Comandante admite falha no policiamento

0

O comandante do Policiamento Militar da Capital, coronel Vicente, admitiu que houve falha na segurança após o jogo entre Sergipe e Catuense, no último domingo, no Batistão. Segundo ele, o oficial que estava comandando não permaneceu com a tropa até o final do evento e evacuação dos torcedores. “O planejamento de segurança de uma partida de futebol tem que ser feito antes, onde a preocupação é na a portaria, durante, passa a ser no setor de cadeiras e arquibancadas, no intervalo, nos bares e depois,  na proteção dos torcedores, jogadores e imprensa”, disse o comandante, ressaltando que todas essas providências são tomadas para impedir que marginais fantasiados de torcedores tirem o sossego daqueles que vão a campo no intuito de se divertirem.

O coronel afirmou que o oficial tem ordem para ficar no Batistão até evacuar o estádio, dando segurança aos torcedores, jogadores e imprensa. “O que aconteceu no último domingo foi um caso isolado. Não podemos tapar o sol com uma peneira. Falhamos, mas a partir de agora vamos tomar providências para que o fato não se repita”, disse ele, destacando que o oficial da partida anterior tinha comandado a tropa pela primeira vez e deu um vacilo, mas que não voltará a se repetir.

O comandante ressaltou que nos últimos confrontos entre Sergipe e Confiança foram bastante tranqüilos, mas mesmo assim o policiamento contará com reforço nos terminais de ônibus e torcedor pode ir a campo que o clima será de paz e harmonia.

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais