PMA vai construir três ecopontos contra o descarte irregular de lixo

0
A autorização para início das obras foi assinada na manhã desta terça-feira, 19 (Foto: Ana Lícia Menezes)

A Prefeitura de Aracaju dará mais um passo na direção de tornar Aracaju uma cidade inteligente, humana e criativa. A gestão vai construir mais três Estações de Entrega Voluntária de Resíduos Sólidos (ecopontos), para fortalecer o combate ao descarte irregular de lixo na capital sergipana. A autorização para início das obras foi assinada na manhã desta terça-feira, 19, pelo prefeito Edvaldo Nogueira, em solenidade realizada no auditório do Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos.

Os novos espaços serão erguidos nos bairros Coroa do Meio, Inácio Barbosa (conjunto Residencial Esperança) e Santos Dumont. “É uma iniciativa muito importante porque os ecopontos facilitam a coleta do lixo. Mesmo com o combate intenso que temos feito das áreas de descarte irregular, ainda existem muitos pontos viciados, especialmente de despejo de resíduos da construção civil e de volumosos. Essas estações de entrega, então, são uma forma de educar as pessoas, mostrando a elas os locais adequados para descarte, para que dali a Prefeitura possa levar ao destino final, que é o aterro sanitário”, salientou o prefeito Edvaldo Nogueira.

Em seu discurso, o gestor destacou que os ecopontos estão inseridos na política de sustentabilidade da Prefeitura e que a meta é instalar, até 2020, 18 novos pontos. “A cada três, quatro meses daremos ordens de serviço para que a gente possa fortalecer essa política de coleta de resíduos de maneira efetiva. Hoje temos uma das cidades mais limpas do Brasil, com uma bela nota em todas as pesquisas de opinião pública, chegando a quase 9.5, mas, ao mesmo tempo, temos esse problema do descarte irregular para resolver. Estamos transformando espaços públicos, que eram pontos viciados, em áreas de convivência, em parceria com a Unit, com a Sema e a Emsurb, e o Ecoponto vem como um instrumento a mais para melhorar a limpeza pública de Aracaju”, enfatizou.

Padrão

O primeiro Ecoponto foi inaugurado no bairro Industrial, em agosto do ano passado, como projeto piloto, seguindo ao que está dentro do Planejamento Estratégico. “Estão dentro do projeto P15, que é o projeto de manejo e tratamento de resíduos, uma tarefa a se cumprir, justamente, para se reduzir esse descarte irregular. O Ecoponto do bairro Industrial é uma experiência bem sucedida e tem sido  muito utilizado pela população. Tanto é que, desde a sua inauguração, temos uma média de 107 toneladas, por mês, recolhendo resíduos da construção civil, volumosos e recicláveis, mostrando que é uma solução para reduzir, consideravelmente, os pontos de descarte irregular em Aracaju”, explicou o presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Luiz Roberto Dantas.

Todas as estações possuem o mesmo padrão de planta e capacidade de receber até 1m³ de resíduos. Eles também disponibilizam os mesmos itens para recebimento dos resíduos. “Uma caixa estacionária de 30m³, duas caixas estacionárias de 5m³ e seis recipientes de 240 litros para receber os recicláveis. Os espaços possuem uma mesma estrutura, para facilitar o processo, e também para auxiliar no recolhimento de caixas, redistribuição, na manobra que precisa ser feita dentro dos caminhões, então eles possuem basicamente o mesmo metro quadrado de utilização de área e estrutura dentro do ecoponto”, detalhou Luiz Roberto.

Fonte: PMA

Comentários