Tarifa continua cara

0

Não reajustar o preço da passagem dos ônibus ainda foi um exagero da parte do prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B). O certo mesmo seria reduzir o valor da tarifa cobrada aos aracajuanos, pois é muito cara para o péssimo serviço prestado pelas empresas. Os empresários não gostaram do congelamento e prometem recorrer à Justiça alegando que investem fortunas em novos ônibus. Não é bem isso que se vê quando a Prefeitura promove atos para anunciar a aquisição de novos carros pelas empresas. O que se divulga é que os coletivos foram comprados graças a financiamentos, a perder de vista, feitos por bancos oficiais. Ademais, diferente do que dizem os concessionários, o valor da tarifa já prevê um percentual para a renovação da frota. Portanto, a turma está chorando de barriga cheia, pois fatura montanhas de dinheiro para oferecer um serviço caro e de qualidade duvidosa.

Não se bicam

Não convidem para a mesma festa os deputados estaduais Augusto Bezerra (DEM) e Zé Franco (PDT). O pedetista está por aqui com Bezerra por causa das críticas infundadas feitas por ele ao prefeito de Socorro, Fábio Henrique (PDT). Outro dia, Zé Franco chamou Augusto de mentiroso no plenário da Assembleia. Só não disse mais coisas porque a presidente da Casa, Angélica Guimarães (PSC), pediu calma.

Dia de eleição

Hoje tem eleição para renovar a diretoria da Unimed. Os médicos cooperados vão escolher o novo presidente entre duas chapas encabeçadas por Denise Tavares e Lúcio Prado Dias. Ambos prometem mudanças na forma de administrar a cooperativa médica. Quem vencer terá quatro anos para colocar em prática os projetos anunciados durante a campanha.

Acordo fechado

Está praticamente fechado o acordo político entre o governador Marcelo Déda (PT) e o prefeito de Itabaiana, Luciano Bispo (PMDB). Hoje os dois se reúnem em palácio para fechar os últimos detalhes do entendimento político. Quem não está gostando nada disso é a deputada estadual Maria Mendonça (PSB), pois Bispo é seu mais radical adversário em Itabaiana.

Investimento

A Chesf pretende investir cerca de R$ 140 milhões em sua rede de distribuição de energia elétrica em Sergipe. A anúncio foi feito ontem em Aracaju pelo presidente da Companhia, João Bosco de Almeida. Ao recebê-lo em audiência, o governador Marcelo Déda (PT) reivindicou a parceria para a manutenção do Museu Arqueológico de Xingó e a doação de terrenos para investimentos do governo, da Universidade Federal de Sergipe e da Prefeitura de Canindé.

Sem desespero

O clima de euforia vivido pela bancada de oposição na Assembleia após o processo de reeleição da presidente Angélica Guimarães (PSC) pode ter os seus dias contados. Quem pensa assim é o líder do governo na casa, deputado Francisco Gualberto (PT). “O discurso do deputado Venâncio Fonseca (PP) é daqueles que cantam vitória antes da hora. Mas vamos com calma, pois estamos passando por um momento de dificuldade, mas é preciso ter cautela”, pondera Gualberto.

Sem jeito

Imaginemos o médico Antônio Samarone recebendo em seu consultório o paciente “Trânsito de Aracaju”. Qual seria o diagnóstico do especialista em trânsito urbano? Recomendaria o urgente internamento do moribundo na UTI, ou o considerava um enfermo desenganado?

CPF grátis

A mulher que desejar se inscrever gratuitamente no Cadastro da Pessoa Física (CPF) pode procurar qualquer agência da Caixa Econômica Federal de amanhã até a próxima sexta-feira. A emissão do documento, que custa R$ 5,70, será franqueada durante três dias em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado amanhã. O certo era o CPF ser gratuito o ano todo para ambos os sexos.

Casa ideal

Vende-se uma confortável casa avarandada e com um quintal repleto de fruteiras diversas como limoeiro, cajueiro e pitangueira. O imóvel está localizado entre dois bares sortidos de bebidas quentes, cerveja geladérrima, uma grande variedade de tira-gostos deliciosos, clientela de alto nível, sem contar que o "pendura" é muito bem aceito. Outras informações podem ser obtidas na rua da Pinga, nº 51, bairro Cana Brava, ou no bar da esquina. Esta é a casa ideal para quem não quer dirigir depois de encher a caveira.

Do baú político

Na segunda metade da década de 40, a oposição ao presidente da República, general Eurico Gaspar Dutra (PSD), pregava seu afastamento, ao tempo em que empunhava a bandeira de “o petróleo é nosso”. Embora proscrito, o Partido Comunista Brasileiro (PCB) participava das duas campanhas, realizando comícios relâmpagos e reuniões na calada da noite com líderes sindicais e operários das fábricas de tecido. Em seu livro ‘João Ventura, cidadão de Aracaju’, o saudoso músico João Mello conta um hilário episódio ocorrido na Avenida Rio Branco, esquina com a rua Laranjeiras, em Aracaju. Segundo ele, durante um comício relâmpago organizado pelo ‘Partidão’ e que reuniu uma diminuta assistência, o locutor do carro de som chama para discursar o operário Otávio José dos Santos que, embora analfabeto, era um ativo membro do partido. Microfone em punho, ele soltou a pérola: “Generá Dutra, pelo bem do Brasí, ricoe, ou antonce rinuncei!”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários