Bairro Modelo: projeto pioneiro em SE já está perto de se tornar realidade

0

Fabio se encontrou com moradores
O prefeito Fábio Henrique se reuniu com os moradores do loteamento Palmares, em uma audiência pública para esclarecer dúvidas sobre o projeto do Bairro Modelo, que será construído no local. O projeto, que conta com recursos do Governo Federal e foi orçado em R$ 3,5 milhões, é pioneiro no Estado de Sergipe. Ao todo, serão construídas 90 casas, para 90 famílias que moram atualmente no loteamento em condições precárias.

Com o investimento, todas as famílias beneficiadas passarão a ter uma moradia digna, em um bairro com infra-estrutura, ruas calçadas e pavimentadas, com água encanada e rede de esgoto. Além disso, o Bairro Modelo, também vai contar com duas igrejas, uma católica e uma evangélica, uma escola pública e uma quadra de esportes, construída com recursos da prefeitura.

“Esse é um projeto único que vai levar benefício para a sociedade socorrense. Cada uma dessas famílias, que foi devidamente cadastrada, vai receber uma casa nova”, disse o prefeito Fábio Henrique. Uma das maiores preocupações dos moradores do Loteamento Palmares que estavam presentes na reunião, e que foi esclarecida, era com a desocupação das casas atuais para o início das obras.

“Ninguém que está hoje no Palmares será prejudicado. Como também ninguém de fora vai para lá. O projeto é para atender à comunidade do Palmares. Todos que estão lá devem desocupar suas casas, tirar seus pertences, para que seja dado início as obras. E eu garanto a todos que a prefeitura vai pagar o aluguel das famílias até a obra ficar pronta. Só vamos deixar de pagar quando a pessoa já estiver dentro da casa nova”, garantiu o prefeito.

E para resguardar e garantir ainda mais a segurança do projeto e dos beneficiados, o secretário de Planejamento do município, Eliel Felipe, informou que o relatório social do Loteamento Palmares e o projeto do Bairro Modelo, com o nome de todas as pessoas beneficiadas será encaminhado para o promotor de Justiça do Ministério Público de Socorro, Sandro Costa. O secretário também deixou claro que cada família será responsável por achar o imóvel que será alugado pela prefeitura para sua moradia temporária até a finalização das obras.

“Quem tiver dificuldade de achar o imóvel, a gente pode ajudar a identificar e alugar”, afirmou Eliel Felipe, ressaltando que os valores dos aluguéis vão variar entre R$ 150 e R$ 200. A assistente social Karine Cruz Moura de Oliveira, que trabalhou junto com o secretário de Planejamento e sua equipe desde o início dos levantamentos sociais para a elaboração do projeto do Bairro Modelo, fez uma explanação sobre o principal foco dessa iniciativa, que é o de proporcionar dignidade para essas famílias.

“Vamos disponibilizar transportes para os beneficiados acompanharem as atividades que serão disponibilizadas, como ações para a geração de renda enquanto as obras estiverem prosseguindo, como cursos de bijuteria, alimentação, entre outros. A gente tem o compromisso e o dever de manter a comunidade para fazer esses projetos”, garantiu.

Satisfação


“Eu gostei muito e estou engajado nesse projeto. Perdi um dia de trabalho hoje para estar aqui nesta reunião. Vi que o prefeito conseguiu verbas e quer dar melhorias para a nossa comunidade e não vamos perder isso. Os beneficiados somos nós. Para mim é isso que importa”, declarou o pedreiro Adailson Macedo, morador do loteamento Palmares há mais de 16 anos.

Ângela de Jesus Santos, de 24 anos de idade, que mora no local há quatro anos, também falou sobre a realização do seu sonho de ganhar a casa própria. “Estou muito feliz. Muito satisfeita porque moro em uma casa de taipa com meus cinco filhos e vou mudar para uma casa digna. É um sonho que está sendo transformado em realidade graças a Deus e a Fábio Henrique, esse prefeito abençoado”, disse.

Dona Maria de Fátima, de 53 anos de idade, informou que mora no loteamento Palmares há 16 anos e que atualmente está alojada na casa de amigos porque a sua residência está sem telhado devido as últimas chuvas. “Eu amo Fábio Henrique porque esse projeto vai mudar as nossas vidas. Eu tenho fé que ele vai cumprir com tudo que está dizendo aqui e todos nós vamos mudar para casas seguras e dignas de moradia”, afirmou.

Obra


Segundo o prefeito Fábio Henrique, a construção do Bairro Modelo deve começar em um prazo máximo de 15 dias. “A obra já está licitada. Já temos a empresa vencedora. E, inclusive, eu ainda fiz um pedido aos empresários. Que dêem preferência de emprego para quem vai morar lá. Assim como também pedi a garantia de que as casas só serão derrubadas quando forem totalmente desocupadas. Eu jamais faria um projeto de mais de R$ 3 milhões para prejudicar vocês”, afirmou o prefeito. As 90 casas que serão construídas foram orçadas em R$ 32 mil, cada uma. O projeto prevê casas com dois quartos, um banheiro, sala de estar, cozinha, área de serviço, varanda, e área externa, que possibilita a ampliação do imóvel.

Fonte: Ascom Socorro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais