PM envolvido em morte de jovem é afastado da atividade operacional

0
PM também investigará o episódio (Foto ilustrativa: arquivo Portal Infonet)

O Comando Geral da Polícia Militar afastou da atividade operacional o policial militar envolvido na morte do jovem José Willian de Oliveira Pereira, 23, em Brejo Grande, atingido por um tiro originado da arma do PM, episódio que revoltou a comunidade do município e está sendo alvo de investigação na Polícia Civil.

O jovem José Willian de Oliveira Pereira, 23, foi atingido durante confusão ocorrida na noite do domingo, 12, em uma vaquejada realizada no povoado Brejão, no município de Brejo Grande. Na segunda-feira, 13, a Polícia Militar apresentou uma versão de que a arma teria disparado acidentalmente durante luta corporal travada entre o policial militar e a vítima.

O major Fábio Machado, chefe da PM5, que é o setor responsável pela comunicação social da corporação, chegou a informar ao Portal Infonet que a vítima teria tentado tomar a arma do policial militar envolvido na ocorrência. Versão que gerou revolta entre a comunidade do município e de segmentos sociais. A deputada Ana Lúcia Menezes (PT), em pronunciamento feito na Assembleia Legislativa na tarde da segunda-feira, 13, descartou a possibilidade de tiro acidental. “Não foi tiro perdido, e sim intencional”, bradou a parlamentar durante o pronunciamento na Assembleia Legislativa.

Nesta terça-feira, 14, ao confirmar o afastamento do PM envolvido naquele episódio, o major Fábio Machado revelou que a versão apresentada pela corporação naquele momento traduzia os fatos narrados pelos policiais militares que se encontravam no local no momento da confusão e anunciou que, além de investigado pela Polícia Civil, a morte do jovem também será investigada pela própria corporação através de Inquérito Policial Militar (IPM). “Por isso é que se vai apurar. Só a investigação pode chegar a uma verdade real”, disse o major fazendo referência a outras versões que surgiram sobre o episódio em Brejão.

O Comando Geral da PM não divulgou o nome do policial militar envolvido neste episódio. Segundo o major Fábio Machado, ele sai da atividade operacional e será designado para exercer atividades administrativas, em local ainda a ser definido pela corporação.

Por Cassia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais