Laudo sobre mortandade de peixes em Laranjeiras deve sair em 30 dias

0
Em 30 dias, um laudo que identificará a causa do dano ambiental será divulgado pelo órgão, para que os responsáveis sejam penalizados.(Foto: ASN)

Fiscais da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) estiveram na ultima segunda-feira, 22, no rio Sergipe, no município de Laranjeiras, Região Metropolitana de Aracaju, para fazer mais uma coleta da água no local. A Adema monitora a qualidade da água, desde a última quinta-feira, quando foi registrado um alto índice de mortandade de peixes no local.

A análise é feita diariamente desde o registro da mortandade, e, em 30 dias, um laudo que identificará a causa do dano ambiental será divulgado pelo órgão, para que os responsáveis sejam penalizados. A avaliação será feita com a comparação das amostras coletadas nas semanas anteriores.

De acordo com o diretor presidente da Adema, Gilvan Dias, essa coleta de água em alguns pontos específico é fundamental pra que o produto que tenha levado a mortandade seja detectado e assim chegar aos responsáveis pelo crime ambiental

“Estive em conjunto com as equipes de campo, acompanhando e fazendo análises da água em alguns pontos do Rio Sergipe, no emissário da Fafen, para fazer coletas de água e elaborar o laudo com as causas da mortandade”, explicou.

O laudo tem até 30 dias para ficar pronto, mas pode ser concluído antes desse prazo.

Fonte: ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais