Comunidade virtual abraça a campanha Ponte Zé Peixe

0

 Logomarca da comunidade
Criada em 19 de setembro de 2005, pelo jornalista Marcelo Rangel, a comunidade do Orkut intitulada ‘Ponte Zé Peixe’ já agrega mais de 680 pessoas. Todos os participantes compartilham o desejo de que a Ponte, que ligará Aracaju-Barra, receba o nome de um humilde e ilustre sergipano, o prático Zé Peixe.

 

Reconhecido nacionalmente como um dos maiores nadadores do país, desde pequeno ele nada nas águas do Rio Sergipe, palco para a grande obra do governo, com o objetivo de guiar as embarcações no leito do rio.  Muitos o consideram uma lenda. E, aos 80 anos, emprestar seu nome para esta grande obra seria mais que justo, na opinião daqueles que participam da comunidade Ponte Zé Peixe, que já tem até logomarca.

 

Mesmo reconhecendo que o governador não vai voltar atrás na homenagem que pretende fazer a seu pai, nomeando a ponte de Construtor João Alves, os orkuteiros pretendem ir às ruas para fazer com que o nome ‘pegue’, na última segunda-feira, 24, foi dado o primeiro passo com um show de diversos artistas na Rua da Cultura. Além disso, o assunto em torno da construção da obra da ponte e do seu nome, já virou verbete na enciclopédia virtual Wikipídia.

 

“O legal de estar levantando este assunto é fazer com que o nome “Ponte Zé Peixe” se torne popular, mesmo sem ser oficial”, afirma Marcelo. Ele acrescenta que não existe um movimento palpável em torno desta causa por conta de alguns fatores fortemente relevantes. 

 

“O governador deixou claro que não vai mudar de posição; Zé Peixe não quer comprar briga com o morto, o Construtor João Alves pai do governador, que ele conheceu em vida. Então, o que vale é tentar fazer com que o povo comece a chamar “Ponte Zé Peixe” espontaneamente. É até uma maneira de aproximar as pessoas da obra”, explica.

 

Para o jornalista Cristian Góes, esta seria uma homenagem justíssima, e além disso seria uma forma de fugir, do que ele chama de ‘curral’. “Todos os prédios públicos estaduais levam nomes de políticos e seus familiares, vivemos em um verdadeiro curral. Zé não tem pretensões políticas e uma obra importante como essa deveria levar seu nome sim, ou de outra personalidade sergipana. O que precisamos é fugir deste curral em que vivemos”.

Aprovação

O projeto solicitando o “batismo” da obra com o nome do Construtor João Alves foi encaminhado pele deputado Walker Carvalho para aprovação na Assembléia Legislativa. O nome da ponte Aracaju-Barra dos Coqueiros foi aprovado pela maioria dos parlamentares presentes na seção.

Para evitar que políticos batizem obras públicas com nomes de parentes e de pessoas vivas, existe uma lei municipal e outra federal que proíbe tais práticas. Em âmbito estadual, já foi apresentado um projeto de lei na Assembléia neste sentido, que está para ser posto em votação. 

Por Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais