Justiça concede prisão domiciliar ao empresário Rodrigo Rocha

Rodrigo Rocha é suspeito de matar um funcionário em 2020 (Foto: redes sociais e grupos de WhatsApp)

Uma liminar da Justiça converteu a prisão do empresário Rodrigo Rocha – suspeito do homicídio qualificado que vitimou Jorge Alexandre Souza Santana em 2020 no município de Lagarto – em prisão domiciliar. Pela decisão, ele será monitorado por tornozeleira eletrônica.

O processo está em segredo de justiça e, portanto, não é possível ter acesso a decisão na íntegra, mas na movimentação do processo consta que a defesa de Rodrigo alegou insanidade mental, pedido que foi acatado pela justiça ao conceder a prisão domiciliar.

Relembre

Rodrigo Dantas dos Santos, mais conhecido como Rodrigo Rocha, filho do ex-prefeito de Lagarto, Zezé Rocha, é suspeito de ter matado no dia 24 de janeiro de 2020, Jorge Alexandre Souza Santana, 28 anos, que era empregado do suspeito. O corpo do jovem foi encontrado dentro da casa de Rodrigo.

Após ficar três foragido, Rodrigo foi preso no dia 21 de abril de 2020 na cidade de Paranapanema, em São Paulo. Desde então, o suspeito era mantido preso em Sergipe.

Por Karla Pinheiro

Portal Infonet no WhatsApp
Receba no celular notícias de Sergipe
Clique no link abaixo, ou escanei o QRCODE, para ter acessos a variados conteúdos.
https://whatsapp.com/channel/
0029Va6S7EtDJ6H43
FcFzQ0B

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais