Reajustes chegam às prateleiras das farmácias

0

Diante da constante alta do dólar, foi inevitável conter o aumento dos medicamentos. O reajuste foi autorizado pela Câmara dos Medicamentos com um índice de 8,63% para os preços de remédios no país. O índice foi definido pelos ministros da Justiça, Fazenda e Saúde que integram a Câmara. O aumento pode chegar ao máximo de 9,92% a depender do produto. A Câmara dos Medicamentos justifica o aumento, que tem como objetivo compensar a defasagem pela desvalorização do real em relação ao dólar.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais