Servidores da SEED doam sangue

0

Estudante Antônio Magno de Souza (Fotos: Divulgação Seed)

A Secretaria de Estado da Educação (SEED), em parceria com a Fundação Parreiras Horta/Instituto de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), abriu na manhã desta quarta-feira, 21, a campanha Educação pela vida. O projeto tem como objetivo estimular servidores da SEED e comunidade escolar a doarem sangue. Um ônibus foi disponibilizado para levar os voluntários ao Hemose. A campanha prossegue nesta quinta-feira, 22.

O médico Roberto Gurgel, diretor do Parreiras Horta, explicou aos voluntários todo o procedimento para a doação de sangue. Ele achou muito importante a parceria com a SEED. “Houve um aumento na demanda, por isso, firmar parcerias como esta é fundamental para que não falte sangue para quem mais precisa. Doar sangue eleva a autoestima da pessoa que sabe que está ajudando o próximo e também contribui para a renovação celular e o aumento no sistema imunológico”, explicou o médico.

Diretor do Hemose, Roberto Gurgel conversa com servidores da Seed

Por essa razão, quando soube da campanha, a servidora Nivalda Simões logo se candidatou à doadora. “É um ato de solidariedade que deve ser seguido por todos. Essa campanha é essencial para conscientizar e estimular a doação de sangue”, declarou a servidora.

Ato de amor

A mesma opinião tem o servidor Mário Jorge Silva. “É um gesto humanitário que ajuda a salvar uma vida. Fiquei estimulado com essa campanha e pretendo ser um doador permanente”, disse o servidor.

Estudantes do Pré-universitário da SEED também aderiram à campanha, a exemplo da aluna Maria Aparecida Souza. “Quando fui informada da campanha resolvi doar sangue. Além de ser um gesto de amor, ninguém está livre de necessitar de sangue um dia. Hoje sou doadora, amanhã posso ser receptora”, disse a aluna.

Antônio Magno Souza, também aluno do Pré-Universitário, seguiu o exemplo da colega. “Você sabe que com esse gesto pode estar dando a esperança a uma pessoa de continuar vivendo”, revelou Antônio.

Por esse motivo, o servidor da SEED Joelito Vital de Jesus se tornou um doador. “Já sou doador voluntário há muito tempo. Essa campanha serve para divulgar a importância desse gesto. Tenho um tipo sanguíneo raro: A negativo, por isso, acho que como cidadão tenho o dever de fazer a doação”, revelou Joelito.

Critérios para doar sangue

O doador deve estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 67 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos. Menores de 18 anos devem ter autorização prévia do responsável, pesar no mínimo 50 kg, estar descansado e alimentado. Deve-se evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação. No ato da doação deve ser apresentado documento original com foto emitido por órgão oficial.

Fonte: Ascom Seed

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais