Cesta básica em Sergipe é a mais cara do Nordeste

0

A cesta básica do sergipano é a mais cara do Nordeste. No mês de outubro, o trabalhador sergipano gastou R$ 118,57 com a cesta básica. Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio – Dieese – para comprar os 12 itens que compõe a cesta básica – carne, leite, farinha, feijão, arroz, manteiga, óleo, tomate, pão, café, açúcar e banana – o trabalhador enfrentou uma jornada de 129h58min, no último mês de outubro. No mês de setembro, na compra da mesma quantidade de alimentos, a quantidade de horas aumentou para 133h28min. Só em outubro, os gastos com a cesta básica representaram 63,97% do salário mínimo do trabalhador. Os 12 produtos básicos custaram R$ 118,15, com uma variação para baixo de 2,63% se comparado aos dados do mês de setembro, quando a cesta básica custou R$ 121,34.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais