Previsão do tempo: áreas de instabilidade favorecem pancadas de chuva

0
Na última semana de novembro o clima na cidade de Aracaju será marcado por alguns períodos de chuva, em sua maioria intermitentes – que começam e recomeçam de forma não contínua (Foto: Pixabay)

Na última semana de novembro o clima na cidade de Aracaju será marcado por alguns períodos de chuva, em sua maioria intermitentes – que começam e recomeçam de forma não contínua. Além do mais, está previsto que nas primeiras semanas de dezembro a primavera absorverá algumas características do verão, apresentando temperaturas mais quentes.

Segundo o coordenador do Centro de Meteorologia de Sergipe, Overland Amaral, a tendência para essa semana será de céu encoberto com poucas nuvens de chuva e tempo abafado. “Por enquanto as chuvas serão rápidas, mas poderão se repetir ao longo dos dias. As condições de instabilidade climática propiciam que as pancadas de chuva aconteçam, mas não em um grande volume”, destaca.

Ainda de acordo com Overland, as variações entre mínimas e máximas não sofrerão mudanças bruscas, ficando ao decorrer da semana em seus patamares regulares. “A média certamente deve ficar entre 24º para mínima; e 30 para máxima. Mas há também a questão da sensação térmica. Em virtude do aumento da umidade na atmosfera, ocorre a diminuição da circulação do ar, causando um sensação de calor maior”, explica o meteorologista.

Overland também destaca que a partir da próxima semana, com a chegada do mês de dezembro, a primavera começará uma fase de transição para a chegada do verão. Nessa fase, ela tende a incorporar algumas particularidades do verão, por isso, ainda de acordo ele, será perceptível um possível aumento da incidência de chuvas, pois com temperaturas mais altas a evaporação se intensifica.

por João Paulo Schneider e Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais