Dia de finados foi para o espaço

0

Até há poucos anos, o dia 2 de novembro, o chamado Dia de Finados, era dos feriados “mais fechados” que se conhecia. Nos anos 50, por exemplo, a cidade se encobria de tristeza e viam-se pessoas que, nos cemitérios, a título de pagamento de promessas, rezavam em voz alta. A Missa de Finados era das mais concorridas, na parte da manhã, antes de as pessoas irem levarem flores nos túmulos dos entes queridos. Este ano, o Dia de Finados, comemorado no último sábado, foi para o espaço. Os comerciantes conseguiram abrir suas lojas – coisa impensável anteriormente – embora o movimento tenha sido fraquíssimo. As visitas aos cemitérios principais da cidade começaram de fato no dia anterior, pois não foram poucos os que aproveitaram o “feriado prolongado” para uma esticada legal ao interior do Estado. Por conta de um belo sol, as praias ficaram lotadas. Havia muita gente no cemitério, mas o mercantilismo tomou conta do pedaço. Tinha até vendedor de cerveja na porta dos Cemitérios São Benedito e Santa Isabel. É bem verdade que já não se fazem Dia de Finados como os de antigamente… Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais