Rede GBarbosa cria banco de “Talentos Especiais”

0

Como uma empresa inclusiva, a rede GBarbosa foi pioneira na colocação profissional das Pessoas com Deficiência (PcD) em seu quadro funcional. Antes mesmo da exigência legal (Lei 8213/91), que obriga a reserva de uma parcela de vagas para PcD, já era comum ver funcionários com deficiência auditiva trabalhando nos supermercados.

Em função da lei e, principalmente, da transformação social, houve em grandes corporações um forte movimento empresarial para a inclusão. No entanto, apesar dos esforços, alguns entraves se impõem na hora da contratação: a falta de mão-de-obra capacitada, a dificuldade na comunicação no caso da deficiência auditiva, a desinformação, o preconceito entre outros.

Os supermercados GBarbosa, através do seu Instituto e em parcerias com entidades representativas, implementam algumas iniciativas para amenizar estas dificuldades. Porém, o número de pessoas com deficiência absorvidas pela rede ainda não está sendo suficiente para atender a demanda exigida, que é 5% do total de funcionários da rede. Atualmente são 251 contratados e mais de 200 vagas abertas.

Banco de Talentos

Para dinamizar esse processo, a rede GBarbosa, por meio do seu departamento de Recursos Humanos, acaba de criar o banco de ‘Talentos Especiais’. O grupo varejista busca perfis com algum tipo de deficiência comprovada através de laudo médico e que não seja beneficiário da previdência pública, o INSS, para integrar seu quadro de pessoal.

A inscrição pode ser feita através do envio de currículo para o email talentosespeciais@gbarbosa.com.br ou da realização de cadastro no banco de talentos do site www.gbarbosa.com.br. É possível ainda entregar pessoalmente em qualquer loja. De acordo com a diretora de Recursos Humanos da rede, Nadja Mattos, esta é mais uma ferramenta encontrada para o GBarbosa fazer valer sua política de inclusão social.

“Mais que obedecer a uma lei, a rede GBarbosa quer cumprir o seu papel social dando espaço para essas pessoas atuarem e crescerem dentro da empresa, mas infelizmente encontramos muita dificuldade na captação e manutenção dessas pessoas trabalhando”, informa. A meta do GBarbosa é cumprir a sua cota até 2011. Em Sergipe já foram alcançados 47% do total, 44 na Bahia e 49% em Alagoas.

Iniciativas inclusivas

Entre as ações executadas pela rede para a inclusão de PcD, destaca-se o projeto de capacitação ‘Despertar e Aprender’ desenvolvido desde 2006 juntamente com o Serviço Nacional do Comércio (Senac) e a Associação de Apoio aos Deficientes Auditivos de Sergipe (Apada). Outra iniciativa com esse objetivo é a realização de cursos da Língua Brasileira de Sinais (Libras) para os funcionários.

Além destas, mantém importantes parcerias também com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPcD), com a Associação dos Deficientes Visuais de Sergipe (Adevise), com o Instituto Pedagógico de Apoio a Educação do Surdo de Sergipe (Ipaese) entre outras, buscando a mudança e melhoria no processo de inclusão social e profissional.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais