Agentes querem correção de projeto salarial

0

Os agentes penitenciários continuam conversando com os deputados estaduais no sentido de que no retorno do recesso, possam enviar de volta o projeto de reajuste salarial do Governo do Estado já aprovado naquela Casa, para uma correção.  Representantes da Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário de Sergipe estão lutando pela isonomia salarial com os guardas prisionais.

A categoria que esteve na tarde desta segunda-feira, 22 na Assembléia Legislativa, retornou na manhã desta terça, 23 em busca de apoio dos deputados estaduais no sentido de que haja uma revisão salarial. 

“Para se ter uma idéia, somente no salário base, os agentes de primeira classe vão perder R$ 979.  Outra diferença no projeto de reajuste está no salário de terceira classe, de quase 700%, reclama o presidente da Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário de Sergipe, Edilson Souza.

Isso porque de acordo com a tabela, o salário base doagente penitenciário é de R$ 1.714, 69 para a primeira classe e de R$ 1.740,80 para o agente auxiliar, que representa a segunda classe. O guarda penitenciário de primeira classe recebe como salário básico R$ 2.694,50 e o de segunda classe, R$ 2.148,46, sendo o de terceira classe, R$ 1.953,08.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais