Sergival

0

José Sergival da Silva, ou simplesmente Sergival 34 anos, sergipano de Nossa Senhora da Glória, nasceu no dia 09 de abril de 1965. Por conta de sua infância e juventude nômade, vivenciou nos interiores de Sergipe, Pernambuco e Bahia, os elementos regionais que hoje compõem todo o conjunto de sua obra. Compositor, Flautista, Violonista e por excelência Percussionista de Efeitos onde pesquisa novos sons inspirados na natureza e nos elemento da cultura nordestina. Para tanto, fabrica seus próprios instrumentos utilizando materiais inusitados como sucatas, brinquedos e objetos do cotidiano encontrados no artesanato local. Co-fundador e músico da Band”Auê ( 1984 ), grupo regional que marcou história em Sergipe por sua participação nos principais eventos à época, entre eles o Festival de Arte de São Cristóvão e o Projeto Pixinguinha. O mesmo destaque conquistou com a dupla Sena & Sergival ( 1988 ), tendo representado Sergipe em várias festivais nacionais, shows de abertura para grandes estrelas da música nordestina, bem como participação no Projeto Seis e Meia e Canta Nordeste. Em carreira solo desde julho de 1998, Sergival tem desenvolvido um trabalho voltado para a pesquisa da cultura popular e da musicalidade folclórica de Sergipe e do Nordeste, o que já lhe rendeu participação como conferencista no I Seminário de Cultura Popular realizada pela Academia Sergipana de Letras, onde proferiu palestras sobre o tem “O cancioneiro popular”. Tem realizado shows musicais em Encontros Culturais a exemplo do Culturart de Pirambu e do I Encontro Cultural de Itaporanga D”Ajuda, bem como participações especiais em shows de artistas sergipanos entre eles os de Chiko Queiroga, Antônio Rogério e Mingo Santana. Nas festa juninas realizou, junto com o grupo Pé de Serra, o show “10 Anos de Forró e Saudade” em homenagem ao Rei do Baião. Este show, fruto de sua pesquisa sobre a obra de Gonzaga, trouxe em sua apresentação um figurino implacável, cenário de Iradilson e exposição de painéis e disco do gonzagólogo sergipano Prof. José Augusto, tento sido apresentado em vários palcos da capital sergipana e do interior do estado, bem como em algumas cidades de Alagoas e Bahia. Esta sua nova fase já apresenta sinais de solidez e compromisso com a cultura de nosso Estado, tornando-se patente através da conquista de festivais. Entre eles citamos o primeiro lugar e melhor intérprete no Festival de Música do Clube dos Empregados da Petrobras em Sergipe com a música Notícia do Nordeste, que vem sendo bastante executada nas emissoras locais.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais