Obras do Viaduto do DIA são iniciadas

0

Após seis meses de espera, começaram hoje, 21, as obras do Viaduto do DIA. O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, esteve na obra pela manhã para acompanhar o início do processo de colocação das estacas, juntamente com o presidente da Emurb Valmor Bezerra, e o engenheiro e proprietário da Celi construções, Luciano Barreto, responsável pela obra. A prazo de entrega do viaduto é de um ano, e a obra está orçada em R$14,6 milhões.

Segundo Edvaldo Nogueira, os problemas que impediam o começo das obras já foram sanados. “A construtora já tem as plantas da Sergás e do Deso, e está resolvida a maneira como vamos fazer. O maior empecilho está sendo a cessão do terreno baldio pertencente à Codise, e 5m do Teatro Tobias Barreto, que nós estamos trabalhando para que seja liberado”, declarou o prefeito.

As liberações dos outros terrenos ao redor da obra, como o pertencente à uma Igreja e do supermercado Extra, segundo o prefeito já foram negociadas.

“Nós não vamos mexer em rede subterrânea nenhuma no momento, vamos construir uma rede nova”, afirmou o presidente da Emurb, Valmor Bezerra. “E quanto às áreas ao redor, estamos trabalhando para que o governo se sensibilize, por que são questões pequenas em relação á grandeza e o benefício de uma obra como essa. São 7m em um terreno sem edificação e 5m no estacionamento do teatro, que pode perder vinte vagas, mas vai ganhar 70 embaixo do viaduto”, concluiu. 

Para o dono da construtora Celi, Luciano Barreto, o processo a partir de agora deve tomar seu rumo normal. “Após a instalação dessas estacas tipo raiz, entraremos no ritmo normal de blocos, pilares e estruturas”, afirmou. O engenheiro Temístocles Ferreira, um dos responsáveis pela obra comenta que “os transtornos durante a obra serão sentidos, mas está se estudando a possibilidade de modificação de tráfego sem trazer muitos problemas”.

Para o motorista de táxi, Roberto Donato, a obra vai facilitar muito. “Aracaju cresceu e a quantidade de carros está muito grande. Nos horários de pico essa avenida vira um caos. O transtorno inicial vai ser grande, mas vale a pena. Essa obra já deveria ter sido feita, na verdade” comentou o taxista.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais