Embrapa destaca Dia da Mata Atlãntica

0

Sede da Embrapa em Aracaju/Foto: Arquivo Infonet
Em comemoração ao Dia Nacional da Mata Atlântica, que acontece nesta quarta-feira, 27, a Embrapa Tabuleiros Costeiros receberá, no seu campo experimental em Itaporanga d´Ajuda, crianças e professores com o objetivo de conscientizá-los a respeito desse importante bioma.
Ao todo, 22 crianças e três professores da Escola Estadual Barão de Mauá, do conjunto Orlando Dantas, servirão de multiplicadores em visita a essa reserva de mata atlântica, também denominada de Reserva do Caju.

O evento faz parte do programa Embrapa & Escola, que existe há cinco anos. Trata-se de uma atividade voltada para alunos de escolas públicas e privadas com o objetivo de demonstrar a importância do trabalho de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias agrícolas para crianças, adolescentes e professores.

MATA ATLÂNTICA

Restam apenas 4% de Mata Atlântica em Sergipe
A floresta atlântica é uma formação de ambiente úmido, sempre verde, densa e com muitas espécies vegetais distintas. Hoje resta apenas 7% da Mata Atlântica dos 100 milhões de hectares praticamente contínuos que existiam outrora. Mas ainda é um vasto território, equivalente ao da França e Espanha juntas. Daí parte a importância do projeto de conscientizar os estudantes com o objetivo de preservar o que resta.

A Mata Atlântica de Sergipe encontra-se na baixada litorânea e parte dos tabuleiros costeiros. Ela cobria originalmente 36% do Estado, mas na década de 1990, com o desmatamento secular, restavam apenas 4% distribuídos em pequenos fragmentos florestais.

O litoral do sul de Sergipe é área prioritária para conservação e pesquisa científica. As Restingas de Itaporanga, a região entre o rio Real e Abais são consideradas áreas de alta importância biológica para aves, flora e conservação de répteis e anfíbios.

A Reserva do Caju pertence à Embrapa Tabuleiros Costeiros, situada no município de Itaporanga d’Ajuda. Ela tem uma área de 1.030 hectares, dos quais 860 estão em processo de implantação de Reserva Particular do Patrimônio Natural, uma das maiores áreas de conservação particulares do nordeste.

A Embrapa acredita que apenas cercar uma área não é suficiente para a conservação de ecossistemas, mas sim explorá-la com pesquisas sobre sustentabilidade e com educação e transferência de tecnologia para diversos públicos.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais