Prévia da inflação avança para 0,59% em maio

0

A inflação oficial medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) acelerou em maio e ficou em 0,59%, resultado bem acima do verificado em abril, quando foi registrada taxa de 0,36%. O dado foi divulgado nesta sexta, 22, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
 
Com o avanço, o indicador superou também o registrado em maio de 2008 (0,56%). Nos 12 meses fechados em maio, a taxa acumulada de 5,44% ficou próxima à dos 12 meses encerrados em abril (5,40%).
 
O resultado do IPCA-15 de maio foi puxado pelo aumento de preços nos produtos não alimentícios, que ficaram 0,68% mais caros, depois de terem registrado alta de 0,41%. Os itens que mais contribuíram para o avanço da taxa foram cigarros (18,42%) e remédios (3,21%). De acordo com o levantamento do IBGE, a taxa também foi pressionada pela alta nos preços de energia elétrica (1,85%) e empregado doméstico (1,35%).

A taxa relativa aos produtos alimentícios passou de 0,20 %, em abril, para 0,29% em maio. A maior contribuição para o avanço foi o leite pasteurizado (de 0,99% para 6,26%).

Também ficaram mais caros para o consumidor o quilo da batata-inglesa (de 10,22% para 18,47%), das carnes (de -1,98% para 0,74%) e do tomate (de -3,75% para 6,69%). Por outro lado, açúcar refinado (de 7,81% para 1,05%), açúcar cristal (de 3,85% para -1,33%) e hortaliças (de 5,56% para -5,39%) apresentaram preços menores de um mês para o outro.

O documento mostra também que os itens arroz (de -1,84%% para -3,13%), feijão carioca (de -11,38% para -7,51%) e feijão preto (de -12,59% para -10,66%) continuaram em queda.

Entre as 11 regiões pesquisadas, Porto Alegre (1,05%) foi a que registrou a maior inflação e Salvador (0,07%) foi a que apresentou a menor taxa.
 
Para calcular o IPCA-15, o IBGE coletou dados entre os dias 14 de abril e 13 de maio e os comparou com a coleta referente ao período de 14 de março a 13 e abril. O índice mede a inflação para famílias com renda de um a 40 salários mínimos.<!– .replace("

“,””).replace(“

“,””) –>

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais