Poluição sonora foi alvo de caçada em 2005

0

O combate à poluição sonora na capital foi levado a sério no de 2005. As entidades que compõem o grupo de combate à poluição notaram um aumento na quantidade de notificações e autuações. Para a promotora do Ministério Público, Ana Paula Machado, curadora do Meio Ambiente, a população tem respaldado o trabalho executado nas ruas da cidade e isso tem refletido no aumento de solicitações.

 

Segundo ela, “2005 foi um ano em que consolidamos o trabalho conjunto que está sendo realizado. A população tem dado credibilidade e acredita na ação. Quando isso acontece, passamos a registrar um crescimento na demanda e aí aumenta também a responsabilidade para não decepcionar a população”, disse a promotora.

 

Os órgãos que fizeram parte da caça ao barulho, este ano, foram a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), em parceria com a SMTT, Cptran, Polícia Civil e Polícia Militar (Pelotão Ambiental), todos coordenados pelo Ministério Público. De acordo com o coordenador de Controle da Poluição Sonora da Emsurb, Antônio Pereira, “a atuação conjunta deu maior abrangência e consistência às operações. Essa organização e integração de outras autoridades cooperaram muito para o sucesso das ações no ano de 2005, que resultou em 165 notificações, número superior a 2004 que chegou a 115 casos notificados”.

 

A opinião geral de todos os órgãos foi a de que as denúncias foram vitais para a concretização do trabalho. “A população contribuiu muito com as denúncias, que são essenciais para a execução do nosso trabalho, pois através delas temos conhecimento onde estão ocorrendo casos de abuso sonoro”, relatou Antônio.

 

Durante este ano, a Delegacia de Turismo registrou neste ano um índice superior de apreensões de equipamentos sonoros que tiravam a tranqüilidade da população. “A parceria com a Delegacia de Turismo tem resultado num trabalho eficiente nas apreensões: Em 2005 foram 103 apreensões, enquanto em 2004 foram registradas 85 apreensões”, diz Antônio.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais