Caminhada para Oxalá pede o fim da intolerância religiosa

0
Caminhada para Oxalá ocorreu nesta sexta-feira, 18 (Fotos: Portal Infonet)
Irivan de Assis é um dos organizadores do evento

Dezenas de pessoas se reuniram na Praça do Mini-Golf na tarde desta sexta-feira, 18, para a 4ª edição da Caminhada para Oxalá. O evento, que faz parte do calendário cultural de Sergipe, tem como bandeira principal o combate à intolerância religiosa.

“O objetivo da caminhada é buscar a paz entre os povos e as religiões. Nesta quarta caminhada, acreditamos que atingimos parte de nossa meta, pois conseguimos desconstruir o racismo e intolerância religiosa existente na sociedade sergipana na medida em que abrimos um diálogo com a igreja evangélica e a igreja católica. Só podemos superar essa intolerância em relação às religiões africanas com amor e respeito entre as pessoas”, comenta o pejigan Irivan de Assis, que é um dos organizadores do evento.

Evento foi encerra no Calçadão da Praia Formosa

A caminhada, que este ano trouxe o tema “Tradição Alimenta, não violenta”, seguiu pelas avenida Ivo do Prado e Beira Mar, e terminou no Calçadão da Praia Formosa. “Ao longo dessas edições, abrimos diálogos importantes com a Prefeitura e com o Governo e temos a certeza de na edição 2020, faremos uma caminhada maior e com maior apoio. Estamos no caminho certo e continuaremos a convidar a população para abraçar a luta contra o preconceito religioso, pois não queremos ser tolerados, queremos ser respeitados”, destaca o organizador.

A Caminhada para Oxalá entrou para o calendário religioso e cultura do Estado em julho de 2018, após aprovação de um projeto de lei na Assembleia Legislativa de Sergipe. O evento é uma realização do Fórum Sergipano das Religiões de Matrizes Africanas, cujo objetivo é promover uma cultura de paz e combater a intolerância religiosa.

Objetivo da caminhada é combater o preconceito com as religiões africanas

por Verlane Estácio

Comentários