Três caminhos para uma solução

0

Quando retornar de sua viagem a Europa, o prefeito Marcelo Déda sabe que vai ter que se debruçar sobre o problema. No caso, haveria três caminhos: primeiro, oficializar o nome de Gilson Souza como efetivo. Não haveria muitos problemas com relação isso, principalmente de ordem política. Gilson não trabalha (mas já trabalhou, no “Cinform”) em redação, e já responde pelo cargo desde meados de janeiro. Segundo, promover um realinhamento de secretários, de modo a trazer um deles para a pasta. Há algumas semanas falou-se que a ex-deputada Tânia Soares, atualmente na presidência da Funcaju, poderia trocar de pasta, mas o seu partido, o PCdoB, não viu com bons olhos tal operação – e deve ter dito isso ao prefeito. Terceiro: encontrar, urgentemente, um nome entre os jornalistas que seja consenso. Parece que não vale trazer alguém de fora – isso também foi cogitado e a classe não ficou nada contente. Em suma: a Secretaria de Comunicação virou um problema e uma enorme dor de cabeça para o prefeito. Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais