Na Alese, Luciano Pimentel enfatiza importância do “Sistema S” 

0
Luciano Pimentel mostra preocupação com o Sistema S (foto: Ascom)

Em meio aos debates envolvendo o Sistema S, composto por nove entidades voltadas para o ensino e a qualificação profissional, o deputado estadual Luciano Pimentel fez uso da tribuna na sessão desta segunda-feira, 8, para enfatizar a importância do sistema, que atua em prol da capacitação dos brasileiros, ampliando a geração de emprego e renda no país.

Ao iniciar o pronunciamento, o parlamentar ressaltou que sua fala foi motivada por depoimentos feitos na última sexta-feira, 5, pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. “Diante da abordagem bastante crítica feita pelo ministro, no mesmo dia em que o IBGE divulgou a pesquisa “Fundações Privadas e Associações sem Fins Lucrativos 2016”, e com base na minha experiência como Conselheiro do Sebrae/SE, função que ocupei por mais de seis anos, eu não poderia deixar de estar aqui hoje e destacar a relevância do trabalho desenvolvido por esse sistema”, considerou Luciano Pimentel.

Segundo o deputado, o estudo citado aponta que, no ano de 2016, o Sistema S tinha 3.431 unidades espalhadas pelo país e empregava 158.631 pessoas. “Desta forma, é inegável o papel significativo que essas instituições desempenham para o crescimento da economia brasileira, uma vez que possibilitam a capacitação da mão-de-obra e o aumento dos postos de trabalho”, afirmou Luciano Pimentel.

Para o parlamentar, é fundamental valorizar a atuação do Sistema S pela excelência do ensino que ele oferta para população. “Quem está na área empresarial sabe como é difícil buscar um colaborador e reconhece o quanto um profissional com formação em uma das entidades do Sistema S é melhor preparado para o mercado”, concluiu.

Em sua explanação, Luciano Pimentel detalhou os números da pesquisa, abordando informações referentes à infraestrutura das entidades e as ações comunitários e culturais que também são promovidas pelas instituições.

Sistema S

O Sistema S é formado por um conjunto de organizações das entidades corporativas voltadas para o treinamento profissional, assistência social, consultoria, pesquisa e assistência técnica, que além de terem seu nome iniciado com a letra S, têm raízes comuns e características organizacionais similares. Fazem parte do sistema S: Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai); Serviço Social do Comércio (Sesc); Serviço Social da Indústria (Sesi); e Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac). Existem ainda os seguintes: Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar); Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop); e Serviço Social de Transporte (Sest).

Fonte: Assessoria Parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais