‘Mar de fitas’: 40 anos de cultura sergipana

0
O grupo sergipano demonstra a força e a importância do nosso teatro no cenário Nacional

Para celebrar o Dia Mundial do Teatro e Circo, comemorado no dia 27 de março, o Grupo Imbuaça embarca para São Paulo a convite do SESC/SP para participar do Circuito SESC de Artes/2019, um dos mais importantes projetos de interiorização das manifestações artísticas do país. O evento vai envolver 121 cidades do interior de São Paulo, com 14 roteiros diferentes e 100 trabalhos de diferentes linguagens artísticas: teatro, dança, música, circo, literatura, artes visuais, dentre outras. “Arte na rua para todos”, é o lema do projeto que propicia um leque de opções para o público, gratuitamente, em espaços abertos e de fácil acesso.

O Grupo Imbuaça, o coletivo de Teatro de Rua mais antigo do Brasil, e que influenciou o surgimento de vários grupos por todo o país, vai se apresentar nas cidades: Francisco Morato, Itapevi, Santana de Parnaíba, Olímpia, Monte Alto, Ibirá, Iracemápolis, Tietê, Araras e na capital São Paulo. Serão 10 apresentações no período de 28 de março a 14 de abril.

O espetáculo propõe um olhar sobre os 40 anos do grupo e as razões pelas quais ele se tornou conhecido como uma trupe de teatro de resistência e de defesa da cultura popular. Nove atores interpretam 22 canções que fizeram parte da dramaturgia nessas quatro décadas, numa celebração sobre ser artista popular e mostrar sua arte em praça pública.

Com informações da Imbuaça Produções Artrísticas

Comentários