Plano Municipal de Educação passa por primeira discussão

0
CMA aprova em primeira discussão o PL do Plano Municipal de Educação  (Foto: Heribaldo Martins)

Os vereadores aprovaram nesta segunda-feira (22), em primeira discussão, o Projeto de Lei (PL)  84/2015 que trata do Plano Municipal de Educação (PME), responsável por traçar as diretrizes da educação municipal de Aracaju, para os próximos dez anos. O PL foi aprovado com a abstenção do vereador Iran Babosa (PT) e ressalvas do vereador  Lucas Aribé (PSB). As discussões das emendas ao PL continuam na pauta desta terça-feira (23).

O líder da bancada do Executivo na CMA, Dr. Agnaldo (PR) justificou a aprovação do PL  ressaltando ser a favor do projeto "porque antes da segunda votação teremos emendas que iremos discutir e ver o que é melhor para a educação municipal". Ele afirmou que o Legislativo não é feito para corrigir todos os equívocos por não haver tempo hábil e nem condições. “Esse projeto não sendo aprovado, teremos muito mais problemas nos próximos dez anos. Nós já estamos no caminho certo e vamos dar esse passo importante votando a favor desse projeto”, justificou o vereador.

Já o líder da bancada de oposição, Iran Barbosa ressaltou a sua ausência na votação do PL por não tido tempo disponível para avaliá-lo. "O Plano tem dados que precisam ser estudados devido a sua importância que direciona a educação no município de Aracaju nos próximos dez anos", disse, adiantando que "não votarei a favor desse projeto, sem o devido prazo para o estudo do seu conteúdo".

Iran acusou o Executivo de ser negligente por não ter oportunizado o tempo para o devido  aprofundamento da matéria. "O Poder Legislativo não pode ser decorativo, fazendo o que o Executo determina. Não será com a legitimação desse parlamentar que essa proposta será aprovada, sem que haja condições de fazermos o necessário  estudo”, falou.

Fonte: CMA

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais