“Neste período eleitoral, são feitas coisas que até Deus duvida”

0

Em entrevista coletiva concedida agora há pouco, na sala de reuniões do gabinete, na sede da Prefeitura de Aracaju, o prefeito em exercício, Edvaldo Nogueira, e parte de seu secretariado, prestaram mais esclarecimentos sobre o processo de cobrança do IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano – feito pela administração municipal. Edvaldo Nogueira voltou a afirmar que as acusações que estão sendo feitas contra a Prefeitura de Aracaju são falsas e que a cobrança do IPTU está sendo feita aos grandes devedores. Segundo ele, a isenção da taxa do IPTU está sendo concedida para as pessoas cuja renda familiar é de até dois salários mínimos e que tenham apenas um imóvel. “Os fatos que têm sido divulgados, acusando a Prefeitura de cobranças indevidas do IPTU, é uma apropriação política. Existem falsos oficiais de justiça indo às casas das pessoas para cobrar o IPTU. Gostaríamos de solicitar à comunidade que procure a Secretaria de Finanças antes de qualquer atitude. Não existe um só bem penhorado nos almoxarifados ou arquivos da Prefeitura. Neste período eleitoral, são feitas coisas que até Deus duvida”, diz Edvaldo Nogueira, que assinou um decreto de lei extinguindo vários processos de execução fiscal, beneficiando inúmeros contribuintes carentes que por falta de informação ainda não foram contemplados com o perdão dos débitos junto à Prefeitura de Aracaju. Segundo ele, com a assinatura do decreto de hoje, ninguém mais vai poder usar de forma eleitoreira a questão da cobrança de IPTU na capital sergipana.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais