Volta ao batente

0

Após dois meses de férias, os deputados estaduais e os vereadores de Aracaju retornam hoje ao trabalho legislativo. Na Assembléia, a sessão acontecerá pela manhã, devendo a mensagem governamental ser lida pelo secretário da Casa Civil, Jorge Alberto. Na Câmara, os trabalhos serão reabertos à tarde com a participação do prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B). Como ninguém é de ferro, tanto os deputados quanto os vereadores só trabalharão até amanhã por conta do Carnaval. Portanto, o ano legislativo para eles só começa mesmo pra valer a partir do próximo dia 27.

TCE oficializa

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, Carlos Alberto Sobral, enviou ontem para a Assembléia ofício informando a abertura de uma vaga para conselheiro naquela Corte. Quando retornarem da folia momesca, os deputados deverão aprovar a indicação do nome do secretário estadual da Educação, Belivaldo Chagas (PSB), para substituir a conselheira aposentada do TCE, Izabel Nabuco. Na Assembléia existe quase um consenso em torno do nome dele.

Reeleição

Além da mensagem do governador, o assunto que mais será discutido na sessão de hoje entre os deputados é a proposta de antecipação por um ano da reeleição para a Mesa Diretora da Assembléia. O desejo de antecipar o pleito já foi externado pela presidente da Casa, deputada Angélica Guimarães, mas o governador Marcelo Déda (PT) e alguns parlamentares da base governista são radicalmente contra.

Vão trabalhar

Os policiais militares de Sergipe decidiram não repetir no carnaval a greve branca que fizeram durante o Pré-Caju. “A sociedade merece nossa confiança e vamos garantir a tranqüilidade no carnaval dos sergipanos”, afirmou o deputado estadual capitão Samuel, após participar da assembléia que os militares realizaram ontem. Para ajudar a manter o estoque do Hemose, os PM’s decidiram fazer doações de sangue durante o reinado de Momo.

Pires na mão

O governador Marcelo Déda (PT) bateu ontem à porta do ministro do Turismo, Gastão Vieira. Foi pedir a liberação de recursos para a conclusão da ponte Gilberto Amado, sobre o Rio Piauí. Ligando Estância a Indiaroba, a obra tem 91% de sua estrutura pronta e poderia ser inaugurada em abril, caso o governo federal agilizasse o repasse das verbas. O ministro prometeu buscar junto ao Ministério da Fazenda a liberação imediata de R$ 3,8 milhões de repasses atrasados.

Queixa

Marcelo Déda aproveitou a audiência com o ministro para protestar contra a divulgação dos roteiros da Copa 2014 sem a inclusão de Sergipe como destino turístico. De pronto, Gastão Vieira informou que a primeira divulgação sobre os destinos turísticos para a Copa foi feita de "forma equivocada". Segundo ele, sua pasta está "reexaminando as parcerias com os estados que sediarão a Copa de 2014" para que o turismo não se restrinja às sedes. Tomara!

Rio abaixo

A Chesf abre hoje as comportas da Hidrelétrica de Xingó, permitindo que a vazão do rio São Francisco passe dos atuais 1,8 mil metros cúbicos por segundo para 3 mil metros cúbicos. O crescimento do volume d’água abaixo da hidrelétrica deve causar transtornos às famílias que moram e possuem propriedades às margens do Velho Chico. Os prejuízos não serão maiores porque quase toda a produção de arroz já foi colhida na região.

Ficha limpa

Uma péssima notícia para os políticos com passado sujos: O Supremo Tribunal Federal (STF) deve voltar a julgar hoje a validade da Lei da Ficha Limpa. Até o momento, foram registrados dois votos favoráveis à lei, que é resultado de um projeto de iniciativa popular que obteve o apoio de mais de 1,6 milhão de eleitores. Foi aprovada meses antes das eleições presidenciais de 2010 para barrar candidatos com pendências na Justiça. A expectativa é que os ministros do STF aprovem a aplicação da lei já para as eleições deste ano.

Abriu o verbo

Ao comentar em seu programa de rádio sobre a morte do motorista Leidson Reis por seguranças do Shopping Jardins, o deputado estadual Gilmar Carvalho (PR) soltou os cachorros na Polícia. Segundo ele, os seguranças responsáveis pelo crime não foram presos em flagrante “porque a Polícia ganha dinheiro do Shopping Jardins. A Polícia sergipana é frouxa e os seguranças que mataram Leidson são uns bandidos, marginais, calhordas, cafajestes e frouxos”. Misericórdia!

Do baú político

Criado no Estado Novo (1937/1945), o Esquadrão de Cavalaria tratava povo a fio de espada. Sobre ele, escreveu o jornalista Luiz Eduardo Costa: ”Por volta da meia noite, uma tropa com cerca de 20 cavalos começava a percorrer as ruas de Aracaju, principalmente da periferia, e os locais onde se concentravam os cabarés. O bater  estridente e metálico dos cascos ferrados sobre os paralelepípedos era algo apavorante. Os cavaleiros fardados tinham todos uma espada à cinta. Quando, naqueles tropéis,  encontravam alguém na rua, mal vestido, de cor parda ou negra, ordenavam que lhes mostrassem a carteira de trabalho e explicasse direitinho o que fazia, andando pelas ruas naquelas horas tardas. A falta do documento, ou a explicação inconvincente, bastavam para que começasse o espadeiramento. Malandro teria mesmo que apanhar, era a explicação. Ao assumir o governo em 1955, Leandro Maciel (UDN) mandou  logo desativar o Esquadrão. Conta-se também que os boêmios sempre tinham o cuidado de levar nos bolsos saquinhos cheios de rolimãs ou bolas de gude. Eram armas infalíveis, que ao serem lançadas ao chão causavam estrepitosas quedas dos cavalos em disparada”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais