Diretor do Confiança desmente atraso no pagamento de salário de Rivelino

0

Milton Dantas e Anderson machado
O diretor de futebol do Confiança, Milton Dantas, afirmou que o clube não deve salários, férias e tampouco adicional noturno reivindicado pelo meio-campista Rivelino a justiça trabalhista. Segundo Dantas, o Dragão nem sequer foi ouvido pela justiça e por isso não pode ser julgado por ninguém.

Milton Dantas ressaltou que o salário de Rivelino era pago por torcedores, que por sua vez, assim que foram informados sobre o caso, através da imprensa, perguntaram a diretoria o que estava sendo feito com o dinheiro. “Nós dissemos a eles que os recursos foram repassados jogador como forma de pagamento”, disse Dantas, ressaltando que tudo o que foi dito pelo Rivelino e o seu empresário é mentira e o Confiança não lhe deve nenhum centavo.

“Nós fomos comunicados pela justiça que o Rivelino está pleiteando três meses de salários atrasados, adicional noturno e férias. Como ele pode reivindicar férias se ainda não tem um ano de clube?, questionou o dirigente, destacando que o jogador receberia o descanso remunerado se fosse demitido e esse não é o caso.

O diretor de futebol disse ainda que Rivelino não terá coragem de comparecer na justiça e falar perante o juiz que não recebeu salários no Confiança até porque se assim fizer estará dando falso testemunho. “A resposta será dada na justiça. Em momento algum o Confiança quis atrapalhar a vida de Rivelino. Muito pelo contrário, ele foi quem pediu para ficar no clube, com o objetivo de se livrar do seu empresário”, disse Milton Dantas, ressaltando que essas atitudes tomadas pelo Rivelino demonstram que ele não tem personalidade e que deveria respeitar o Confiança, equipe que o projetou para o futebol brasileiro.

Dantas lembrou que Rivelino passou por vários problemas de ordem pessoal e em todos esses momentos o Confiança esteve sempre ao seu lado. Um dos últimos, o meio-campista foi ameaçado de morte e o clube mais uma vez o apoiou, colocando até seguranças para garantir a sua vida.

Time

O time empatou em 0 a 0 com a Catuense, sábado passado, no Estádio Antonio Pena. Com o resultado, o Confiança continua na lanterna com quatro pontos, um a menos do que Catuense e Atlético, que dividem a vice-liderança com cinco pontos. Já o Sergipe é o líder com sete pontos.

O zagueiro Nei e o volante Gil estão fora do clássico. Eles terão que cumprir suspensão. Nei foi expulso contra a Catuense, enquanto que Gil recebeu o terceiro cartão amarelo. O técnico Freitas Nascimento escolherá os seus substitutos durante os treinos desta semana.

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais