Águas do São Francisco tomam bares em Telha

0

Todo verão é a mesma coisa: o Rio São Francisco tem água sobrando, e aí as usinas de Sobradinho, Paulo Afonso e Xingó são obrigadas a abrir as comportas. A água desce rio abaixo e vai inundando as margens ocupadas pelo homem. E aí, cidades como Canindé e Telha sofrem com essas enchentes.

Até agora, Xingó está vertendo água à base de 4 mil metros cúbicos por segundo e já inundou as margens do município de Telha. Donos de bares já cuidam de tirar seus pertences antes que maiores estragos aconteçam.

Quando Xingó estiver liberando 8 mil metros cúbicos de água é que chega a calamidade. É uma situação caótica, da qual nada
Fotos: Manoel Ferreira
se pode fazer. Vai perdurar até o verão terminar, ou até terminar o mês de fevereiro. Em Canindé ainda não está tão trágico, mas os donos de barzinhos já começam a se preparar para sair do local.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais