Mendonça Prado chama Déda de coronel

0

Para o secretário de Administração do Estado de Sergipe, Mendonça Prado, “Déda cometeu um grande equívoco, achar que seu discurso vai dar a ele a vitória em todos os pleitos em que estiver”. Segundo Mendonça, o prefeito da capital, empossado no último sábado, perdeu a humildade política.

 

Segundo Prado, Déda praticamente forçou os vereadores a elegerem a chapa apoiada por ele para a Câmara de Vereadores de Aracaju. O secretário avaliou essa possível pressão como decisiva para que o político perdesse votos. “Déda praticamente quis exigir de todos que votassem nele porque ele foi o mais votado nas eleições para prefeito. Porém, cada eleição é diferente, depende dos agrupamentos e de uma série de fatores”, disse.

 

“Sua chapa perdeu na Câmara porque ele imagina que todas as eleições são iguais, isso é próprio daqueles que costumam colocar o sapato alto e não ter humildade. O prefeito Déda não teve humildade. Quis impor seus nomes e a vitória de seu partido”, completou o secretário. Segundo ele, Déda vem apresentando um histórico ditatorial desde que foi reeleito, “isso fez com que o tiro saísse pela culatra e o povo chamasse Déda de coronel”, explicou Mendonça.

 

Além de chamar Déda de coronel, Prado completou dizendo que a postura do prefeito é impositiva, e ameaçadora, o que em sua avaliação não é uma atitude própria do atual momento político. “Esse tipo de postura arrogante e autoritária foi o componente maior para a derrota de Marcelo Déda na Câmara. É como se o Flamengo tivesse sido derrotado no Maracanã lotado de torcedores”, comparou o secretário.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais