MEC descredencia Polos da Ulbra

0

Ulbras oferece ensino à distância (Foto ilustrativa)

Em Diário Oficial, o Ministério da Educação (MEC) descredencia 198 Polos de apoio presencial de cursos à distância da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), que tem sede em Canoas Estado do Rio Grande do Sul. De Sergipe, conforme o Diário Oficial, estão inclusos os polos instalados nos municípios de Tobias Barreto e Canindé do São Francisco, que devem encerrar as atividades até o final deste ano, mantendo-se inalterado o Polo Aracaju, que funciona no Ibex Serviços Educacionais, no bairro Farolândia.

Apesar de não estar descredenciado pelo MEC, o Polo de Aracaju permanece sem realizar concurso vestibular para preenchimento de novas vagas, conforme informações da coordenadora do Polo Aracaju, Mara Rúbia da Conceição Ferreira. “Estamos apenas aguardando autorização do MEC. Sendo autorizado, realizaremos vestibular no próximo ano”, diz a coordenadora.

Apesar de descredenciados, os Polos de Tobias Barreto e Canindé do São Francisco permanecem funcionando com os alunos antigos, que deverão concluir os respectivos cursos em dezembro deste ano, justamente no prazo definido pelo MEC para o Ulbra encerrar efetivamente as atividades. A orientação do MEC é que em dezembro, os alunos que ainda não concluíram os cursos devam ser transferidos para outros pólos em funcionamento ou outras unidades de ensino superior devidamente autorizadas pelo Ministério da Educação.

Segundo Mara Rúbia, nos Polos de Sergipe, a Ulbra está sem receber novos alunos há cerca de dois anos, desde o momento em que a própria universidade, por questões de ordem financeira, solicitou o descredenciamento. A assessoria de imprensa da Ulbra, em Canoas (RS), informou que o descredenciamento não é consequência de punição do Ministério da Educação e garantiu que ainda nesta tarde enviaria nota explicativa a respeito da questão.

Em Sergipe, cerca de 370 alunos estão matriculados na referida universidade. Entre eles, alunos nos cursos Letras, Pedagogia, Serviço Social e Gestão Pública, em Tobias Barreto, e Administração e Serviço Social, em Canindé do São Francisco, que deverão concluir os referidos cursos neste ano.

No entanto, a maioria das matrículas está concentrada no Polo Aracaju, nos cursos de Pedagogia, Letras, Administração, Ciências Sociais e Serviço Social, de nível superior, e nos cursos técnicos de Gestão de Beleza, Gestão de Negócios e Gestão Pública. A previsão é que estes alunos concluam os cursos em 2013 e novas turmas estão pendentes da autorização do MEC para a realização do concurso vestibular, conforme informa a coordenadora Mara Rúbia.

Às 18h30 a Ulbra encaminhou esta nota oficial. Segue na íntegra:

"A Universidade Luterana do Brasil vem a público esclarecer que a publicação no Diário Oficial da União, por parte do Ministério da Educação (MEC), referente ao descredenciamento de 198 polos de Educação a Distância (EAD), vem ao encontro de uma solicitação sua, protocolada junto ao MEC, em maio de 2011. Esta solicitação justifica-se pela proposta da Universidade de reorganização completa do seu modelo de EAD, buscando a qualidade máxima e a excelência no ensino já em implantação nos 81 polos credenciados pelo MEC, mantidos em funcionamento.

Este descredenciamento voluntário busca enquadrar, em sua totalidade, a Educação a Distância da ULBRA nos padrões exigidos pelo MEC para a modalidade EAD. Todas as medidas necessárias para cumprimento integral do Despacho da Secretaria de Educação Superior (SESu/MEC), seja no remanejo de alunos para outros polos da ULBRA credenciados ou a transferência para outras Instituições de Ensino Superior, serão levadas a efeito pela Universidade.

Conforme consta na Nota Técnica emitida pelo MEC para a Universidade, “O descredenciamento voluntário de parte da rede de polos, portanto, é um fator qualificador do cumprimento pela Instituição das orientações recebidas”.

Para o devido cumprimento dos itens apontados pelo MEC na Nota Técnica, dentro dos prazos estabelecidos, as seguintes medidas foram encaminhadas:

Criação de um comitê que tratará de todas as demandas necessárias para que nenhum aluno saia prejudicado com estas mudanças.

Este comitê organizará até segunda-feira (12/09) a formatação de um setor específico para atender por e-mail e telefone (0800) todas as demandas em caráter de urgência, com vistas à devida informação para os envolvidos neste processo.

Outra medida que será tomada é a utilização de diversas ferramentas para comunicar aos alunos, tutores e polos todas as orientações sobre esse processo. A Universidade mais uma vez se compromete com a transparência em todas as suas ações.

Todas as informações são públicas e podem ser aferidas no Diário Oficial da União, número 173 de 08.09.2011, seção 1, página 20/21.

Reitoria"

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais