Operários paralisam contra demissões na Termoelétrica

0

Operários paralisaram as atividades em reação às demissões (Foto: Conlutas)

Os trabalhadores da Termelétrica Porto de Sergipe, na Barra dos Coqueiros, paralisaram as atividades nesta quinta-feira, 3. A motivação, de acordo com o Central Sindical e Popular (CSP-Conlutas), foi a demissão de dois operários ativistas do Movimento SOS Emprego ontem, 2.

De acordo com a assessoria de imprensa do Conlutas, está havendo perseguição por parte da empresa Enesa aos operários. A central também alega que os dois que foram demitidos integram a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da empresa e, portanto, não poderiam ser demitidos, já que a função garantiria estabilidade. 

Ainda segundo o Conlutas, na sexta-feira, 27 de abril, a empresa havia tentado demitir um soldador. Porém, a demissão foi impedida por outros trabalhadores.

A Enesa é contratada pela empresa Celse, responsável pela construção da termoelétrica. O Portal Infonet entrou em contato com a Enese e aguarda posicionamento do estabelecimento.

A CSP-Conlutas ainda exige que o governador Belivaldo Chagas intervenha contra as perseguições e garanta a estabilidade aos trabalhadores. A Secretaria de Estado da Comunicação informou que, no momento, o gestor não pretende se manifestar sobre o caso.

por Jéssica França

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais