Grupo Oxente estréia “Os Saltimbancos”

0

Grupo comemora oito anos neste mês
O Grupo Oxente de Teatro, que faz sucesso com os espetáculos ‘O Santo e a Porca’ e ‘O Casamento Suspeitoso’, ambos de Ariano Suassuna, desta vez, emplaca uma nova produção: ‘Os Saltimbancos’, de Sérgio Bardotti e Luiz Enríquez Bacalov, e tradução de Chico Buarque. A liberação para montagem foi concedida através da ABRAMUS – Associação Brasileira de Música e Artes e estreou no dia 04 de abril, no Teatro Alberto Maranhão, em Natal/RN. A estréia da peça “Os Saltimbancos” será no próximo dia 16 de maio, às 17h, no Teatro Tobias Barreto. 

Segundo Edmilson Suassuna, o grupo é muito agradecido ao autor paraibano Ariano Suassuna que concedeu a felicidade de montar textos do renomado autor. Porém, é chegado o momento de alcançar novos horizontes e pleitear novas dramaturgias e a escolha de “Os Saltimbancos” é um desejo de muito tempo que só agora, com a liberação da ABRAMUS, foi possível realizar. 

A peça é considerada um clássico infantil. A obra narra de forma bem humorada a condição e os direitos da classe trabalhadora, representada aqui por quatro animais. Um jumento, um cachorro, uma galinha e uma gata, que desiludidos com o tratamento recebido pelos seus patrões, e envolvidos por um sistema opressor que os impede de reivindicar seus direitos, resolvem abandonar seus postos e unirem-se em busca da liberdade tornando-se então saltimbancos. 

Para André Santana, ator e diretor do espetáculo, foi um desafio muito grande abraçar a direção de “Os Saltimbancos”. “Não tínhamos recursos. Depois que os direitos autorais nos foram cedidos, ficamos loucos! Queríamos investir em um diretor que fosse membro efetivo do grupo. A responsabilidade foi grande. Corremos muito para que a montagem ficasse alegre, suave e divertida”.

No mesmo dia o Grupo, que está completando oito anos este mês de maio, irá apresentar também ‘O Santo e a Porca’. A apresentação será às 20h, no Teatro Tobias Barreto. Os ingressos para conferir os espetáculos serão vendidos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (estudante, professor e idoso) cada.

Comentários