600 candidatos serão convocados para curso da PC

0

Seplag e SSP definem diretrizes para o curso de formação do concurso da Polícia Civil (Foto: Seplag)

Dialogar sobre pontos pendentes e definir as principais diretrizes sobre o Curso de Formação para Agentes de Polícia Judiciária Substituto e Escrivão Substituto da Polícia Civil de Sergipe. Esses foram os principais temas abordados em reunião realizada na manhã desta quarta-feira, 25, na sede da Academia Civil de Sergipe (Acadepol) entre as Secretarias de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) e da Segurança Pública (SSP).

O encontro contou com a participação de pessoas ligadas à comissão organizadora do concurso e profissionais que irão ministrar algumas das aulas que serão dadas aos novos policiais da equipe investigativa do Estado. Segundo o presidente da Comissão Organizadora do certame, Fábio Dantas, a reunião foi muito proveitosa e esclarecedora. “Definimos pontos que estavam pendentes e pretendemos o mais breve possível iniciar as convocações dos candidatos para o curso de formação”, explica.

O presidente da Acadepol, Josélio Froes está bastante empenhado com a formatação do curso de formação. Para ele, é fundamental que esses alunos sejam bem capacitados. “Após algum tempo sem a realização de concurso público para agentes e escrivães da polícia civil, nossa expectativa é realizar tudo que estiver ao nosso alcance para formar uma turma entre as melhores já formada no Estado”, destaca.

A Academia de Polícia que passa, inclusive, por algumas reformas, irá oferecer uma estrutura mais completa e agradável para as pessoas que participarão do curso de formação. “Adquirimos materiais novos que serão de suma importância para a aprendizagem desses profissionais e estamos buscando o que há de mais moderno e eficiente para esses novos agentes e escrivães desempenharem sua profissão”, finaliza.

Sobre o curso de formação

O Curso de Formação é a terceira etapa do Concurso Público em questão. Trata-se de uma fase eliminatória e classificatória e os candidatos que participarem adquirirão uma grande bagagem de conhecimento.

Para o curso serão convocadas cinco vezes o número de vagas disponíveis no certame, ou seja, 100 pessoas para escrivão e 500 para agente de polícia. O curso terá 360h/aula e tem como objetivo preparar os candidatos a se tornarem policiais capacitados a elucidar crimes.

Fonte: Seplag

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais