“Eu sou a favor do folclore”

0
O historiador Luis Antônio Barreto (Fotos: Portal Infonet)

O Dia do Folclore, 22, conta com uma extensa programação no município de Laranjeiras. Desde a semana passada que a cidade, capital da cultura popular apresenta vasta programação sobre o tema.

Na manhã desta segunda-feira, o jornalista, historiador, diretor do Instituto Tobias Barreto, ex-secretário de Estado da Cultura e colunista do Portal Infonet, Luis Antônio Barreto, foi um dos convidados para debater sobre ‘Folclore, Tradição e Modernidade’, durante a apresentação, o historiador saiu em defesa da tradição e se manifestou contrario a contratação de shows da mídia durante manifestações populares.

“O que vemos de uns anos para cá é o uso abusivo dos shows de artistas que da mídia que disputam o espaço com os grupos folclóricos. Não estou dizendo aqui que sou contra a televisão, mas esses artistas que muitas vezes fazem shows nas cidades do interior cobram cachês caros e precisam de um palco grande com uma despesa grande, enquanto que os grupos folclóricos estão nas cidades e não têm o mesmo espaço”, observa o historiador que fala da importância de manter a tradição.

Luis Antônio foi enfático ao defender o folclore

“O grupo folclórico é um momento de gloria da comunidade e no lugar deles encontramos shows de artistas, muitas vezes de uma música só que quando passa o show, acaba a carreira. Já os grupos folclóricos continuam vivos e ativos durante muitos anos”, salienta o historiador.

Luis Antônio Barreto ressalta o papel que Laranjeiras mantém no resgate a tradição cultural e menciona que a cidade vem catalogando desde 1976 grupos folclóricos. A exemplo do Reisado, Lambe-sujo, Caboclinho, Cacumbi, Guerreiro, Batalhão, Samba de Coco, São Gonçalo, Samba de Pareia, Taieira e Chegança. “A Taieira é um dos grupos mais antigos de Laranjeiras”, cita.

Nova geração

Crianças desfilaram pelas ruas de Laranjeiras

Para manter a tradição viva entre os pequenos, uma escola particular resolveu sair pelas ruas da cidade esbanjando o colorido da tradição. 200 crianças da educação infantil ao 5º ano mostraram disposição durante o trajeto. “É importante que desde pequenas essas crianças possam vivenciar a sua tradição e cultura”, reforça a diretora Suely Alves Nascimento.

Turismo

O Dia do Folclore também atraiu turistas de todas as partes do país. A professora Ivone Bacilieri e o esposo Luiz Bacilieri, de São Paulo,  estavam encantados com a cidade e aproveitaram as férias para conhecer sobre a tradição cultural. “É importante conhecer um pouco do passado e da nossa cultura. Antigamente o Dia do Folclore era comemorado nas escolas, hoje o que as crianças comemoraram é o dia 31 de outubro, o halloween, uma festa da cultura americana”, frisa.

O casal de turistas de São Paulo ficaram encantados com a cultura local

Incentivo

O secretário de cultura, Irineu Silva Fontes Júnior, destaca o trabalho da prefeitura em incentivar os grupos folclóricos e a cultura local. Irineu cita o Edital Mestre dos Mestres como um dos incentivos. O edital foi instituído pela Lei Municipal nº. 909, de 29 de Outubro de 2009, visando reconhecer e premiar a atuação dos mestres, grupos e comunidades que envolvam as manifestações da cultura popular de Laranjeiras.

São selecionados até quatro mestres e até dois grupos que receberão premiações a título de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido e com a finalidade de manutenção de suas atividades culturais. Cada mestre recebe vitaliciamente um valor mensal e os grupos receberão uma outra quantia, por ano, durante dois anos.

Centro de artesanato

Comerciantes comemoram o sucesso da renda irlandesa

Com a chegada dos turistas, a economia local aquece com a venda da renda irlandesa, cerâmicas, pinturas em tecidos, camisetas personalizadas com a arquitetura da cidade, além de patchwork, ponto cruz, crochê, madeira, sandálias customizadas, entre outros trabalhos. “A renda irlandesa é uma das peças mais procuradas hoje, principalmente por causa da novela, mas todos os produtos são bastante procurados”, comemora a comerciante Edinalva Batista dos Santos.

Confira alguns dos trabalhos através da galeria de fotos.

Por Kátia Susanna

Comentários