Acusado de matar Anthony não comprova tratamento e volta ao presídio

0
(Foto: SSP)

A justiça ordenou a prisão preventiva de Alisson Pereira dos Santos, um dos acusados de matar o jovem Anthony Marques por causa de dívidas com recargas de celular, em março deste ano. O homem cumpria prisão domiciliar desde o início de maio, por causa de uma enfermidade na perna, mas parou de comprovar os tratamentos.

Delegada diz que prisão foi decretada porque acusado não enviou relatórios á justiça (Foto: Portal Infonet)

A decisão judicial foi emitida nessa última quinta-feira, 30, e a prisão foi cumprida em seguida. De acordo com a delegada do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Luciana Pereira, Alisson cumpria a pena em sua residência, com tornozeleira eletrônica, porque no presídio não tinha fisioterapeuta.

“À época que foi preso pela primeira vez, ele alegou que por conta da enfermidade decorrente de um acidente em 2010, ele necessitava de tratamentos especiais, com uso de antibiótico e tratamento com fisioterapeuta”, explicou a delegada. “A cada 30 dias ele deveria apresentar relatório informando sobre o tratamento. Como ele não comprovou, a justiça entendeu que, se ele não precisava mais da fisioterapia, poderia ficar custodiado no presídio”, concluiu Luciana do DHPP.

O Portal Infonet tentou entrar em contato com a defesa do acusado, mas não obteve êxito. Permanecemos à disposição através do telefone (79) 2106-8000 ou do e-mail jornalismo@infonet.com.br.

O crime

Alisson Pereira responde por homicídio qualificado. O homem confessou ter matado Anthony após a vítima ser espancada por ter realizado diversas recargas de celular em sua mercearia, no município de Nossa Senhora do Socorro, e não ter dinheiro para fazer o pagamento.

Família de Anthony buscava o parente desaparecido (Foto: arquivo Portal Infonet)

Anthony chegou a ser enquadrado como desaparecido, mas o corpo foi encontrado desfigurado com várias marcas de tiros na cabeça, no povoado Lavandeira, no mesmo município.

O proprietário da mercearia teve ajuda de José Carlos dos Santos Júnior, o Bocão, que também está preso. Outras três pessoas, acusadas por ajudar Toca a imobilizar Anthony, respondem por lesão corporal.

Entenda

Anthony Marques foi vítima de um trote recebido pelo celular da mãe, que indicava um prêmio de R$ 25 mil, caso realizasse as recargas telefônicas. Cerca de R$ 800 em créditos foram colocados no estabelecimento de Alisson Pereira dos Santos, que revoltado pelo fato do jovem não ter dinheiro para pagar, matou o jovem e ocultou o cadáver.

por Jéssica França

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais