IDAF e SENAR entregam certificado em Itabaianinha

0
Turma exibe os certificados (Foto: Divulgação Senar)

Capacitar, gerar emprego e renda esses são objetivos do Instituto de Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável da Agricultura Familiar (IDAF) e Serviço Nacional de Aprendizado Rural (SENAR) que juntos estão presentes nos locais mais longínquos levando conhecimentos a população sergipana. Na última semana as instituições entregaram certificados a 62 filhos de agricultores nos povoados Patu e Garangau, localizados no município de Itabaianinha, distante 113 quilômetros da capital sergipana.

Os jovens de 16 a 29 anos foram capacitados pelo projeto Jovem Agricultor, que é uma iniciativa do IDAF, patrocinado pela Petrobras – Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania. O IDAF foi escolhido por meio de seleção pública no ano de 2012.

O curso tem quatro módulos divididos em empreendedorismo rural, 24 horas; saúde e segurança do trabalhador rural-16horas; inclusão digital-40 horas e atividade fim-24 horas, que é uma atividade escolhida pela turma, no caso dos jovens do povoado Patu, a atividade foi avicultura, já no povoado Garangau, além da avicultura, os jovens agricultores também receberam conhecimento da ovinocultura e tiveram a oportunidade de visitar a Exposição Especializada em Ovinos e Caprinos de Sergipe (Expovec), que aconteceu em Aracaju. Ao todo o curso tem 104 horas de capacitação.

O coordenador geral do IDAF, Gilvan Dórea Dantas Júnior, disse que a meta do projeto é fazer a inserção dos alunos nos arranjos produtivos locais. “Dessa forma evita-se o êxodo rural e oferecemos condições das pessoas terem uma vida melhor na sua própria terra”, comenta.

Quem também participou da entrega de certificados foram a coordenadora pedagógica e o coordenador técnico do IDAF, Luzia Almeida Dantas e Thiago Tavares respectivamente; a vice-prefeita de Itabaianinha, Josefa Pinheiros de Jesus; o secretário de Agricultura da cidade, Karane Silva Santos; o presidente da Associação Comunitária do Povoado Patu, Aloizio dos Santos Silva, além do superintendente do SENAR, Dênio Leite, que conversou com os alunos e incentivo-os a continuar estudando. “Se capacitem, façam cursos, busquem tecnologias e assim, vocês ampliarão o leque de oportunidades da suas vidas”. Ele lembrou ainda do portal www.canaldoprodutor.com.br, que oferece cursos on line de forma gratuita.

Os filhos de produtores também tiveram a oportunidade de conversar com representantes do Banco do Nordeste e conhecer o crédito rural por meio do Agroamigo, que se propõe a melhorar o perfil social e econômico do agricultor que se enquadram no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF).

Alunos

A jovem agricultora Maria Vaniela dos Santos, de 21 anos, mesmo estudando pedagogia, não perdeu a oportunidade de receber nova capacitação. “Ganhamos muito aprendizado e tivemos a oportunidade de perceber que há situações do dia a dia que praticamos de forma errada e nem percebemos, mas com conhecimento temos a chance de mudar”, destaca. Ela é uma das pessoas que continuará estudando, pois já acessou o Canal do Produtor e escolheu um curso. “Quero me especializar em Empreendedorismo Rural”, enfatiza.

Josiara Santos Góes, 26 anos, já ensina formas corretas de trabalho aos pais e irmãos. “Pulverizávamos nossa plantação de forma errada, mesmo tendo os equipamentos corretos, mas depois de algumas aulas, já comecei a incentivar minha família a trabalhar fazendo o que é certo. No galinheiro também já fiz algumas correções, os pintinhos agora são vacinados, entre outras coisas. É muito bom saber que as mudanças que estão sendo feitas na minha casa acontecem graças ao que eu aprendi em sala de aula”.

Fonte: Ascom Senar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais