Quilombolas terão acesso a serviços diversos

0

Lançamento do Balcão foi feito na manhã desta terça-feira
Até fevereiro do próximo ano as comunidades quilombolas de 14 municípios sergipanos serão beneficiadas com diversos tipos de serviços, a exemplo de assistência jurídica e social gratuita e o fornecimento de documentação civil básica. A iniciativa recebeu o nome de “Balcão de Direitos de Sergipe: uma ação de cidadania”, e foi lançada durante solenidade no Palácio dos Despachos na manhã desta terça-feira, 27.

O objetivo e realizar quatro mil atendimentos de forma itinerante. Laranjeiras será a primeira cidade a receber as ações do projeto a partir do próximo dia 3 de novembro. Para o presidente do Comitê Gestor da Comunidade quilombolas de Sergipe, Antonio Bomfim, essa iniciativa de “cidadania” é de suma importância. “A falta de documentação é uma realidade da população quilombola. Há casos de pessoas adultas que não possuem nem registro de nascimento. Isso acaba causando uma série de dificuldades na vida da pessoa”, destaca Antonio.

A iniciativa do “Balcão de Direitos de Sergipe” partiu da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc) e conta com diversas parcerias, que incluem as prefeituras municipais, Tribunal de Justiça do Estado; Banco do Brasil; Secretaria de Estado da Segurança (SSP); Superintendência Regional do Trabalho; Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social (Seides) e Secretaria de Estado do Trabalho (Setrapis).

Inicialmente o balcão irá atender comunidade quilombolas, mas segundo o secretário de Justiça e Cidadania, o objetivo é ampliar o atendimento para toda a população que não tem acesso a esses serviços.  

Comentários