Fundação Aperipê lança DOCTV IV

0

“Quando a realidade parece ficção, é hora de fazer documentários”. Esse é o tema da quarta edição do Programa de Fomento à Produção e Teledifusão do Documentário Brasileiro (DOCTV), que será lançada nesta terça-feira, 27, às 16h, no Etnia Music Bar. Em Sergipe o programa é realizado pela Aperipê TV e Governo do Estado, co-realizado pela Prefeitura de Aracaju e Banco do Nordeste com o apoio da Associação Brasileira de Documentaristas (ABD/SE).

 

O programa DOCTV IV premiará 35 projetos nos 27 estados da Federação, cada um com orçamento de R$ 110 mil. Além disso, outros documentários poderão ser realizados com recursos da Carteira Especial, apoio financeiro organizado pelos Pólos Estaduais do programa. Em Sergipe, a Prefeitura Municipal de Aracaju e a Fundação Aperipê financiarão mais um contrato de co-produção no mesmo valor. Com isso, os realizadores sergipanos participarão do programa com dois documentários, totalizando um investimento de R$ 220 mil no Estado.

 

No lançamento do DOCTV IV, nesta terça, será exibido o vídeo promocional produzido pela coordenação executiva do programa e suas peças de divulgação. Além disso, serão apresentados os jurados, que terão representantes da Aperipê TV, da Secretaria de Cultura do Estado, da ABD Estadual, da Secretaria do Audiovisual e da coordenação executiva do DOCTV.

 

Nesta edição do programa, além da Oficina de Desenvolvimento de Projetos, que reúne autores dos projetos selecionados com documentaristas renomados como Eduardo Coutinho, Eduardo Escorel e Ruy Guerra, o programa promoverá a Oficina de Desenho Criativo de Produção voltada para os diretores de produção dos documentários escolhidos.

 

DOCTV

 

Considerado um dos mais bem-sucedidos programas no setor audiovisual brasileiro, o programa do MinC viabiliza a regionalização da produção, a articulação de um circuito nacional de teledifusão e a formação de mercado para o documentário brasileiro. Suas três edições nacionais e uma internacional, o DOCTV Ibero-América, que adotou o modelo de co-produção criado no Brasil, já possibilitaram a produção de 127 documentários.

Comentários