Atleta sergipano estará presente no Pan-Americano de Wrestling

0
O atleta Mateus Freire será o único representante do Estado na competição internacional. (Foto: Ascom/SEDUC)

O Estado de Sergipe estará bem representado no Campeonato Pan-Americano de Wrestling Cadete Júnior, que será disputado no México. O atleta Mateus Freire será o único representante do Estado na competição internacional, vaga conquistada recentemente, na seletiva realizada em Rio Bonito (RJ). Mateus Freire, que é formado no projeto social PMSE, hoje se tornou um dos destaques brasileiros e revelação sergipana.

Colecionando títulos e carregando inúmeras medalhas na bagagem, Mateus vem se esforçando para fazer acontecer também no Pan-americano no México. Pelo menos foi o que assegurou o atleta, na manhã da última terça-feira, 11, ao visitar a Superintendência Especial de Esporte (SUPEE), onde esteve presente para agradecer ao apoio recebido e discutir estratégias de seu próximo campeonato fora do país.

 Na seletiva nacional da categoria Cadete Júnior 2021, o atleta sagrou-se campeão no estilo greco-romano até 92 kg, classificando-se e garantindo sua vaga no pan-americano no México.

Histórico

O Wrestling é a luta olímpica mais antiga da humanidade e desde então, só ganha força pelo mundo. Com isso, para aprender e evoluir como atleta dessa modalidade, Mateus Freire é treinado pelo técnico e presidente da Federação Sergipana de Luta Olímpica Associada (FSLOA), Luciano Vieira.

Luciano Vieira, que também é professor do núcleo de aperfeiçoamento Gerivaldo Garcia, vem se dedicando a formar grandes atletas e assim levar o estado de Sergipe a ser reconhecido fora do Brasil.

No encontro com a superintendente de Esporte Mariana Dantas, Luciano Vieira fala da evolução de Mateus e como vem acontecendo os treinamentos para o Pan-americano. “Assim que chegamos do Rio, tivemos uma semana de descanso, por conta da quarentena, mas já começamos a parte física e a parte técnica treinando todos os dias”, diz o professor de Wrestling.

O atleta diz se dedicar e ter determinação para vencer mais um campeonato. “Sensação indescritível, de abrir os leques do Estado para coisas maiores, nós visamos ganhar um campeonato regional e brasileiro, mas quando a gente abre espaços para um campeonato internacional, pensamos na medalha internacional; e ser um campeão pan-americano é uma coisa ótima.  A meta é ser sempre campeão. Tenho um ditado quanto a isso, se eu viajar sem a intenção de ser campeão, melhor nem viajar”, afirmou Mateus Freire.

A SUPEE vem dando suporte a Mateus Freire e à equipe que o acompanha nas lutas olímpicas, fornecendo passagens e verba para hospedagem. Essa parceria é conjunta com a Federação Sergipana de Luta Olímpica Associada e visa a levar os desportistas sergipanos sempre ao nível da Confederação Brasileira de Wrestling (CBW).

“Recebemos a equipe sergipana de Wrestling que competiu na seletiva nacional do Rio de Janeiro, e teve todo o apoio da Superintendência Especial de Esporte. Isso é motivo duplamente de alegria, uma por Sergipe estar sempre bem representado nessa modalidade, que vem crescendo, graças aos esforços dispensados pelo professor Luciano Vieira, que está fazendo um excelente trabalho em uma de nossas escolas de esporte e outra, por ver que o esporte está sendo retomado aos poucos, seguindo todos os protocolos de saúde. E agora temos um sergipano representando nosso estado e país, em um campeonato pan-americano no México”, comemorou Mariana Dantas.

Fonte: Ascom/Seduc

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais