Deputada apresenta novas denúncias de irregularidades na Educação

0

A deputada Ana Lúcia, PT, apresentou na tribuna da Assembléia Legislativa novas denúncias de irregularidades que estão sendo praticadas na Secretaria de Estado da Educação. “Temos recebido muitos professores que têm financiamento da casa própria pela Caixa Econômica. Eles descontam o valor da prestação no contra-cheque e o Governo do Estado não tem repassado para a Caixa. O resultado é que tem muitos professores que estão sendo intimados como devedores e ameaçados de cobrança judicial”, denunciou a deputada. Ana Lúcia apresentou um contra-cheque de uma professora aposentada que comprova o desconto mensal para a casa própria e cartas do Serasa informando que ela está em débito com a Caixa Econômica. “Isso é mais uma vergonha. Nesses 31 anos de Educação Pública nunca vi um caos como este na Secretaria de Educação”, revela Ana Lúcia, cobrando providências imediatas por parte do Governo do Estado. A deputada petista também denunciou que os professores recém concursados e que estão sendo convocados agora estão recebendo apenas uma carga horária de 12 horas, quando o correto seria de 25 horas. “Isso não pode existir. Depois ficam alegando horas ociosas e com isso continua a falta de professor”, disse Ana Lúcia. A deputada denunciou que alguns professores que estão assumindo gastaram cerca de R$ 200,00 para fazer exames médicos e esses exames não estão sendo analisados. O mais grave é professores estão assumindo suas funções sem passar pela perícia médica do Estado”, completou a deputada. Outra denuncia feita pelo Sintese é que professores de áreas específicas como Química, Física, Biologia, Matemática estão sendo levados para o fracassado Pré-Vestibular da Seed enquanto as escolas regulares estão sem professores. “O caos é tão grave que em vários municípios do Sertão o ano letivo de 2004 não iniciou. Aqui perto de Aracaju, em Itaporanga D´Ajuda, terra da vice-governadora, os alunos da rede estadual não tiveram uma aula este ano”, completa a deputada. Por Cristian Góes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais