no Ministério Público com a participação de representantes do Samu de Aracaju ficou acordado que para suprir a falta das motos da Guarda municipal para o serviço, seria feito um contrato de aluguel de duas motos. Porém, um fonte segura passou para esta coluna que existem 13 motos no pátio da Guarda Municipal sem uso, que estão paradas e que têm condições de atender ao serviço que também é municipal. O estranho é porque as motos não foram cedidas ao Samu, já que fazem parte da mesma administração. Segundo consta a coordenação do Samu foi informada que não existem motos à disposição na Guarda. É bom que o Ministério Público faça uma averiguação, para que dinheiro público não seja jogado no ralo com aluguel desnecessário de motos.

 

Parceria entre Sergipe e Bahia

A afinidade de Marcelo Déda com Jaques Wagner (governador da Bahia) parece que vai render boas parcerias entre as duas administrações estaduais. O primeiro passo foi dado ontem (quinta-feira) quando o secretário do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Jorge Santana atendeu convite do seu colega baiano, Ildes Ferreira, para uma reunião de trabalho em Salvador. O encontro dos secretários resultou na elaboração de uma agenda comum que irá potencializar diversas ações nas áreas de ciência, tecnologia e inovação.

 

Incorporações na Procuradoria

Será que alguém tem coragem de mexer numas incorporações que foram feitas para beneficiar membros da Procuradoria do Estado em anos anteriores? Tem jurista entendendo que as mesmas são ilegais. Como a coluna gosta de debates deste tipo vai vascular para informar ao leitor com mais detalhes quantos foram beneficiados com estas incorporações.

 

Contas de janeiro não foram emitidas

A nova diretoria da Deso tem que dar um prazo maior para alguns consumidores, como por exemplo, na região do Santa Tereza, que não receberam as contas de janeiro, referente aos gastos de dezembro. A culpa não importa de quem foi, mas a certeza que o consumidor não tem culpa e agora, depois de pagarem as contas de fevereiro, receberam as faturas passadas com um prazo de pouco tempo e ameaça de corte. Assim não dá! Tem que aumentar o prazo. O consumidor não pode ser penalizado por uma negligência que ocorreu dentro da empresa.

 

Pinna tem posse bastante concorrida I

O auditório do Tribunal de Contas ficou pequeno no final da tarde de ontem para a posse do conselheiro Carlos Pinna na presidência do órgão. Além dele, a conselheira Isabel Nabuco assumiu a vice-presidência e o conselheiro Antonio Manoel de Carvalho Dantas na Corregedoria Geral. Entre as diversas autoridades o governador Marcelo Déda (PT) e o ex-governador João Alves Filho (PFL). Carlos Pinna assume a presidência do TC pela segunda vez.

 

Pinna tem posse bastante concorrida II

Carlos Pinna é hoje referencia nacional quando se fala em Tribunal de Contas. Por vários anos assumiu a presidência da Associação Nacional. Carlos Pinna é filho do desembargador já falecido, Antônio Xavier de Assis Junior, um grande jurista que tinha trânsito em todos os segmentos políticos, inclusive entre os comunistas quando o Partido Comunista estava na clandestinidade.

 

João Alves estava descontraído

O ex-governador João Alves estava bastante descontraído na posse de Carlos Pinna. Conversou com várias autoridades presentes. Na saída bateu um papo dep é de orelha com o deputado César Mandarino (PSC), tendo ao lado o ex-secretário Carlos Batalha.

 

Menores infratores em “primários” e “condenados”

Opinião de um advogado sobre o debate para redução da maioridade penal: “Essa questão que vem sido debatido arduamente no meio jornalístico e político sobre se reduzir à idade para responsabilidade de crimes cometidos por menores infratores (estes são infratores, não criminosos). Julgo que realmente não se deve minorar a idade, mas por quê não dividir

esses infratores em “primários” – estes estariam sujeitos a serem “condenados” como menores, aí vai minha sugestão: –  aqueles que fossem reincidentes, seriam julgados como criminosos comuns, independente da idade!”

 

 

Suspeita de cartel na área de cimento I

Parte de matéria publicada na Folha de São Paulo desta sexta-feira,09: “Investigação em andamento no Ministério da Justiça mostra que diretores da Votorantim e da Holcim S.A. teriam trocado e-mails entre si e acertado, no começo de 2005, que suas planilhas de custos deveriam apresentar aumento de 18%, gerando elevação no preço do cimento em Minas Gerais. Os dois diretores negociariam, também, a melhor maneira para a aquisição de uma concreteira do sul de Minas Gerais, de modo a manter equilibrada a divisão de mercado entre as duas e a Cimentos Liz. Documento apreendido em posse do Grupo Nassau explica que o setor precisa se proteger da entrada de novos competidores, investir na verticalização da indústria, adequar a rentabilidade do cimento e alcançar o equivalente a 80% do mercado de concreto em relação às suas participações no setor de cimento”.

 

Suspeita de cartel na área de cimento II

Se concluir pela existência de conduta lesiva ao mercado, a SDE encaminhará o processo ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), que julgará a eventualidade de punir as empresas. Se condenadas, podem vir a receber multa de 1% a 30% do faturamento.

Estão sob investigação: Votorantim Cimentos, Camargo Corrêa Cimentos, Lafarge Brasil S.A., Cimpor (Companhia de Cimentos do Brasil), Holcim Brasil S.A., Itabira Agroindustrial S.A. do Grupo Nassau, Soeicom S.A. e a Companhia de Cimentos Itambé.Também estão sob suspeita Abesc (Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Concretagem), ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland) e Snic (Sindicato Nacional da Indústria do Cimento).

 

Delegada Regional do Trabalho deixa o cargo

 A Delegada Regional do Trabalho, Lourdes Correia de Almeida Neves, encaminhou ontem ofício ao Ministério do Trabalho em Brasília solicitando exoneração do cargo de delegada. Assumiu o cargo interinamente Roseniura Santos, Delegada do Trabalho Adjunta e auditora-fiscal.

 

 

Antônio da Cruz celebra 30 anos de artes visuais I

Há quase vinte anos, Cruz desenvolve peças tridimensionais em aço. Após várias exposições, ele lança, agora, o sítio na Internet, prenunciando uma nova fase que será consolidada ao longo de 2007.Antônio da Cruz é natural de Maruim, Sergipe, e tem uma atividade bastante movimentada no mundo artístico sergipano. Muitas são as participações em exposições coletivas.  Colaborador de jornais e revistas, Cruz tem produzido textos reflexivos sobre a realidade social do seu país e a condição da comunidade artística sergipana, para isto, também organiza seminários e palestras temáticas; integra-se a organizações que lidam com a cultura como a Casa Operária, a Sociedade Semear, e a Rede Sergipe de Cultura.

 

Antônio da Cruz celebra 30 anos de artes visuais II

Foi diretor da Galeria de Arte Álvaro Santos, e atuou como Coordenador de Difusão e Intercâmbio Cultural da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esportes de Aracaju. Cruz tem participado em vários congressos e seminários ligados às artes pelo Brasil, alguns com abrangência internacional, como o Congresso de Artistas Plásticos Pesquisadores, e o Encontro de Artistas Plásticos Pesquisadores, ambos em São Paulo. Além de escultor, Cruz é ilustrador,  cartunista e desenvolve outras atividades similares; atua como produtor de eventos artísticos/culturais e também como cenógrafo. A exposição será aberta sexta-feira, 16, na Sociedade SEMEAR, às 20h.

 

Frase do Dia

“Para fazer mudanças não é preciso buscar novas paisagens basta apenas olhar com novos olhos”. Marcel Proust.

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais